Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4953
Compartilhar:
Type: Tese
Issue Date: 11-Dec-2010
Authors: BELTRÃO, Manuela Cavaleiro de Macêdo
First Advisor: BRITO, Regina Célia Souza
Title: Convergências e/ou divergências no sistema de crenças e práticas parentais: comparação entre duas amostras amazônicas
Other Titles: Convergence and divergence in cultural belief system and parenting practices: a comparison of two amazon samples
Sponsor: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: BELTRÃO, Manuela Cavaleiro de Macêdo. Convergências e/ou divergências no sistema de crenças e práticas parentais: comparação entre duas amostras amazônicas. 2010. 162 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Belém, 2010. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
Resumo: A proposta desta pesquisa foi identificar convergências e divergências nas crenças, metas de socialização e práticas de cuidados parentais em dois contextos ecológicos amazônicos, buscando analisar a relação entre fatores biológicos e ecoculturais. Participaram da pesquisa 99 mães de duas localidades: Belém – capital (CEU – contexto ecológico urbano – N=50) e Santa Bárbara (CENU – contexto ecológico não urbano – N=49), com idade superior a 18 anos com pelo menos uma criança com idade entre 0 e 6 anos . Os dados foram coletados por meio de entrevistas em que se aplicavam questionários e para análise destes foram utilizados critérios estatísticos e o respaldo teórico da Psicologia Evolucionista. Os dados indicaram que as comunidades estudadas em relação aos dados socio-demográficos diferem de forma sistemática uma da outra, em função dos níveis de desenvolvimento tecnológico e diferentes organizações para o contexto social. O mundo social das crianças de CENU e de CEU representam contextos desenvolvimentais que oferecem diferentes oportunidades. A literatura aponta que as trocas sociais estabelecidas entre crianças e cuidadores podem refletir sobre o desenvolvimento da criança em relação ao aspecto cognitivo, emocional e social. Os resultados encontrados indicam que as mães de CEU apesar de terem sido mais autônomas que as de CENU, foram ao mesmo tempo mais relacionais que as mesmas, demonstrando que talvez as mudanças que atingem os contextos, ocorram com mais rapidez em ambientes urbanizados. Além disso, os dados parecem indicar que os contextos por estarem em um momento de transição passam de um modelo interdependente para um modelo autônomo-relacional. Entretanto, foi possível perceber que as idéias que as mães possuem sobre a importância de determinadas ações nem sempre refletem suas práticas. Em relação aos cuidados primários as mães parecem valorizar e realizar de igual modo. Em relação ao Contato corporal as mães de CENU valorizam mais que as mães de CEU. Em estimulação corporal o resultado foi bastante interessante, pois os itens que CEU deu mais importância e praticou menos, foram os mesmos itens em que CENU deu menos importância e praticou mais. No que tange a estimulação por objeto as mães de CEU dão mais importância as praticas do que as realizam e vice-versa acontece em CENU. Ao sistema face-a-face foi atribuída maior importância pelas mães de CEU. Os dados apresentados sugerem que as mães de ambos os contextos estão utilizando estratégias parentais distais e proximais ao mesmo tempo, ou seja, desejam que seus filhos se tornem auto-suficientes, mas também desejam que os mesmos sejam respeitosos e obedientes. Além disso, os resultados aqui encontrados confirmam que os quatro sistemas descrevem as experiências interacionais das crianças e expressam a ênfase cultural de combinações e estilos particulares. Não foram encontradas diferenças marcantes nas crenças e práticas de cuidados maternos entre CEU e CENU, o que nos levou a considerar que as crenças parentais, em consequência à adaptação ao contexto, variaram menos conspicuamente nas cidades escolhidas do que entre outras cidades examinadas em outros estudos. Outra questão bastante interessante encontrada foi o resultado relativo ao nível de instrução das mães de CEU e a valorização de metas relacionais, pois de acordo com a hipótese na literatura o nível educacional das mães torna-se uma variável importante em relação às metas de socialização. CENU demonstrou uma tendência para metas e práticas relacionais. Isso se deve ao modo de vida mais próximo do protótipo de interdependência que este contexto apresenta, no qual as mães tendem a valorizar as normas e regras determinadas pela família ou grupo ao qual pertencem. Os resultados referentes ao CEU não confirmaram a hipótese de que ele apresentaria mais metas e práticas voltadas para a independência, sendo percebido que Belém apresenta tanto características do modelo de independência como de interdependência. Presume-se que CEU e CENU são contextos que passam por mudanças, uma vez que as mães podem acreditar em uma coisa e na realidade agir de outra forma.
Abstract: The purpose of this research was to identify convergecies and divergencies in ethnotheories, socialization goals and parenting practices in two Amazonian ecological contexts, trying to analyze the relationship between biological and ecoculturals factors. Ninety nine mothers participated of the research: Fifty from Belém ( CEU – Urban context) and forty nine from Santa Barbara ( CENU – non urban context) . The mothers aged over 18 years with at least one child aged between 0 and 6 years. Data were collected through interviews and questionnaires were applied for the data analysis were applied statistical criteria and theoretical support of Evolutionary Psychology. The data indicated that the communities studied in relation to sociodemographic data differ systematically from one another, depending on the levels of technological development and organizations of social context. The social world of children from CEU and CENU represent developmental contexts that offer different opportunities. The literature indicates that the established social exchanges between children and caregivers can reflect on the child's development in relation to the cognitive, emotional and social. The results indicate that mothers of CEU despite being more autonomous than those of CENU were relational too, showing that perhaps the changes that affect the context, occurring faster in urbanized environments. Moreover, the data seem to indicate that the contexts are transition from the interdependent model to an autonomousrelational model. However, it is noted that the ideas that mothers have about the importance of certain actions do not always reflect their practices. In relation to primary care mothers seem to appreciate and perform equally. Mothers of CENU value more than mothers of CEU the body contact. The results directed to body stimulation were very interesting, because the items that were more important and charged by CEU mothers were the same that were less important and charged by CENU mothers. With respect to object stimulation CEU mothers give more importance to the practices than carrying out the practices and vice versa happens in CENU. The mothers of CEU attributed greater importance to face face system. Our data suggest that mothers of both contexts are using distal and proximal parenting strategies at the same time, or want their children to become self-sufficient, but also want them to be respectful and obedient. Moreover, our findings confirm that four systems describe the interactional experiences of children and express the cultural emphasis of particular styles and combinations. There were no significant differences in beliefs and practices between CEU and CENU mothers, which led us to consider that parental beliefs, therefore adapt to context, varied less conspicuously in the selected cities than in other cities examined in other studies. Another issue found that was very interesting was about the CEU mothers’ educational level and the valorization of relational goals, because according literature, the educational level of mothers becomes an important variable in relation to socialization goals. CENU has shown a tendency to relational practices and relational goals. This context provides a way of life closer to the interdependence model, in which mothers tend to value the norms and rules determined by the family or group to which they belong. The hypothesis that practices and goals of CEU would be more independent could not be confirmed, so we realized that this context features both independent and interdependent models. It was assumed that CENU and CEU contexts are undergoing changes, since mothers may believe one thing and actually doing otherwise.
Keywords: Psicologia evolucionista
Crenças parentais
Crenças maternas
Desenvolvimento infantil
Estratégias de cuidado parenteral
Belém - PA
Santa Bárbara - PA
Pará - Estado
Amazônia Brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
Program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
Appears in Collections:Teses em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Doutorado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_ConvergenciasDivergenciasSistema.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons