Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4928
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 27-Dec-2013
metadata.dc.creator: BARRETTO, Adriana Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: FELÍCIO, João Soares
metadata.dc.contributor.advisor-co1: YAMADA, Elizabeth Sumi
Title: Micobacteriose não tuberculosa pulmonar em hospital de referência no Estado do Pará: espécies mais frequentes, apresentação radiológica e evolução clínica
Other Titles: Pulmonary nontuberculous mycobacteriosis in the State of Pará: most prevalent species, radiological, presentation and follow-up
Citation: BARRETTO, Adriana Rodrigues. Micobacteriose não tuberculosa pulmonar em hospital de referência no Estado do Pará: espécies mais frequentes, apresentação radiológica e evolução clínica. 2013. 62 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Saúde, Belém, 2013. Programa de Pós-Graduação em Oncologia e Ciências Médicas.
metadata.dc.description.resumo: As micobactérias não tuberculosas (MNT) estão amplamente presentes no ambiente, tendo sido isoladas em águas naturais, sistemas de distribuição de água, solo e animais. Caracterizam-se pela presença de ácido micólico na parede celular. Em geral, são adquiridas através de inalação de gotículas de água contendo micobactérias. Podem causar formas variadas de doença como linfadenite, pulmonar, cutânea e disseminada. São patógenos oportunistas, com patogenicidade variável, que requerem defeitos na imunidade local ou sistêmica, congênitos ou adquiridos para causar doenças em humanos. Foram avaliados aspectos epidemiológicos, clínicos e radiológicos de 44 casos de micobacteriose não tuberculosa na forma pulmonar no Hospital João de Barros Barreto (HUJBB) através de estudo retrospectivo e foram tratados e acompanhados 21/44 (47,7%) pacientes durante um período de seis a dezessete meses através de estudo do tipo coorte prospectivo. Os dados mostraram um incremento de mais de 100% no número de casos a partir do ano de 2010 em relação aos anos anteriores no HUJBB. As micobactérias mais isoladas foram M. intracellulare (22,7%) e M. massiliense (20,5%). As condições mais frequentemente associadas à doença incluíram tratamento prévio para tuberculose (93,2%), bronquiectasias (59%), HIV (11,4%), asma (9,1%) e doença pulmonar obstrutiva crônica (9,1%). Não foram observadas diferenças nos aspectos radiológicos entre as espécies, exceto na análise das radiografias de tórax, onde atelectasias foram mais frequentes nos grupo M. massiliense do que no grupo de M. abscessus. A resposta ao tratamento de acordo com a análise das culturas para micobactérias mostrou que em 58,8% dos casos ocorreu negativação, persistência da positividade em 11,7% e positividade após negativação inicial em 11,7%. Durante o período de acompanhamento, a taxa de óbito foi de 17,7%. Os dados sugerem que a forma pulmonar da micobacteriose não tuberculosa tem se tornado uma doença com importância cada vez maior em nossa região. Adicionalmente, a resposta ao tratamento tem sido bastante satisfatória quando comparada à literatura. Entretanto, é necessário um seguimento desses pacientes por período mais prolongado para estabelecer o real desfecho da nossa abordagem terapêutica.
Abstract: The nontuberculous mycobacteria are present in environment and has been isolated from natural waters, soil, animals and water distribution systems. It’s characterized by the presence of mycolic acid in the cell wall. In general, the disease is acquired through inhalation of droplets containing mycobacteria. This disease can manifest itself in many ways as lymphadenitis, pulmonary, cutaneous and disseminated. They are opportunistic pathogens of variable pathogenicity. Immunity defects, local or systemic, are required to cause disease in humans. We evaluated epidemiological, clinical and radiological features of 44 cases with pulmonary nontuberculous mycobacteriosis at Hospital Universitário João de Barros Barreto. In addition, we treated and followed 21/44 (47,7%) patients during a period of six to seventeen months in a prospective cohort study. There was an increase more than 100% in the number of cases in 2010 when compared to previous years. The most frequently isolated mycobacterias were M. intracellulare (22.7%) and M. massiliense (20.5%). The conditions associated included previous treatment for tuberculosis (93.2%), bronchiectasis (59%), HIV (11.4%), asthma (9.1%) and chronic obstructive pulmonary disease (9.1%). In general, there were no differences between NTM groups in radiological aspects, but when we analyzed chest radiographs, we found atelectasis more frequently in M. massiliense group vs. M. abscessus group. When we considered mycobacterial cultures, there was a good treatment outcome. Negative, persistent positive and positive after an initial negative culture occurred in 58,8%, 11,7% and 11,7% of patients, respectively. During the follow-up period, the death rate was 17,7%. Our data suggest that of pulmonary nontuberculous mycobacteriosis has become a disease with increasing importance in our region. Additionally, the response to treatment performed in major hospital has been quite satisfactory when compared to literature. However, it is necessary to follow these patients for a longer period to determine the actual success rate of our therapeutic approach.
Keywords: Doenças transmissíveis
Micobactérias não tuberculosas
Epidemiologia
Belém - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA::BIOLOGIA E FISIOLOGIA DOS MICROORGANISMOS::BACTEROLOGIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::PNEUMOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Pesquisas em Oncologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Oncologia e Ciências Médicas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Oncologia e Ciências Médicas (Mestrado) - PPGOCM/NPO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MicobacterioseTuberculosaPulmonar.pdf580,25 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons