Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4955
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 5-Apr-2011
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, Fabiana Pereira Sabino de
metadata.dc.contributor.advisor1: FERREIRA, Eleonora Arnaud Pereira
Title: Instrução como estratégia de enfrentamento para a realização de curativo sem sedação em enfermaria com crianças vítimas de queimadura
Other Titles: Instruction as a coping strategy for the realization of dressing in a ward with child burn victim
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: OLIVEIRA, Fabiana Pereira Sabino de. Instrução como estratégia de enfrentamento para a realização de curativo sem sedação em enfermaria com crianças vítimas de queimadura. 2011. 110 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Belém, 2011. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
metadata.dc.description.resumo: A queimadura corresponde ao quadro resultante da ação direta ou indireta do calor do fogo, de substâncias químicas ou da eletricidade sobre o organismo humano. Alguns estudos apontam as crianças como as maiores vítimas. Procedimentos inerentes ao processo de recuperação são reconhecidos como particularmente dolorosos. A frequência de procedimentos médicos invasivos, situação constante ao paciente vítima de queimadura, favorece a emissão de comportamentos concorrentes pela criança, bem como pode ocasionar a generalização do caráter aversivo do procedimento invasivo para estímulos presentes no ambiente, justificando estudos sobre a eficácia de intervenções neste contexto. A pesquisa foi dividida em dois estudos com objetivos específicos. Estudo 1 (n=5): caracterizar comportamentos de crianças vítimas de queimadura emitidos durante procedimento de curativo sem sedação em enfermaria e comparar a frequência de comportamentos concorrentes e não concorrentes emitidos por estas crianças em duas sessões consecutivas deste procedimento. Estudo 2 (n=2): analisar os efeitos do uso de instrução sobre a frequência de comportamentos concorrentes e não concorrentes em crianças vítimas de queimadura durante procedimento de curativo sem sedação em enfermaria. Participaram sete crianças (4 meninos e 3 meninas; 7 a 12 anos) vítimas de queimadura em área corporal inferior a 70% e seus acompanhantes, selecionados em um Centro de Tratamento de Queimados (CTQ). Como instrumentos, foram utilizados: (a) Protocolo de consulta à equipe de saúde; (b) Lista de Verificação Comportamental para crianças/adolescentes (CBCL 6-18anos); (c) Roteiro de entrevista com a criança; (d) Escala de observação comportamental OSBD (Observation Scale of Behavioral Distress); (e) Escala facial para avaliar a percepção de dor da criança (FACES); e (f) Manual de instrução sobre o procedimento de curativo. No Estudo 1, observou-se maior frequência de comportamentos concorrentes sobre os não concorrentes nas duas sessões de curativo. No Estudo 2, após o uso do Manual de instrução, observou-se redução estatisticamente significante na frequência do comportamento concorrente Choramingar (= 0,0447) e aumento significativo (= 0,0324) na frequência do comportamento não concorrente Auxiliar na execução do procedimento. Houve correlação significativa (p-valor = 0,0066) entre a frequência de comportamentos não concorrentes entre as crianças do Estudo 1 e as que participaram do Estudo 2, sugerindo que a intervenção, por meio de instruções, foi eficaz para aumentar a frequência de comportamentos não concorrentes nas crianças participantes do Estudo 2.
Abstract: One may define “burn” as the resulting picture or the outcome of a direct or indirect action of heat, chemical compounds or electricity over the human organic structure. Some studies point out children as the majority of victims. Procedures, inherent to the process of recovery, are known to be particularly painful. The frequency of invasive medical procedures on burn-victims, favors the production of concurrent behaviors from the child and can lead to the generalization of the aversive feature of the invasive procedure to stimuli existing in the environment, thus justifying studies over the effectiveness of such invasive interventions. The research was divided into two studies with specific objectives. Study 1 (n = 5): to characterize behaviors of children which are burn-victims, produced during curative procedures without sedation in wards and to compare the frequency of concurrent and non-concurrent behaviors generated by these children in two consecutive sessions of this procedure. Study 2 (n = 2): to analyze the effects of the use of instruction on the frequency of concurrent and non-concurrent behaviors in children which are burn-victims during the curative procedure without sedation in wards. Seven children (four boys and three girls, ages 7-12) victims of burns on body lower areas inferior to 70% and their companions, selected from a Burn Treatment Center (BTC) participated. The following were used as instruments: (a) Health Care Team Consultation Protocol, (b) Child Behavioral Check List (CBCL 6-18 years), (c) Guide Book for interviewing the child, (d) Observation scale of behavioral distress OSBD, (e) Scale to evaluate the child’s facial pain perception and (f) Instruction Manual on curative procedures. In Study 1, it was noticed a higher frequency of concurrent behavior over the non- concurrent one in two sessions of curative procedures. In Study 2, upon using the Instruction Manual, it was noticed a statistically significant reduction in the frequency of the concurrent behavior Whimpering (p-value = 0.0447) and a significant increase (p-value = 0.0324) in the frequency of non-concurrent behavior Assistant in the implementation of the procedure. There was a significant correlation (p-value = 0.0066) between the frequency of non-concurrent behaviors among children in Study 1 and those who participated in Study 2, therefore suggesting that the intervention was effective in increasing the frequency of non-concurrent behaviors in children participating in Study 2.
Keywords: Psicologia da criança
Medicina do comportamento
Queimadura
Crianças
Curativo sem sedação
Escala de observação comportamental
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::TRATAMENTO E PREVENCAO PSICOLOGICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Doutorado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_InstrucaoComoEstrategia.pdf1,31 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons