Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4956
Compartilhar:
Type: Tese
Issue Date: Jun-2008
Authors: BAHIA, Celi da Costa Silva
First Advisor: MAGALHÃES, Celina Maria Colino de
First Co-Advisor: PONTES, Fernando Augusto Ramos
Title: O pensar e o fazer na creche: um estudo a partir de crenças de mães e professoras
Other Titles: The thinking and making in a Day-Care Center: a study about the mothers and teachers’ beliefs
Citation: BAHIA, Celi da Costa Silva. O pensar e o fazer na creche: um estudo a partir de crenças de mães e professoras. 2008. 240 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
Resumo: Fundamentadas nos pressupostos do modelo bioecológico, essa investigação dirigiu o olhar para a creche como um sistema composto por vários subsistemas (ambiente físico, família, profissionais e as crianças) que se interinfluenciam. Assim, a compreensão da função educativa dessa instituição perpassa pela leitura de diferentes sistemas que interferem no trabalho desenvolvido com e para as crianças. Estudiosos têm argumentado que uma das razões para se investigar as crenças dos cuidadores é a ligação entre a maneira como os adultos pensam e as formas como eles se relacionam com as crianças. Vêm apontando também a necessidade de se dar continuidade aos processos proximais para que o desenvolvimento ocorra. Abordamos as crenças de mães e professoras de creche sobre o desenvolvimento da criança, bem como a influência dessas concepções das profissionais nas relações que estabelecem com as crianças e com os familiares. O presente estudo tem por objetivo conhecer as crenças de mães e professoras de creche sobre o desenvolvimento da criança e da relação creche-família, bem como relacionar as crenças das profissionais com suas crenças sobre o trabalho com e para as crianças e destas com as relações existentes entre subsistemas que interagem no dia-a-dia creche. Fizeram parte do estudo, 32 adultos (16 mães e 16 professoras) e uma média de 40 crianças que freqüentavam uma creche pública da cidade de Belém. O critério adotado para a seleção desta creche foi o espaço físico, pois na rede municipal ela é considerada a que apresenta melhor estrutura. Para a coleta de dados, utilizou-se a observação e o grupo focal. Neste, abordou-se os seguintes eixos: a criança, a relação creche-família, e o trabalho da creche. Os dados observacionais foram analisados tendo por referência o estudo realizado por Bondioli (2004) e Nigito (2004). Já os dados do grupo focal, depois de transcritos, foram analisados, tendo por inspiração as orientações propostas pela análise de conteúdo. Os principais resultados apontam que as participantes dos dois microssistemas possuem uma mesma crença (ambientalista) sobre desenvolvimento, mas têm concepções diferentes quanto à direção em que o contexto familiar e/ou da creche influencia no desenvolvimento da criança. No que se refere à crença sobre a relação creche-família, ela é considerada bidirecional e com um conteúdo que supera a solução de problemas imediatos. Essas concepções estão intimamente ligadas às crenças sobre o trabalho com e para crianças, contudo se afastam da prática das professoras, sugerindo, assim, que investigações dirigidas a essas crenças sobre a prática não são suficientes para uma leitura coerente com esta. Desse modo, constatou-se que além das crenças há outros fatores que influenciam no fazer da profissional que trabalha com crianças. Entende-se que esses dados contribuem com indicadores de alguns elementos indispensáveis para que a creche promova sua função educativa. Assim, pode servir de referencial para intervenções governamentais no sentido de promover mudanças no pensar e no fazer daqueles que participam do espaço da creche.
Abstract: Based on the biotechnological model this research intended to assess the Day-Care center as a system composed of various subsystems (physical context, family, professionals and children) that influence themselves. So, to comprehend the educative function of this institution is necessary the study of the different systems that interfere in the work developed with and for the children. Researchers have argued that the one of the reasons to investigate the parents’ beliefs is the linking between the way the adults think and the way they are related with the children. They also indicate the necessity to give continuation to the proximal processes, in order to make the development occurs. We have approached the beliefs of mothers and teachers of a day care center about the child development, as well as the influence of these conceptions in the relations that they establish with the children and their family. The participants of this study are: 32 adults (16 mothers and 16 teachers) and about de 40 children that frequented a public day care center in the city of Belém. The criterion used for the selection of this space was the physical space because in the municipal system it is considered the best place considering the structure. To collect the data it was used the observation and the focal group. In this, it was approached the following areas: the child, the relation day care center-family and the work developed in the day care center. The observational data were analysed having as reference a study done by Bondioli (2004) e Nigito (2004). The data of focal group, after being transcribed were analysed inspired in the orientation proposed by the content analyses. The main results indicate that the participants of the two Microsystems have the same belief ( environmentalist) about the development, but have different conceptions about the direction that the familiar context and/or the day care center influence in the children development. Referring to the beliefs about the relation day care center-family, it is considered bidirectional and with a content that overcome the solution of the immediate problems. These conceptions are connected to the beliefs about the work with and to the children, however they are distant of the teachers’ practice, suggesting that the investigations about the beliefs of the practice are not sufficient for a coherent reading as this one. So, it is possible to find out that there are others factors beyond the beliefs that influence in the making of the professional that work with children. We understand that these data contribute with the indicators of some indispensable elements to the day care center to promote its educative function. So, it can be a reference to the governmental intervention in order to promote changes in the way of thinking and making of those who participate on the space of a day care center.
Keywords: Creches
Crenças maternas
Crianças
Desenvolvimento infantil
Modelo bioecológico
Belém - PA
Pará - Estado
Amazônia Brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
Program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
Appears in Collections:Teses em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Doutorado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_PensarFazerCreche.pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons