Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/4784
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorLOPES, Bruna Pedroso Tamegão-
dc.date.accessioned2014-02-14T16:58:38Z-
dc.date.available2014-02-14T16:58:38Z-
dc.date.issued2006-04-10-
dc.identifier.citationLOPES, Bruna Pedroso Tamegão. Avaliação dos fatores de risco associados à transmissão do HTLV-1 e do HTLV-2, em doadores de sangue, na cidade de Belém do Pará. 2006. 105 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Centro de Ciências Biológicas, Belém, 2006. Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4784-
dc.description.abstractIn order to define the epidemiological profile of the Human T-cell Lymphotropic Virus (HTLV-1 and HTLV-2) among inapt blood donors population, at the HEMOPA Foundation, in Belém, state of Pará, we analyzed 113 epidemiological forms, related with risk factors associated with these retrovirus transmission, among carriers and noncarriers of HTLV. We observed that 76% (n=50) of the inapt blood donors were infected by HTLV-1 and 24% (n=16) by HTLV-2; 62% (n=70) of the carriers were male and 38% (n=43) were female, with a tendency of infection in this gender (p=0,007). The risk factors which exhibited significant results were: have received blood transfusion (p=0,0003), more specifically to HTLV-2 (p=0,02); have been breastfeeding from non-mother (p=0,006), more specifically to HTLV-1 (p=0,04); have been submitted to surgery (p=0,01), discriminately to HTLV-1 (p=0,03) and HTLV-2 (p=0,04); share blades/shavers (p=0,02), more specifically to HTLV-1 (p=0,02); do not use condoms during sexual intercourse (p=0,0003), discriminately to HTLV-1 (p=0,001) and HTLV-2 (p=0,002). Despite of the diverse stages existing in the process of selection of blood donors, which the main objective is to eliminate potentials candidates carrying transmissible blood diseases, in special of chronic and asymptomatic course, exist bias that disable an exempt process of fails.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectDoenças transmissíveispt_BR
dc.subjectRetroviridaept_BR
dc.subjectVírus linfotrópico de células T humanas tipo 1pt_BR
dc.subjectVírus 2 linfotrópico T humanopt_BR
dc.subjectEpidemiologiapt_BR
dc.subjectDoadores de sanguept_BR
dc.subjectBelém - PApt_BR
dc.subjectPará - Estadopt_BR
dc.subjectAmazônia brasileirapt_BR
dc.titleAvaliação dos fatores de risco associados à transmissão do HTLV-1 e do HTLV-2, em doadores de sangue, na cidade de Belém do Parápt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Biológicas-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::EPIDEMIOLOGIA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA::IMUNOGENETICA-
dc.contributor.advisor1LEMOS, José Alexandre Rodrigues de-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0820294977759092-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0729089472045298-
dc.description.resumoCom o objetivo de definir o perfil epidemiológico da infecção pelos Vírus linfotrópico de células T humanas (HTLV-1 e HTLV-2), na população de doadores de sangue inaptos, da Fundação HEMOPA, na cidade de Belém do Pará, analisaram-se 113 fichas, em relação a fatores de risco associados à transmissão destes retrovírus, entre portadores e não portadores dos HTLV. Observou-se infecção em 76% (n=50) dos doadores inaptos pelo HTLV-1 e em 24% (n=16) pelo HTLV-2; 62% (n=70) dos portadores eram do sexo masculino e 38% (n=43) do sexo feminino, havendo uma maior tendência da infecção por indivíduos deste sexo (p=0,007). Os fatores de risco que exibiram resultados significativos foram: ter recebido transfusão sangüínea (p=0,0003), mais especificamente para HTLV-2 (p=0,02); ter sido amamentado por ama de leite (p=0,006), mais especificamente para HTLV-1 (p=0,04); ter sido submetido à cirurgia (p=0,01), discriminadamente para HTLV-1 (p=0,03) e HTLV-2 (p=0,04); compartilhar lâmina/barbeador (p=0,02), mais especificamente para HTLV-1 (p=0,02); não usar preservativo nas relações sexuais (p=0,0003), discriminadamente para HTLV-1 (p=0,001) e HTLV-2 (p=0,002). Apesar das diversas etapas existentes no processo de triagem de doadores de sangue, cujo objetivo é eliminar potenciais candidatos portadores de doenças transmissíveis pelo sangue, em especial as de curso crônico e assintomático, existem vieses que impossibilitam um processo isento de falhas.-
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários-
Appears in Collections:Dissertações em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (Mestrado) - PPGBAIP/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AvaliacaoFatoresRisco.pdf433,4 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons