Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4866
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 23-Jun-2008
Authors: MADEIRA, Lucimar Di Paula dos Santos
First Advisor: ISHAK, Marluísa de Oliveira Guimarães
Title: Prevalência dos Vírus linfotrópico de células T humanas 1 e 2 (HTLV-1 e HTLV-2), Herpesvírus humano 5 (Citomegalovírus) e Vírus da hepatite B (VHB) em mulheres grávidas portadoras do Vírus da imunodeficiência humana 1 (HIV-1) do Estado do Pará, e Tocantins
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura
Programa Nacional de DST/AIDS
Citation: MADEIRA, Lucimar Di Paula dos Santos. Prevalência dos Vírus linfotrópico de células T humanas 1 e 2 (HTLV-1 e HTLV-2), Herpesvírus humano 5 (Citomegalovírus) e Vírus da hepatite B (VHB) em mulheres grávidas portadoras do Vírus da imunodeficiência humana 1 (HIV-1) do Estado do Pará, e Tocantins. 2008. 172 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários.
Resumo: A prevalência da infecção por agentes virais, como o HTLV, o VHB e o CMV ainda é pouco conhecida na população de mulheres grávidas portadoras do HIV-1 na Região Norte do Brasil. Este trabalho teve como objetivo descrever a soroprevalência das infecções pelo HTLV, CMV e VHB em grávidas portadoras do HIV-1 atendidas em um centro de referência do Pará e de Tocantins. Foram coletas amostras de sangue de 47 mulheres grávidas portadoras do HIV-1, procedentes de várias localidades do estado do Pará, no período de agosto de 2005 a janeiro de 2008 e de 18 mulheres grávidas portadoras do HIV-1 oriundas de várias localidades do estado de Tocantins no período de maio a outubro de 2007. As amostras foram submetidas a um ensaio enzimático do tipo ELISA para a detecção de anticorpos anti-HTLV, anti-VHB (anti-HBc total, anti-HBc IgM, anti-HBs, HBsAg) e anti-CMV IgM/IgG. A análise sorológica revelou que nenhuma das amostras de soro de ambos os estados foi positiva para o anti-HTLV e anti-CMV IgM. Entretanto, todas as amostras de ambos os estados apresentaram anticorpos anti-CMV IgG. A prevalência da infecção pelo VHB em grávidas portadoras do HIV-1 do estado do Pará foi de 19,1% e em Tocantins essa prevalência foi de 27,8%. Apenas no Estado de Tocantins verificamos que houve apenas uma grávida (5,6%) co-infectada HIV-1/VHB. A prevalência da co-infecção HIV/HTLV é baixa nas populações examinadas, assim como a ocorrência da infecção aguda pelo CMV. Entretanto, verificou-se um grande número de mulheres de ambos os estados ainda suscetíveis à infecção pelo VHB, o que sugere que estas populações devam ser vacinadas contra o VHB.
Abstract: The prevalence of the infection for viral agents, as HTLV, HBV and CMV is still little known in the women's pregnant infected by HIV-1 in the North region of Brazil. This work had as objective describes the soroprevalence of the infections for HTLV, CMV and HBV in pregnant infected by HIV-1 attended in a center of reference of Pará and of Tocantins. Blood samples were collected of 47 women's pregnant infected by HIV-1, coming from several places of the state of Pará, in the period of August of 2005 to January of 2008 and of 18 women pregnant infected by HIV-1 originating from of several places of the state of Tocantins in the period of May to October of 2007. The samples of were screened to an enzyme-linked immunosorbent assay of the type ELISA to determine the presence of antibodies to HTLV, HBV (anti- HBc total, anti-HBc IgM, anti-HBs, HBsAg) and CMV IgM/IgG. The serological analysis detected that none of the samples of serum of both states was not positive for the HTLV and CMV IgM. However, all of the samples of both states detected the presence of antibodies to CMV IgG. The prevalence of the infection HBV in pregnant infected by HIV-1 of the state of Pará it was of 19,1% and in Tocantins that prevalence was of 27,8%. Only in the state of Tocantins verified that there was just one pregnant (5,6%) coinfected HIV-1/VHB. The prevalence of the coinfection HIV/HTLV is low in the examined populations, as well as the occurrence of the acute infection for CMV. However, check that a great number of women of both states still susceptible to the infection for HBV, what suggests that these populations should be vaccinated against HBV.
Keywords: Doenças transmissíveis
HIV-1
Vírus linfotrópico de células T humanas tipo 1
Vírus 2 linfotrópico T humano
Vírus da hepatite B
Citomegalovírus
Mulheres
Soroprevalência
Gravidez
Pará - Estado
Tocantins - Estado
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA::IMUNOGENETICA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA::BIOLOGIA E FISIOLOGIA DOS MICROORGANISMOS::VIROLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (Mestrado) - PPGBAIP/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PrevalenciaVirusLinfotropico.pdf1,87 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons