Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5159
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 14-Oct-2011
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, Madalena Gonzaga de
metadata.dc.contributor.advisor1: NICOLAU, Roseane Freitas
Title: Função materna e a constituição subjetiva na condição de prematuridade
Other Titles: Maternal function and the subjective constitution in the condition of prematurity
Citation: OLIVEIRA, Madalena Gonzaga de. Função materna e a constituição subjetiva na condição de prematuridade. 2011. 103 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2011. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
metadata.dc.description.resumo: Estudos sobre a relação mãe-bebê revelam que o laço que envolve essa dupla, no caso de nascimento prematuro, apresenta especificidades, sendo necessário investigar o efeito da prematuridade nesta relação, uma vez que pesquisas em diversas áreas mostram que os efeitos desse laço primordial repercutem no desenvolvimento posterior da criança. Nesta perspectiva, esta dissertação trata de uma investigação acerca do exercício da função materna em uma situação crítica que é o nascimento prematuro. Uma das questões específicas da prematuridade encontradas no trabalho com a mãe é a dificuldade de investimento libidinal em uma criança pequena, magra e frágil, devido a sua condição orgânica, que em nada se assemelha ao filho imaginário. A questão é analisada numa perspectiva que articula teoria psicanalítica e prática clínica, colocando em cena as influências recíprocas entre prematuridade, perturbação do laço mãe-bebê, função materna, psicopatologia do bebê e constituição subjetiva. O material clínico constitui-se de fragmentos de estudos de casos articulados ao material teórico, a escuta das mães e observação (leitura) de bebês. Os fragmentos permitem a cada leitor fazer sua própria construção ainda que seja para contestar a autora, pois, como diz Derrida (2002), é necessário desconstruir um conhecimento para haver novas construções, o que corrobora Lacan (1993) ao referir que o saber é sempre não-todo. O interesse em investigar o tema está na possibilidade de reflexões que possam ser úteis ao trabalho de outros profissionais envolvidos com a saúde e o desenvolvimento de bebês e crianças.
Abstract: Studies about the relation mother-baby reveal that the tie that involve this pair, in the case of a premature birth, presents specificities, being necessary to investigate the effect of the prematurity in this relationship, once that the researches in several areas show that the effects of that primordial tie reflects in the posterior development of the child. In this perspective, this dissertation is about an investigation of the exercise of the maternal function in one critical situation that is the premature birth. One of the specific issues of the prematurity found in this work with the mother is the difficulty of a libidinal investment in a little child, thin and fragile, due to her organic condition, that nothing resembles the imaginary son. The question is analyzed in a perspective that articulates psychoanalytic theory and clinical practice, showing the reciprocal influences, between prematurity, disturbances of the tie mother-baby, maternal function, psychopathology of the baby and subjective constitution. The clinical material constitutes of fragments of studies of articulated cases to the theoretical material, the listening of the mothers and the observation (readout) of the babies. The fragments allows to each reader to do his own construction even if it is to controvert the author, for as Derrida says, it is necessary deconstruct a knowledge to have new constructions, what corroborates Lacan referring that the knowledge is always a not-all. The interest in investigating the theme is in the possibility of reflections that may be useful to the work of other professionals involved with the health and the developments of babies and children.
Keywords: Nascimento prematuro
Função materna
Prematuridade
Constituição subjetiva
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL::ESTADOS SUBJETIVOS E EMOCAO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Psicologia (Mestrado) - PPGP/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_FuncaoMaternaConstituicao.pdf665,19 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons