Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5226
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Issue Date: Jun-2010
metadata.dc.creator: GUIMARÃES, José Tasso Felix
COHEN, Marcelo Cancela Lisboa
FRANÇA, Marlon Carlos
LARA, Rúben José
BEHLING, Hermann
Title: Model of wetland development of the Amapá coast during the late Holocene
Citation: GUIMARAES, José T.F. et al. Model of wetland development of the Amapá coast during the late Holocene. Anais da Academia Brasileira de Ciências, Rio de Janeiro, v. 82, n. 2, 451-465, jun. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/aabc/v82n2/21.pdf>. Acesso em: 24 fev. 2014. <http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652010000200021>.
metadata.dc.description.resumo: Os tipos de vegetação atual, sequências sedimentares, dados de pólen e datações por radiocarbono obtidas em três testemunhos de sedimento da planície costeira de Calçoene foram utilizados para estabelecer uma história paleoecológica durante o Holoceno superior das zonas úmidas costeiras do Amapá conforme as mudanças no regime de inundação, nível do mar e clima. Baseado nestes três registros, quatro fases de desenvolvimento da vegetação são apresentadas e provavelmente refletem a interação entre o fluxo de energia na acumulação do sedimento e a influência das águas salobras e doces na vegetação. Este trabalho sugere alternâncias entre períodos caracterizados por influências marinha e fluvial. O perfil longitudinal não revelou a ocorrência de manguezais nos sedimentos depositados por volta de 2100 anos A.P. Durante a segunda fase, a lama preencheu progressivamente as depressões e canais de maré. Provavelmente, os manguezais iniciaram seu desenvolvimento nas margens dos canais, e os campos herbáceos nos setores elevados. A terceira fase é caracterizada por uma interrupção no desenvolvimento dos manguezais e a expansão da vegetação de várzea devido a uma diminuição na influência das águas marinhas. A última fase é representada pela expansão de manguezais e várzeas. A correlação entre os padrões atuais de distribuição das unidades geobotânicas e a paleovegetação indica que os manguezais e as florestas de várzea estão migrando sobre os campos herbáceos nos setores topograficamente mais elevados do litoral em estudo, o que pode estar relacionado a um aumento do nível relativo do mar.
Abstract: The modern vegetation types, sedimentary sequences, pollen records and radiocarbon dating obtained from three sediment cores from Calçoene Coastal Plain were used to provide a palaeoecological history during the late Holocene of Amapá coastal wetland according to flood regime, sea-level and climatic changes. Based on these records, four phases of vegetation development are presented and they probably reflect the interaction between the flow energy to the sediment accumulation and the brackish/freshwater influence in the vegetation. This work suggests interchanges among time periods characterized by marine and fluvial influence. The longitudinal profile did not reveal the occurrence of mangrove in the sediment deposited around 2100 yr B.P. During the second phase, the mud progressively filled the depressions and tidal channels. The mangrove probably started its development on the channel edge, and the herbaceous field on the elevated sectors. The third phase is characterized by the interruption of mangrove development and the increase of "várzea" vegetation that may be due to the decrease in porewater salinity related to a decrease in marine water influence. The last phase is represented by the mangrove and "várzea" increase. The correlation between current patterns of geobotanical unit distribution and palaeovegetation indicates that mangrove and "várzea" forests are migrating over the herbaceous field on the topographically highest part of the studied coast, which can be related to a relative sea-level rise.
Keywords: Rio Amazonas
Clima
Mudanças climáticas
Mangue
Palinologia
Pólen
Calçoene - AP
ISSN: 0001-3765
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Artigos Científicos - IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_ModelWetlandDevelopment.pdf2,59 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons