Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/5005
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 9-Mar-2010
metadata.dc.creator: ARNAUD, Mário Júnior de Carvalho
metadata.dc.contributor.advisor1: ROCHA, Gilberto de Miranda
Title: Gestão ambiental no Baixo Tocantins: dos movimentos ambientalistas à elaboração do PPDJUS
Citation: ARNAUD, Mário Júnior de Carvalho. Gestão ambiental no Baixo Tocantins: dos movimentos ambientalistas à elaboração do PPDJUS. 2010. 136 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2010. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho tem por objetivo refletir sobre a atuação dos movimentos sociais e ambientais na Amazônia, e como esta contribuiu para a emergência do Socioambientalismo na Região. Analisa como o movimento socioambientalista tem contribuído para as políticas de gestão ambiental no município de Cametá, influenciando em sua origem, desenvolvimento e fortalecimento enquanto instância institucional. Essas políticas têm levado a uma nova concepção de gestão ambiental no município com implicações para o uso dos recursos naturais e do meio ambiente. Junto à política de descentralização, a atuação dos diversos atores sociais tem fomentado uma gestão participativa no município. A dissertação busca entender a dinâmica desses movimentos e suas implicações no uso do território a partir dos acordos de pesca e mobilização para a preservação dos recursos aquáticos e florestais, verificando as transformações no uso do território a partir deste tipo de intervenção e também, os resultados dessa mobilização socioambiental no que se refere à formulação de planos regionais de desenvolvimento para o Baixo Tocantins, como o PPDEJUS – Plano Popular de Desenvolvimento Sustentável a Jusante da UHE Tucuruí.
Abstract: The current work intends to reflect about the performance of social and environmental movements in Amazon, and how it contributed to the emergence of Social environmentalism in the region. It analyses how the Social environmentalism has contributed to the policies of environmental management in the city of Cametá, and how it influenced in its origin, development and strengthening as institutional instance. These policies have led to a new conception of environmental management in the city with implications to the use of natural resources and environment. Alongside to the decentralization policy, the performance of several social actors has promoted a participative management in the city. The dissertation searches to understand the dynamics of these movements and their implications in the use of territory since the fishing agreements and the mobilization to preserve the forest and aquatic resources, verifying the changes in the use of the territory as of this kind of intervention and, also, the results of this social environmental mobilization concerning to the formulation of regional plans and development to the Low Tocantins as the PPDEJUS – Popular Plan of Sustainable Development to the Ebb of UHE Tucuruí.
Keywords: Política do meio ambiente
Gestão ambiental
Movimentos sociais
Socioambientalismo
Território
Cametá - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA HUMANA::GEOGRAFIA POLITICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Geografia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Geografia (Mestrado) - PPGEO/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_GestaoAmbientalBaixo.pdf1,94 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons