Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/4670
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorBASTOS, Alessandra dos Santos Matni-
dc.date.accessioned2014-01-28T14:21:43Z-
dc.date.available2014-01-28T14:21:43Z-
dc.date.issued2010-08-31-
dc.identifier.citationBASTOS, Alessandra dos Santos Matni. Diversidade e abundância de algas epilíticas no setor do médio Rio Xingu-PA. 2010. 83 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4670-
dc.description.abstractThe periphyton is defined as a complex community of microorganisms (fungi, algae, bacteria, animals), which along with organic and inorganic particles is loosely or firmly adhered to a substrate submerged. Epilithic algae (bedrock) are organims found in environments of rivers and rapids, and other ecosystems. This paper aims to list the diversity of epilithic algae, estimate their relative abundance and frequency of occurrence during an annual cycle. In the main channel of the river Xingu was selected environment rapids of Boa Esperança and localities Arroz Cru. The epilíton was removed, properly identified and preserved in Transeau solution and subsequently analyzed in the laboratory. Were listed 132 species belonging to 78 genera. The total richness observed for Boa Esperança and Arroz Cru, in the months studied were 108 and 101 species respectively. Among all classes, Bacillariophyceae expressed greater contribution in both localities in terms of richness and abundance. The epilithic specie more abundant was Aulacoseira granulata (Ehrenberg) Simonsen (Bacillariophyceae), in the locations studied. In november/2006 and january/2007 (flood) occurred at higher densities mean: 133 and 124 ind.cm-2 in the riverine environment Boa Esperança. In the Arroz Cru was 107 and 90 ind.cm-2. The lowest mean density occurred in march/2007 (filled) with 26 ind.cm-2 in the riverine environment and Boa Esperança in august 2006 (flood) with 15 ind.cm-2 in Arroz Cru. The diversity of epilíton varied among seasons. The precipitation, wind, turbidity and nutrients, possibly influence the variations of abundance, richness and density.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.publisherEmpresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária-
dc.publisherUniversidade Federal Rural da Amazônia-
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectEcossistema aquáticopt_BR
dc.subjectPerifítonpt_BR
dc.subjectEpilítonpt_BR
dc.subjectAlgaspt_BR
dc.subjectRio Xingu (Médio)pt_BR
dc.subjectPará - Estadopt_BR
dc.subjectAmazônia brasileirapt_BR
dc.titleDiversidade e abundância de algas epilíticas no setor do médio Rio Xingu-PApt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentCampus Universitário de Castanhal-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.publisher.initialsEMBRAPA-
dc.publisher.initialsUFRA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS-
dc.contributor.advisor1CAMARGO-ZORRO, Mauricio-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5423657235023988-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7580350245306352-
dc.description.resumoPerifíton é definido como uma complexa comunidade de microorganismos (fungos, algas, bactérias, animais), que juntamente com partículas orgânicas e inorgânicas encontra-se aderido firme ou frouxamente, a um substrato submerso. As algas epilíticas são organismos encontrados naturalmente em rios e ambientes de corredeiras, além de outros ecossistemas. O presente trabalho tem por objetivo, caracterizar quali e quantitativamente a comunidade epilítica do setor do médio rio Xingu, durante um ciclo anual. No canal principal do rio Xingu, foi selecionado o ambiente de corredeira das localidades Boa Esperança e Arroz Cru. O epilíton foi removido, devidamente identificado, e preservado em solução de Transeau e posteriormente analisado em laboratório. Foram listadas 132 espécies, distribuídas em 78 gêneros. A riqueza total observada para Boa Esperança e Arroz Cru, nos meses estudados, foram de 108 e 101 espécies, respectivamente. Dentre todas as classes, Bacillariophyceae expressou maior contribuição nas duas localidades em termos de riqueza e abundância. A espécie epilítica mais abundante foi Aulacoseira granulata (Ehrenberg) Simonsen (Bacillariophyceae), para os locais estudados. Em novembro/2006 e janeiro/2007 (enchente), ocorreram às maiores densidades média: 133 e 124 ind.cm-2 no ambiente fluvial Boa Esperança. No Arroz Cru foi de 107 e 90 ind.cm-2. O menor valor de densidade média ocorreu em março/2007 (cheia), com 26 ind.cm-2 no ambiente fluvial Boa Esperança e em agosto/2006 (enchente) com 15 ind.cm-2 no Arroz Cru. A diversidade do epilíton variou entre os períodos sazonais. A precipitação, o vento, a turbidez e os nutrientes, possivelmente influenciaram nas variações de abundância, riqueza e densidade.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciência Animal-
Appears in Collections:Dissertações em Ciência Animal (Mestrado) - PPGCAN/Castanhal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_DiversidadeAbundanciaAlgas.pdf1,61 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons