Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4485
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 7-Jun-2013
metadata.dc.creator: RIBEIRO, Alexandro Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Fábio Carlos da
Title: A Colonização promovida por empresas e famílias do centro sul do Brasil na Amazônia Mato-Grossense
Citation: RIBEIRO, Alexandro Rodrigues. A Colonização promovida por empresas e famílias do centro sul do Brasil na Amazônia Mato-Grossense. Orientador: Fábio Carlos da Silva. 2013. 258 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém. 2013. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Tropico Úmido. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4485. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A presente tese tem como objetivo principal a identificação dos aspectos institucionais, políticos, legais, e econômicos presentes no processo de colonização privada praticados por empresas e famílias nos municípios de São José do Rio Claro e Canarana, ambos no Estado de Mato Grosso. A importância em descortinar tais aspectos se dá em função da necessidade de compreender a colonização privada voltada para pequenos agricultores do Centro-Sul do país, alocados na Amazônia mato-grossense. Os aprofundamentos dessas análises permitirão subsidiar futuros processos de colonização, assim como, mitigar prováveis impactos negativos que se repercutem ainda hoje nesses municípios. A pesquisa foi operacionalizada em estudo de campo em ambos os municípios. A pesquisa bibliográfica e documental procurou levantar os aspectos da história econômica, da ocupação territorial, da presença das organizações e dos processos institucionais que possibilitaram a comercialização das terras e as consequências da colonização privada para pequenos agricultores. Nesse sentido, o estudo confirma a hipótese que a colonização privada ensejou na lógica de produção capitalista latifundiária. O pequeno agricultor do Centro-Sul teve acesso a terra, mas por uma lógica de mercado que possibilitou através das terras devolutas o processo de compra e venda de áreas de tamanhos diversos, até mesmo em quantidades inferiores à permitida pelo órgão oficial do governo. Fomentou a ocupação, o trabalhador rural, principalmente o pequeno também serviu de mão de obra necessária para os grandes projetos capitalistas. Identificou-se que os pequenos produtores não estavam contemplados nos planejamentos das organizações governamentais. A colonização privada empreendida por empresas e famílias se configura como uma continuação da "colonial empresa". A ocupação da Amazônia mato-grossense estabeleceu com a presença das organizações e das instituições públicas e privadas o processo de privatização de terras, tidas por devolutas de Mato Grosso. A burla para a aquisição de terras foi instrumentalizada por leis e organizações que facilitaram a compra junto ao Estado. Essas terras chegaram aos pequenos agricultores do Centro-Sul via comercialização empreendidas pelos colonizadores particulares. Os agricultores migrantes vieram de uma cultura produtiva baseada em um ambiente próprio do sul e sudeste. Em Mato Grosso, enfrentaram dificuldades com o clima e qualidade do solo daqui do Centro-Oeste, gerando uma diferença edafoclimática, limitando a produção agrícola com a cultura que trouxeram. Entre acertos e erros, geraram conhecimentos, próprios de iniciativas endógenas, embora consideram que seu conhecimento de pioneiro não é reconhecido e valorizado nas políticas públicas, que ainda busca assentar pequenos trabalhadores agrícolas.
Abstract: This thesis aims to identify the main institutional, political, legal, and economic colonization process present in private companies and families in the cities of São José do Rio Claro and Canarana, both the State of Mato Grosso. The importance of such aspects unveil is a function of the need to understand the private colonization facing small farmers in the Central South, allocated in the Amazon in Mato Grosso. The deepening of these analyzes will support future processes of colonization, as well as mitigate likely negative impacts that reverberate even today in these municipalities. The search is configured as exploratory and descriptive study was implemented in the field in both counties. The literature and documents sought to raise the historical aspects of land occupation, the presence of organizations and institutional processes that enabled the commercialization of land and the consequences of colonization for small private farmers. The colonization undertaken by private firms and households is configured as a continuation of the "colonial enterprise." The occupation of the Amazon in Mato Grosso established the presence of organizations and public and private institutions the process of land privatization, taken by vacant of Mato Grosso. The banter for land acquisition was fractionated by laws and organizations that facilitated the purchase by the State. These lands came to small holders Mid-South trade via land undertaken by private colonizers. Migrant farmers came from a productive culture based on a natural environment own climate south and southeast, the state faced difficulties with the weather in the Midwest, limiting agricultural production in the culture experiments brought. Aspropane ..living environments. Between success and failure, can nowadays repair cautoores acquired, although consider that their knowledge is not recognized pioneer and valued in public politic asm still searching based small farm workers. In this sense, the study confirms the hypothesis that colonization encouraged the private logic of capitalist production the small landowning farmer Mid-South, not only to provide you with access to land, but by a market logic that made possible through the lands the process of buying and selling areas of various sizes, even in amounts lower than allowed by the official organ of the government. Fomented the occupation, calling the rural worker and hence the manpower required for large projects capitalists. It was found that small producers were not included in the planning of government organizations.
Keywords: Colonização
Aspecto edafoclimático
Canarana (MT)
São José do Rio Claro (MT)
Mato Grosso
Amazônia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::SOCIOLOGIA RURAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Doutorado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_ColonizacaoPromovidaEmpresas.pdf5,12 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons