Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4648
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 18-Dec-2013
metadata.dc.creator: CONDE, Valney Mara Gomes
metadata.dc.contributor.advisor1: DINIZ, Domingos Luiz Wanderley Picanço
Title: Modulação nitrérgica na regulação ocitocinérgica da secreção do peptídeo natriurético atrial em cardiomiócitos
Other Titles: Nitrergic modulation in the oxytocinergic regulation of atrial natriuretic peptide secretion in cardiomyocytes
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
FAPESPA - Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas
Citation: CONDE, Valney Mara Gomes. Modulação nitrérgica na regulação ocitocinérgica da secreção do peptídeo natriurético atrial em cardiomiócitos. 2013. 82 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2013. Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular.
metadata.dc.description.resumo: Historicamente conhecida por suas ações sobre o sistema reprodutor, hoje se sabe que a ocitocina (OT) também pode contribuir para a regulação da homeostase cardiovascular e hidroeletrolítica. A OT é produzida nos núcleos supra-óptico e paraventricular do hipotálamo e liberada para o plasma a partir de terminais neurais da pituitária posterior, no entanto, muitos estudos identificaram locais extra-cerebrais de produção OT, incluindo o coração e o endotélio vascular. A ativação de seus receptores em células endoteliais, bem como em sistemas hipotalâmicos/hipofisários e cardíaco, pode resultar na produção de óxido nítrico (NO). O presente trabalho teve como objetivo verificar o papel do NO na regulação da secreção de peptídeo natriurético atrial (ANP) estimulada por OT em cultura primária de cardiomiócitos de embriões de camundongos. Para tal, corações de embriões de camundongos Balb C, com 19 a 21 dias de vida intra-uterina, foram isolados e cultivados para os ensaios com OT e demais substâncias interferentes na síntese de NO e GMPc seu segundo mensageiro. A adição de concentrações crescentes de OT (0.1, 1, 10 e 100 μM) induziu aumento proporcional na secreção de ANP e nitrato para o meio, confirmando a ação estimuladora da OT em cardiomiócitos. O bloqueio da liberação de ANP estimulada por OT (10 μM) foi observada após adição de Ornitina Vasotocina (CVI-OVT) (100 μM), um antagonista específico de OT. Este antagonista inibiu a secreção basal de ANP, quando adicionado individualmente, sugerindo que a OT pode atuar via mecanismo autócrino, tônico estimulatório sobre a secreção de ANP. Amplificação da secreção de ANP estimulada por OT (10 μM) foi observada após sua associação com L-NAME, um inibidor da sintase de óxido nítrico (NOS) (600 μM), e ODQ (100 μM), um inibidor da guanilato ciclase solúvel, sugerindo a ocorrência de feedback negativo nitrérgico na liberação de ANP estimulada por OT no cardiomiócito. Os resultados obtidos mostraram modulação nitrérgica inibidora sobre a secreção de ANP estimulada por OT.
Abstract: Oxytocin (OT) was recently shown to be involved in endocrine and neuroendocrine regulation through receptor-mediated actions exerted on the heart, vasculature, and kidney. Oxytocin is a neuropeptide synthesized primarily in magnocellular neurons in the paraventricular and supraoptic nuclei of the hypothalamus, which project to posterior pituitary, median eminence, and several brain regions. Oxytocin is also produced in peripheral tissues, including the heart. In addition, nitric oxide (NO) may be generated constitutively within the heart. This work was performed to verify the role of oxytocin and nitrergic modulation on atrial natriuretic peptide (ANP) secretion in primary culture of mice embryo cardiac myocytes. Cardiomyocytes were isolated from Balb C mice embryo and cultivated by 3 days for obtain an optimal basal ANP secretion. After the exchange by a fresh medium containing OT (0.1, 1, 10 and 100 μM), a dose-dependent increase in ANP and nitrate release was observed, suggesting that OT may have a direct stimulatory action on cardiomyocytes and that action may be related to nitric oxide production. Blockage of 10 μM OT-induced ANP release were observed after addiction of 100 μM Compound VI [d(CH2)5, Tyr(Me)2, Thr4, Tyr-NH2(9)]-Ornitin Vasotocin (CVI-OVT), a specific OT antagonist. This antagonist induced a decrease in ANP release when added alone (100 μM), suggesting that OT may act by a tonic inhibitory autocrine mechanism on ANP secretion. A amplification of OT-induced ANP release was observed after addiction of 600 μM N(G) nitro-L-arginine methylester (L-NAME), a NO synthase inhibitor, and 100 μM 1H-[1,2,4]oxadiazolo[4,3-a]quinoxalin-1-one (ODQ), a soluble guanylate cyclase inhibitor, suggesting that a nitrergic negative feedback may act restraining the ANP release stimulated by OT.
Keywords: Ocitocina
Óxido nítrico
Peptídeo natriurético atrial
Miócitos cardíacos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FISIOLOGIA::FISIOLOGIA GERAL::FISIOLOGIA ENDOCRINA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Neurociências e Biologia Celular (Doutorado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_ModulacaoNitrergicaRegulacao.pdf2,06 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons