Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4845
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2-Sep-2004
metadata.dc.creator: PINTO, Michele das Neves
metadata.dc.contributor.advisor1: VICENTE, Ana Carolina Paulo
Title: Bases moleculares da resistência ao mercúrio em bactérias Gram-negativas da Amazônia brasileira
Citation: PINTO, Michele das Neves. Bases moleculares da resistência ao mercúrio em bactérias Gram-negativas da Amazônia brasileira. 2004. 74 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2004. Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários.
metadata.dc.description.resumo: Mercúrio é um dos elementos mais tóxicos tanto para seres humanos como os demais animais. Em ambientes naturais seus compostos podem ter origem em fontes naturais ou em decorrência da ação do homem. A atividade microbiana tem papel crítico na biorremediação. A resistência ao mercúrio nas bactérias está associada a um conjunto de genes organizados no operon mer. Considerando este cenário realizamos um estudo com bactérias Gram-negativas isoladas de sedimento de rios de duas áreas com distintos graus de atividade antropogênica, Barreiras e Caxiuanã. A resistência ao mercúrio foi avaliada em ensaios de crescimento in vitro da bactéria em meio contendo Hg. A presença do operon mer foi determinada por PCR para os genes RTPCABD, componentes do operon. O ensaio in vitro, determinou que apenas 2 isolados dos 107 avaliados, Acinetobacter baumannii de Caxiuanã e Pseudomonas stutzeri de Barreiras, apresentavam resistência ao Hg. Um operon mer foi identificado e caracterizado apenas do isolado Acinetobacter baumannii. Este apresenta os genes RTPCAD e sua organização e seqüência nucleotídica possui identidade total com o operon mer de um isolado de Acinetobacter calcoaceticus da Rússia.
Abstract: Mercury is one of the most toxic elements, for both human and animals. Its compounds in natural environments can arise from natural and anthropogenic sources. Microbial activities play a critical rule in bioremediation. Mercury resistance in bacteria is associated with a gene cluster present on mer operon. Considering that picture we carried on a study with Gram-negative bacteria isolates from freshwater sediment from two areas with distinct anthropogenic impact, Barreiras and Caxiuanã. Resistance to Hg was evaluated by in vitro growing in medium containing Hg. The presence of mer operon was evaluated by PCR targeting RTPCABD mer gene sequences. The in vitro assay revealed that only two strains, from 107 isolates, were resistant to Hg the bacteria Acinetobacter baumannii from Caxiuanã and a Pseudomonas stutzeri from Barreiras. A mer operon was identified in the Acinetobacter baumannii strain and its sequencing revealed a organization as merRTPCAD and a complete nucleotide identity with a mer operon identified in a Acinetobacter calcoaceticus from Russia.
Keywords: Mercúrio
Resistência bacteriana
Bactérias Gram-negativas
Meio ambiente
Estação Científica Ferreira Penna (PA)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA::BIOLOGIA E FISIOLOGIA DOS MICROORGANISMOS::BACTEROLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (Mestrado) - PPGBAIP/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_BasesMolecularesResistencia.pdf919,97 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons