Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4853
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 14-Dec-2006
Authors: KALIL, Karolina Fonseca
First Advisor: CUNHA, Maristela Gomes da
First Co-Advisor: VALLINOTO, Antonio Carlos Rosário
Title: Polimorfismo do éxon 1 do gene da lectina ligadora de manose (MBL) em indivíduos expostos à malária causada por Plasmodium vivax
Citation: KALIL, Karolina Fonseca. Polimorfismo do éxon 1 do gene da lectina ligadora de manose (MBL) em indivíduos expostos à malária causada por Plasmodium vivax. 2006. 132 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Centro de Ciências Biológicas, Belém, 2006. Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários.
Resumo: Neste estudo analisamos a freqüência de polimorfismos no éxon 1 do gene 2 da lectina Ligadora de manose (MBL) em indivíduos expostos à malária causada por Plasmodium vivax. Foram analisadas amostras de 81 indivíduos primoinfectados e 250 não infectados. Os indivíduos não infectados constituíram dois grupos, um que relatou nunca ter tido malária e o outro que teve de 1 a 4 ou mais episódios da doença. No grupo infectado, foi investigada a associação entre os polimorfismos e a suscetibilidade à infecção, a intensidade dos sinais e sintomas clínicos e a parasitemia. As mutações foram identificadas por reação em cadeia da polimerase e análise de restrição. O grupo infectado apresentou distribuição de freqüências alélicas e genotípicas diferente do grupo não infectado. As freqüências dos alelos MBL*A, MBL*B, MBL*C e MBL*D nos indivíduos infectados foram 64,20%, 19,75%, 0,00% e 15,43%, nos não infectados que nunca tiveram malária as freqüências foram 72,96%, 14,80%, 3,06% e 9,18%, e nos não infectados que relataram episódio prévio de malária as freqüências foram 74,67%, 14,81%, 2,30% e 8,22%, respectivamente. O alelo MBL*B foi associado à sintomatologia intensa e ao aumento na parasitemia, enquanto o alelo MBL*D foi associado às parasitemias mais baixas. No grupo não infectado, a distribuição das freqüências alélicas e genotípicas variou com o número de episódios e o tempo decorrido após o último episódio de malária. As variantes MBL*B e MBL*D contribuíram para essa variação. Esse foi o primeiro estudo para avaliar o impacto desses polimorfismos do gene da lectina ligadora de manose na resposta imune inata em indivíduos expostos naturalmente à malária causada por Plasmodium vivax.
Abstract: In this study we evaluated the frequency of polymorphism in exon 1of gene 2 of mannose-binding lectin (MBL) in individuals exposed to malaria caused by Plasmodium vivax. We analized 81samples from primo-infected and 250 from non- infected individuals. In the non-infected group were included individuals that reported never had malaria and individuals that have had 1 to 4 or more malaria episodes. In this study we analized the association between polymorphisms and susceptibility to infection, intensity of signals and clinical symptoms and parasitaemia. Polymorphisms in MBL gene were detected by polymerase chain reaction (PCR) and restriction analysis. The infected group presented allele and genotype frequency distribution different from non-infected group. The frequencies of the alleles MBL*A, MBL*B, MBL*C and MBL*D in infected individuals were 64.20%, 19.75%, 0.00% and 15.43%, in non-infected individuals that had never had malaria the frequencies were of 72.96%, 14.80%, 3.06% and 9.18%, and in non-infected individuals that have reported previous episode of malaria the frequencies were 74.67%, 14.81%, 2.30% and 8.22%, respectively. The allele MBL*B was associated with intense symptomology and increase in parasitemia, whereas the allele MBL*D was associated with lower parasitemias. In non-infected group, allele and genotype frequency varied according to the number of episodes and the time after the last malaria episode. The alleles MBL*B and MBL*D contributed for this variation. This was the first study to evaluate the impact of these polymorphisms of MBL gene in innate immune response of individuals naturally exposed to malaria caused by Plasmodium vivax.
Keywords: Doenças transmissíveis
Malária
Plasmodium vivax
Lectinas de ligação a manose
Polimorfismo genético MBL
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários
Appears in Collections:Dissertações em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (Mestrado) - PPGBAIP/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PolimorfismoExon1Gene.pdf537,33 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons