Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/5191
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Issue Date: Dec-2005
metadata.dc.creator: SOUZA FILHO, Antonio Pedro da Silva
LÔBO, Lívia Trindade
ARRUDA, Mara Silvia Pinheiro
Title: Atividade alelopática em folhas de Tachigali myrmecophyla (Leg. - Pap.)
Other Titles: Allelopathic activity in Tachigali myrmecophyla (Leg. – Pap.) leaves
Citation: SOUZA FILHO, A.P.S.; LOBO, L.T.; ARRUDA, M.S.P. Atividade alelopática em folhas de Tachigali myrmecophyla (Leg. - Pap.). Planta daninha, Viçosa, v. 23, n. 4, p. 557-564, out./dez. 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pd/v23n4/27482.pdf>. Acesso em: 24 fev. 2014. <http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582005000400001>.
metadata.dc.description.resumo: O uso de espécies florestais com atividade alelopática pode assegurar aos sistemas agroflorestais maior estabilidade, notadamente em relação à redução das espécies de plantas daninhas. Os objetivos deste trabalho foram isolar e identificar substâncias químicas produzidas pelo Tachigali myrmecophyla (tachi-preto) e caracterizar a atividade alelopática sobre a germinação de sementes e o crescimento de plântulas de duas espécies de plantas daninhas. Os bioensaios foram realizados em condições controladas de 25 ºC e fotoperíodos de 12 horas para germinação e de 25 ºC e fotoperíodo de 24 horas para o desenvolvimento de radícula e hipocótilo. Os extratos brutos e as frações foram analisados em concentração de 1,0 e 0,5%, e a substância, em concentrações de 5, 10, 15 e 20 mg L-1. O processo de isolamento permitiu a identificação da substância química 4,5-diidroblumenol A. Essa substância evidenciou atividade alelopática, cujos efeitos variaram em função da concentração, da espécie de planta daninha e do parâmetro da planta analisado. A intensidade dos efeitos alelopáticos esteve positivamente associada à concentração, com os efeitos mais intensos observados na concentração de 20 mg L-1. Independentemente do parâmetro analisado, os efeitos foram de maior magnitude na planta malícia. Comparativamente, o desenvolvimento da radícula se mostrou mais sensível aos efeitos da substância que o desenvolvimento do hipocótilo e a germinação das sementes.
Abstract: The use of forest species with allelopathic activity can promote a higher stability to agroforestry systems, mainly relative to the reduction of weed species. The objective of this study was to isolate and identify chemical substances produced by Tachigali myrmecophyla and characterize its inhibitory allelopathic activity on the germination and seedling development of two weed species. Bioassays were carried out under controlled conditions of 25 ºC and 12-hour photoperiod for germination and 24-hour photoperiod for radicle and hypocotyl development. The extracts and fractions were analyzed under concentrations of 1.0% and 0.5%, and the substance under concentrations of 5, 10, 15 and 20 ppm. The isolation process allowed the identification of the chemical substance 4,5-dihydroblumenol A. This substance showed allelopathic activity, with the effects varying according to concentration, weed species and the plant parameter analyzed. The intensity of the allelopathic effects was positively associated to the concentration. Mimosa pudica was the most affected weed species. Radicle development was more sensitive plant to the substance effects than hypocotyl development and seedling germination.
Keywords: Alelopatia
Planta daninha
Germinação vegetal
Crescimento (Biologia)
Inibição
Tachigali myrmecophyla
Tachi preto
ISSN: 0100-8358
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Artigos Científicos - FAQUI/ICEN

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_AtividadeAlelopaticaFolhas.pdf676,49 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons