Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5106
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2013
metadata.dc.creator: SARAIVA, Marcelo Pires
metadata.dc.contributor.advisor1: FUJIYAMA, Roberto Tetsuo
Title: Laminado de madeira reforçado com fibras naturais
Citation: SARAIVA, Marcelo Pires. Laminado de madeira reforçado com fibras naturais. 2013. 71 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Tecnologia, Belém, 2013. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica.
metadata.dc.description.resumo: Visando a aplicação de recursos naturais renováveis da Amazônia, entre estes as fibras naturais, neste trabalho é apresentada a proposta de fabricação e caracterização de laminados de madeira reforçado por compósitos de matriz poliéster e fibras naturais. A matriz é um poliéster teraftálica insaturada e pré-acelerada obtida comercialmente (Duverpoly 754) e o agente de cura um peróxido de MEK (butanox M-50) na proporção de 0,33% em volume. As fibras naturais usadas para cada amostra de laminado fabricado foram o tecido de fibras de tururi, fibras de sisal e fibras de curauá e as laminas de madeira usadas foram as conhecidas comercialmente como imbuia. O tecido de tururi foi usado de duas formas: sem abertura e com abertura de 100% em relação a largura original. As fibras de sisal e curauá foram cortadas em comprimentos de 50 mm na usados na forma de pré-preg. A fabricação do material laminado foi feita através da inserção intercalada de lâmina de material compósito entre as laminas de madeira seguido de pressão controlada através de uma prensa hidráulica com pressão constante de 2 toneladas, produzindo desta forma o laminado de madeira reforçado. Características mecânicas e microestruturais foram obtidas para a lâmina de madeira e para os laminados de madeira reforçados, obtendo-se a resistência a tração, da lamina de madeira e imagens microscópicas depois do ensaio de tração. As laminas de madeira antes do reforço, foram ensaiadas tendo duas orientações de 90° e 0° de orientação das fibras. O laminado de 0°grau apresentou o melhor resistência mecânica, com valor correspondente a 35,64 MPa comparado com o valor de 0,40 MPa para a lamina de 90°. Os ensaios dos laminados de madeira reforçados, de madeira/tururi sem abertura, madeira/tururi com abertura de 100%, madeira/sisal de comprimento de fibras de 50 mm, madeira/curauá de comprimento de fibras de 50 mm, madeira/madeira com orientação de 90°a direção das fibras, alcançaram respectivamente os seguintes resultados de ensaio de tração: 61,33 MPa; 57,27 MPa; 49,27 MPA; 53,76 MPa e 68,29 MPa, sendo que o laminado de madeira/madeira apresentou o melhor resultado e a menor resistência mecânica foi registrado para o laminado de madeira reforçado por fibras de sisal. As imagens obtidas em microscopia eletrônica de varredura corroboraram com as propriedades mecânicas obtidas para cada situação do material e fibra fabricadas.
Abstract: Towards the implementation of renewable natural resources of the Amazon, between these natural fibers. This paper presents the proposed fabrication and caracterization of wooden laminated matriz composites reinforced with polyester and natural fibers. The matrix is an unsaturated and pre-accelerated terephthalic polyester obtained commercially (Duverpoly 754) and a peroxide curing agent MEK (BUTANOX M-50) at a rate of 0.33 % vol. The natural fibers used for each sample of manufactured laminate were Tururi fiber tissue, sisal fibers and defibrated curauá and wood laminates known as Imbuia. The Turui tissue used with reinforcement was used in two ways: without opening and 100% opening relative to the original width. The curauá and sisal fibers were cut into lengths of 50 mm in the form of pre-preg. The manufacture of the laminated material was done by hand lay-up following controlled pressure through a hydraulic press with a constant pressure of 2 ton. Mechanical and microscopic characteristic were obtained for wood laminates. The wood laminates were assayed having two orientations of 90° and 0° of fiber orientation. The laminate of 0° degree showed the best result with a value corresponding to 35, 64 (MPa) compared to the value of 0,40 (MPa) of the lamina 90°. The tests of the laminates made of wood/Tururi without opening, wood/Tururi with opening 100%, wood/sisal fiber length of 50 mm, wood/curauá fiber length of 50 mm, wood/wood with an orientation of 90 ° the direction of the fibers, respectively achieved the following results in the Attraction tests: 61,33 (MPa), 57,27 (MPa), 49, 27 (MPa), 53, 76 (MPa) and 68, 29 (MPa), being that the laminate / wood presented the best results and lower mechanical strength was recorded for the wood laminate reinforced with sisal fibers. The images obtained in scanning electron microscopy corroborate the mechanical properties obtained for each situation of the manufactured material and fiber.
Keywords: Material compósito
Laminado de madeira
Fibra tururi
Fibra de sisal
Fibra de curauá
Fibra vegetal
Tecido de fibra vegetal
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA MECANICA::PROCESSOS DE FABRICACAO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Tecnologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Engenharia Mecânica (Mestrado) - PPGEM/ITEC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_LaminadoMadeiraReforcado.pdf2,24 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons