Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4880
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 27-Jun-2005
Authors: MUTO, Nilton Akio
First Advisor: VALLINOTO, Antonio Carlos Rosário
Title: Polimorfismo da região promotora do gene MBL (Mannose-Binding Lectin) e o seu impacto na infecção pelo Vírus da imunodeficiência humana 1 (HIV-1) e na progressão da SIDA/AIDS
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: MUTO, Nilton Akio. Polimorfismo da região promotora do gene MBL (Mannose-Binding Lectin) e o seu impacto na infecção pelo Vírus da imunodeficiência humana 1 (HIV-1) e na progressão da SIDA/AIDS. 2005. 99 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Centro de Ciências Biológicas, Belém, 2005. Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários.
Resumo: Um emergente interesse à MBL tem surgido, devido a sua importância no sistema imune inato. Recentes estudos relatam uma influência do polimorfismo na região promotora nas regiões -550 (H/L) e -221 (X/Y) do gene MBL, com a deficiência do sistema imune à determinados patógenos. O objetivo do presente estudo é investigar a associação entre o polimorfismo na região promotora do gene MBL e a infecção pelo HIV-1e a progressão à SIDA/AIDS. No estudo foi feita identificação destes alelos em uma população de 127 pacientes soropositivos para HIV-1 e em 97 indivíduos soronegativos, a partir da técnica de SSP-PCR, utilizando-se seqüências de iniciadores específicos para cada variante. A evolução da infecção nos pacientes soropositivos foi avaliada por meio da contagem de linfócito T CD4+ e da carga viral plasmática. As distribuições nas freqüências alélicas e haplotípicas entre os grupos de portadores do HIV-1 e nos controles soronegativos não apresentaram diferenças estatisticamente significantes (p>0,05). Entretanto, pacientes soropostivos portadores do haplótipo HY apresentaram uma maior contagem e uma evolução significativa no número de linfócitos T CD4+; e uma menor contagem e maior redução da carga viral plasmática, em relação aos pacientes portadores dos haplótipos LY, LX e HX. Os resultados do presente estudo mostram que a presença de haplótipos relacionados a médios e baixos níveis séricos de MBL podem ter um papel direto na forma como o paciente soropositivo evolui laboratorialmente. Desse modo, conclui-se que a caracterização dos haplótipos da região promotora do gene MBL em portadores da infecção pelo HIV-1 pode ser importante na avaliação do prognóstico de evolução da SIDA/AIDS.
Abstract: An emergent interest in MBL was appeared in consequence the great importancefor the immune system. At the current study, the prevalence of mutations in -550 (H/L) and -221 (X/Y) MBL gene regions and its impact on the infection by HIV-1 in a population of 128 HIV-1 seropositive and in 97 seronegative patients was evaluated. The alleles identification was performed through SSP-PCR method, using specific primers sequence to each variant. The infection evolution in seropositive patients was evaluated throughout CD4+ T-cell counting and plasma viral load. The relation of allele and haplotype frequencies between HIV-1 carriers and seronegative control patients did not show statistically significant differences (p> 0.05). The evaluation of CD4+ T-cell mean showed lower levels between seropositive patients who showed LY, LX and HX haplotypes, when compared to seropositive patients showing HY haplotype. These low levels were noticed both at the first (300.8 cells/mL x 405.0 cells/mL) and the second laboratorial evaluation (316.9 cells/mL x 449.9 cells/mL). The plasma viral load mean was higher between seropositive patients who carried LY, LX and HX haplotypes than seropositive patients showing HY haplotype (34,516 copies/mL x 27,482.7 copies/mL). The current study outcomes show that presence of haplotypes related to medium and low MBL serum levels might have a direct role on the way seropositive patient’s laboratorial evolution occurs. Therefore, it was concluded that haplotypes identification in the promoter region of MBL gene in the HIV-1 infection carriers might be relevant in the prognosis evaluation of AIDS progression.
Keywords: Doenças transmissíveis
HIV-1
Polimorfismo genético MBL
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Lectinas de ligação a manose
Haplótipos
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA::BIOLOGIA E FISIOLOGIA DOS MICROORGANISMOS::VIROLOGIA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários
Appears in Collections:Dissertações em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (Mestrado) - PPGBAIP/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PolimorfismoRegiaoPromotora.pdf845.53 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons