Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5217
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 19-Dec-2006
metadata.dc.creator: PICANÇO, Nayma da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: RIBEIRO, Haroldo Francisco Lobato
Title: Uso da inseminação artificial em tempo fixo (IATF) em bubalinos criados em sistema de produção na várzea no estado do Amapá
Citation: PICANÇO, Nayma da Silva. Uso da inseminação artificial em tempo fixo (IATF) em bubalinos criados em sistema de produção na várzea no estado do Amapá. 2006. 69 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Estudos em Ciência Animal, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2006. Curso de Mestrado em Ciência Animal.
metadata.dc.description.resumo: Incrementa o uso da Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) em búfalas criadas em sistema produtivo extensivo de terras alagadas sazonalmente. O experimento realizado na cidade de Itaubal, no estado do Amapá, mais precisamente na Fazenda Motogeral LTDA, no período de novembro de 2004 a fevereiro de 2005, na estação favorável à reprodução. A propriedade possui um rebanho bubalino mestiço, onde predomina as raças Mediterrâneo e Murrah. Os animais possuem idade média de seis anos, em sua maioria plurípara e todas amamentando. Utilizou-se 93 animais, sendo que 70 animais sincronizados e inseminados em tempo fixo e 23 animais como grupo controle. Todos os animais foram previamente selecionados através de exame ginecológico e escore de condição corporal (ECC). Os animais sincronizados dividiram-se em três grupos: No grupo 1 (G1) com 20 animais utilizou-se o protocolo ovsynch; No grupo 2 (G2) com 29 animais utilizou-se o protocolo DIB-synch; e no grupo 3 (G3), 21 animais compuseram o grupo denominado CLsynch. E os não sincronizados compuseram o grupo controle ou Grupo 4 (G4) composto por 23 animais que foram inseminados 12h após a visualização do cio. Das 93 búfalas inseminadas 52 (55,91%) tornaram-se gestantes. Das 70 búfalas sincronizadas e inseminadas em tempo pré-determinado 43 (61,43%) ficaram gestantes. No G1 12 (60%) búfalas ficaram gestantes, no G2 19 (65,5%) búfalas ficaram gestantes e no G3 12 (57,14%) búfalas ficaram gestantes. No grupo controle a taxa de prenhez foi de 39,13%. Não houve diferença significativa entre os grupos sincronizados e o grupo controle (P=0,27; X²=3,86). Nos grupos sincronizados não se observou diferença significativa entre os grupos (P=0,82; X² =0,38). As variáveis presença de muco (P= 4,11; Fisher=0,99) e contratilidade uterina (P=8,65; Fisher=0,99) influenciaram significativamente na taxa de prenhez. Dos 70 animais sincronizados 34 (48,57%) apresentaram muco e 54 (77,14%) apresentaram contratilidade uterina durante a IATF. Quanto ao ECC apesar de estatisticamente não ter influencia nos resultados, notou-se que os animais com ECC• 2.5 apresentaram as maiores taxas de prenhez. Pode-se concluir que os protocolos utilizados mostram que a IATF em bubalinos, criados de forma extensiva em áreas pantanosas, são uma alternativa promissora para melhorar a eficiência reprodutiva desta espécie na região Amazônica. O protocolo CL-synch precisa de mais estudos, com maior número de animais. Os custos dos tratamentos, não inviabilizam a adoção da técnica em propriedades rurais com sistema de produção extensiva.
Abstract: The objective of this work was to potencialize the use of fixed time artificial insemination (FTAI) in buffaloes raised in extensive productive management on seasonally floodplain areas. The experiment took place in the city of Itaubal, state of Amapá, more precisely at Motogeral LTDA farm, from november 2004 to february 2005 during favorable breeding season. The property has mostly a crossed Mediterranian and Murrah buffaloes herd. The animals aged around 6 years, the majority of them were pluriparous and were suckling. Amongst 250 female buffaloes available, 93 animals were selected and 70 animals were synchronized and inseminated in fixed time and 23 animals were used for a control group. All the animals were previously selected through gynecological examination and body condition score (BCS). The synchronized animals were assigned in three groups: In group 1 (G1), with 20 animals, the Ovsynch protocol was used; in group 2 (G2), with 29 animals, the DIB-Synch protocol was used and in group 3 (G3), 21 animals formed the CL-synch group. The nonsynchronized group formed the control group or group 4 with 23 animal inseminated 12 hours right after heat detection. Amongst the 93 inseminated buffaloes 52 (55,91%) became pregnant. Amongst the 70 synchronized and inseminated buffaloes in fixed time 43 (61,43%) became pregnant. In G1 (n=20) 12 (60%) buffaloes became pregnant, in G2 (n=29) 19 (65,5%) buffaloes became pregnant and in G3 (n=21) 12 (57,14%) buffaloes became pregnant. The pregnancy rate in control group was 39,13%. Through statistical analysis there were no significant differences between the synchronized groups and the control group (P=0,27; X²=3,86). It was not observed also through statistical analysis a significant difference among the synchronized groups (P=0,82; x²=0,38), the presence of variables such mucus (P=4,11; Fisher=0,99) and uterine contractility (P=8,65; Fisher=0,99), significantly influenced on pregnancy rate. Amongst the 70 synchronized animals 34 (48,57%) showed mucus and 54 (77,14%) showed uterine contractility during FTAI. With regard to the BCS, although statistically not influencing the results, animals with BCS 2.5 had higher pregnancy rates. As a conclusion, the utilized protocols showed that the FTAI in buffaloes raised in swamp areas represent a promising alternative path towards reproductive efficiency improvement of this species in the Amazon region. The CL-synch protocol requires further studies and a larger number of animals. The treatment costs did not make it impracticable for rural properties to adopt the technique in extensive production systems.
Keywords: Bubalinos
Búfalo
Inseminação artificial
Várzea
Amapá - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL::INSEMINACAO ARTIFICIAL ANIMAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Universidade Federal Rural da Amazônia
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
EMBRAPA
UFRA
metadata.dc.publisher.department: Campus Universitário de Castanhal
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Ciência Animal (Mestrado) - PPGCAN/Castanhal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_UsoInseminacaoArtificial.pdf1,46 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons