Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5174
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 26-Aug-2010
Authors: ELIAS JUNIOR, Agis Bechir
First Advisor: CHAVES, Ernani Pinheiro
Title: Para quem não sabe amar, fica esperando alguém, que caiba no seu sonho: uma leitura psicanalítica da obra musical de Cazuza
Citation: ELIAS JUNIOR, Agis Bechir. Para quem não sabe amar, fica esperando alguém, que caiba no seu sonho: uma leitura psicanalítica da obra musical de Cazuza. 2010. 117 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2010. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Social.
Resumo: Este trabalho consistiu em um exercício de interpretação psicanalítica da obra musical de Cazuza. Dividida em três períodos: Barão Vermelho, carreira solo e carreira solo sob o signo da AIDS. Buscou-se uma escuta, na qual o intérprete está implicado na produção de um novo sentido. Desse modo, utilizou-se a proposta metodológica da psicanálise implicada, buscando-se aproximações entre a psicanálise e a arte poética, explorando nesse entrelaçamento, a dimensão do desamparo (Hilflosigkeit), do excesso como soluções que reparam os efeitos da castração, como se se tratasse de um defeito na constituição narcísica e, finalmente, a finitude, que para Cazuza anunciou-se antecipadamente, impondo a ele um novo modo de pensar e lidar com o fim. Levou-se em conta que Freud, em seus textos sobre arte, admite que ela, tal qual os sonhos e chistes, é projeção do inconsciente e que posteriormente a concebe dentro dos limites da “compulsão à repetição” do “eterno retorno do mesmo” como uma subjetividade regida para além do principio do prazer. Por fim, encontra-se que o “Eu Lírico” do poeta aponta para a falta absoluta de solução para condição humana diante de sua fragilidade, para o lugar do vazio da significação do próprio ser e de sua existência.
Abstract: This work consisted of an exercise of psychoanalytic interpretation of the Cazuza’s musical work. Divided in three periods: Barão Vermelho Band, single career and single career under the sign of the AIDS. One was looked for it listens, which the interpreter is implicated in the production of a new sense. It gave way, the methodological proposal of the psychoanalysis was used implicated, being looked for approaches between the psychoanalysis and the art poetic, exploring in that interlacement, the dimension of the abandonment (Hilflosigkeit), of the excess as solutions that repair the effects of the castration, as if it was treated of a defect in the narcissus constitution and, finally, the finitude, that Cazuza previous announce to himself, imposing him a new way of to think and to work with the end. It was taken in it counts that Freud, in his texts about art, admits that the art, just as the dreams and jokes, it is projection of the unconscious and that later the arte becomes conceived inside of the limits of the compulsion to the repetition of his eternal return as a subjectivity governed for besides from the principle of the pleasure. Finally, It is that the I Lyrical of the poet it appears for the it lacks absolute of solution for human condition before his fragility, for the place of the emptiness of the significance of the own to be and of his existence.
Keywords: Interpretação psicanalítica
Obra musical
Cazuza, 1958-1990
Amor
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Social
Appears in Collections:Dissertações em Psicologia (Mestrado) - PPGP/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ParaQuemNaoSabe.pdf707.37 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons