Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/4905
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 8-Oct-2013
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, Karla Caroline Marques de
metadata.dc.contributor.advisor1: NASCIMENTO, José Luiz Martins do
metadata.dc.contributor.advisor-co1: MACCHI, Barbarella de Matos
Title: Papel do óxido nítrico na infecção malárica por P. gallinaceum
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
FAPESPA - Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas
Citation: OLIVEIRA, Karla Caroline Marques de. Papel do óxido nítrico na infecção malárica por P. gallinaceum. 2013. 62 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2013. Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular.
metadata.dc.description.resumo: Malária é uma das mais incidentes doenças infecciosas do mundo. Na Amazônia existem muitos casos de malária causados principalmente por duas espécies de protozoários, o Plasmodium vivax e o Plasmodium falciparum, sendo este último responsável pela maioria dos casos de malária grave, que geralmente levam a morte devido ao acometimento de múltiplos órgãos, como o cérebro. Um dos mediadores químicos amplamente estudados nessa patogênese é o Óxido Nítrico (NO), o qual apresenta papel controverso. Atualmente duas hipóteses principais são apontadas como potencializadoras na patogênese. Uma, que a MC é causa da superprodução de NO, produzido pela Óxido Nítrico Sintase Neuronal (nNOS), após um quadro de hipóxia. Outra, diz que a MC é a causa da resposta exacerbada do sistema imunológico com produção de NO pela Óxido Nítrico Sintase Induzida (iNOS), presente nos macrófagos quando ativados pro determinantes antigênicos. Devido grande relevância da doença e dificuldade em enteder a patologia, modelos experimentais têm sido estabelecidos com a finalidade de esclarecer vias potenciais da evolução para MC, dentre eles o modelo de malária aviária causada pelo Plasmodium gallinaceum. Pouco se sabe sobre o seu papel do NO em modelos de malária aviária, principalmente devido inexistência de marcadores específicos para avaliar expressão das enzimas de síntese. Diante disso é importante estabelecer protocolos de purificação da iNOS de galinhas para a produção de um possível marcador. Para tanto se faz necessário investigar o papel do NO durante a malária aviária, em modelo experimental in vivo e in vitro, com linhagens de macrófagos de galinha HD11. Animais infectados com P. gallinaceum tratados com aminoguanidina (AG), um inibidor da produção de NO, tiveram maior sobrevida, além de menores níveis de nitrito no plasma e em macrófagos derivados de monócitos do sangue periférico, sugerindo a inibição da iNOS. Nos experimentos in vitro, células HD11 tratadas com LPS mostraram produção aumentada de NO, inferindo aumento na expressão e atividade da iNOS. Na separação proteica, observamos padrões diferentes que podem ser associados a uma elevada expressão da iNOS nos macrófagos ativados com LPS. Esse estudo proporcionará o melhor entendimento do modelo de malária aviária em galinhas, incluindo a cerebral, e envolvimento do sistema nitrérgico em galinhas infectadas com P. gallinaceum.
Abstract: Malaria is a severe infectious disease caused by parasites of the genus Plasmodium that infect different types of vertebrate’s hosts and is responsible for a huge number of deaths. The severe Malaria can lead to death and involves different pathophysiological signs as well as anemia and inflammation. Experimental models are necessary to improve the knowledge about mechanisms involved at the pathogenesis of the disease and the developing new protocols of treatment. Chickens infected with P. gallinaceum are a good model of malaria due to phylogenetic relatedness with human Plasmodium and because both species presents common clinical signs as cerebral malaria. The Nitric Oxide (NO) is an important effector molecule, but little is known about their role in malaria on chickens, meanly due to the lack of specific markers to evidence the NO production in this model. It is known that chickens infected with P. gallinaceum has a high mortality and causes an overproduction of nitrite by macrophages. The animals, when treated with aminoguanidine (AG), an inhibitor of inducible oxide nitric synthase (iNOS), showed a higher level of parasitemia. However, the rate of survivor was superior, beyond the clinical manifestations, as milder anemia. It is necessary to achieve a better comprehension about physiological aspects of avian malaria with the inhibition of NO’s production by the AG. In the context , the present study aims to investigate NOS activity and the role of NO during the avian malaria infection, with in vivo models, using P. gallinaceum as pathological agent , and in vitro with chicken’s macrophage of HD11 strain. This research will give a better understanding of avian malaria in chickens, including cerebral, and the involvement of nitrergic system in infected chickens.
Keywords: Doenças infecciosas
Doenças transmissíveis
Malária
Plasmodium gallinaceum
Óxido nítrico sintase
Óxido nítrico
Aminoguanidina
Macrófagos HD11
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MORFOLOGIA::CITOLOGIA E BIOLOGIA CELULAR
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA::FARMACOLOGIA BIOQUIMICA E MOLECULAR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Neurociências e Biologia Celular (Mestrado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PapelOxidoNitrico.pdf1,15 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons