Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4504
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 25-Jun-2013
Authors: GAMA, Layse Martins
First Advisor: CRESPO LÓPEZ, Maria Elena
Title: Malária e medicina popular: efeito da Bertholletia excelsa H.B.K. (Castanha-do-Pará) em camundongos infectados com Plasmodium berghei
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: GAMA, Layse Martins. Malária e medicina popular: efeito da Bertholletia excelsa H.B.K. (Castanha-do-Pará) em camundongos infectados com Plasmodium berghei. 2013. 63 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2013. Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular.
Resumo: A malária é um grave problema de saúde pública, especialmente para a região Amazônica. Entretanto, fatores como a resistência, dificuldade de acesso e toxicidade dos fármacos tradicionais reduzem a efetividade das drogas distribuídas pelo governo para controle da infecção. Assim, a população amazônica ainda usa os recursos naturais, como a Bertholletia excelsa (Castanha-do-Pará), para melhorar os aspectos clínicos causados pela doença. Entretanto, não existe comprovação científica do efeito desse fruto na malária. Assim, este trabalho avaliou o efeito do pré tratamento com Castanha-do-Pará em camundongos BALB/c infectados com Plasmodium berghei, por meio dos parâmetros a seguir: sobrevida até a morte de todos os indivíduos, parasitemia e peso dos animais (no 3º, 7º, 10º, 16º e 18º dia pós-inoculação do parasita), e, no 10º de infecção, hemograma completo, peso do fígado e do baço e análise das enzimas hepáticas aspartatoaminotransferase (AST), alanina aminotransferase (ALT) e ɣ-glutamilaminotransferase (GGT). O teste de Kolmogorov-Smirnov foi usado para avaliar a normalidade, seguido de Análise de Variância (ANOVA) de uma via ou teste t de Student, seguido do teste post hoc de Tukey. O acompanhamento dos animais parasitados mostrou uma sobrevivência em média de 13,9 dias, com perda de peso, aumento do tamanho dos órgãos, e alterações tanto do hemograma (diminuição do hematócrito, hemoglobina, hemácias totais e plaquetas e aumento dos leucócitos totais) como das enzimas hepáticas (aumento da AST e ALT e diminuição da GGT). Interessantemente, o pré tratamento de 11 dias com o fruto exerceu uma proteção significativa em relação a alguns dos parâmetros medidos como o aumento da sobrevida dos animais para 14,8 dias, diminuição dos níveis de parasitemia e leucócitos totais, manutenção do peso dos animais por mais tempo e do peso do baço, bem como influenciou positivamente nas enzimas hepáticas ALT e GGT. Assim, estes dados já demonstram que a B. excelsa pode ser utilizada como um reforço nutritivo diante a infecção causada pelo Plasmodium.
Abstract: Malaria is a serious problem of public health, especially in Amazon region. However, factors such as drug resistence, difficult access and toxicity of traditional drugs reduce the effectiveness of treatment. Thus, Amazon population uselly uses natural resources, such as Brazil nuts, to improve the clinical symptoms of malaria. However, there is no scientific evidence of the effect of this fruit in malaria. So, this study evaluated the effect of pretreatment with Brazil nuts in BALB/c mice infected with Plasmodium berghei by analysing the following parameters: survival to death of all individuals, parasitemia and weight of the animals (in the 3rd, 7th, 10th, 16th and 18th day post-inoculation of the parasite), and, at the 10th of infection, complete hemogram, liver and spleen weight and analysis of hepatic aspartate aminotransferase (AST), alanine aminotransferase (ALT) and ɣ-glutamyltransferase (GGT). Kolmogorov-Smirnov test was used to evaluate normality, followed by analysis of variance (ANOVA) one-way test or Student t test, followed by Tukeypost hoc test. Monitoring of parasitized animals showed a mean survival of 13.9 days, loss of weight, enlarged organs, and changes of both the hemogram (decrease in hematocrit, hemoglobin, red blood cells and platelets and increased of total eukocytes) as hepatic enzymes (increased AST and ALT and decreased GGT). Interestingly, pretreatment with the fruit of 11 days show a significant protection of animals survival (light increase), levels of parasitemia and total leukocytes (decreased), weight of the animal and weight of the spleen (maintenance for a longer time) and ALT and GGT (increase). Thus, these data supports the use of B. excelsa as a nutritional adjuvant on the treatment against the infection caused by Plasmodium.
Keywords: Malária
Plantas medicinais
Castanha-do-Pará
Bertholletia excelsa
Plasmodium berghei
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Neurociências e Biologia Celular (Mestrado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MalariaMedicinaPopular.pdf1,28 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons