Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5239
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 5-Feb-2014
metadata.dc.creator: SILVA, Suellen Cordovil da
metadata.dc.contributor.advisor1: HOLANDA, Sílvio Augusto de Oliveira
Title: Do sertão a backlands: tradução e recepção de Guimarães Rosa em 1963
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: SILVA, Suellen Cordovil da. Do sertão a backlands: tradução e recepção de Guimarães Rosa em 1963. 2014. 125 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Belém, 2014. Programa de Pós-graduação em Letras.
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação tem como objetivo geral investigar a recepção crítica americana de Grande sertão: veredas (1956), logo após a publicação desta, em 1963, e ler as opções tradutórias da primeira tradução de Harriet de Onís (1869-1968) e de James Taylor (1892-1982), e em seguida trechos da segunda tradução americana mais recente, Grand sertão: veredas (2013), de Felipe W. Martinez. Como método utilizado para analisar a recepção crítica americana, destacam-se os estudos hermenêuticos literários de Hans Robert Jauss (1921-1997). Dessa forma, prioriza-se uma discussão com a tradução americana de Grande sertão: veredas, pois pontuam-se alguns trechos da tradução americana que servirão como objeto de análise da tradução, tendo como critério para as escolhas dos trechos relativos ao sertão (backlands), e ao encontro de Riobaldo e Diadorim em O-de-janeiro. Os parâmetros analisados na primeira tradução serão: a perda da poeticidade, os apagamentos, a alternância de nomes e palavras e alguns neologismos. Após a comparações a partir dos parâmetros entre Grande sertão: veredas e The devil to pay in the backlands, visa-se constatar o distanciamento do projeto dos tradutores e do projeto poético de João Guimarães Rosa. Com isso, embasamo-nos nos estudos de tradução de Antoine Berman (1942-1991), Lawrence Venuti (1953) e André Lefevere (1945-1996). Berman considera que a tradução é uma relação, um diálogo e uma abertura para o estrangeiro. Além dos parâmetros que comprovam uma tradução americana etnocêntrica, utilizam-se alguns recortes de periódicos cedidos pelo Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (IEB) num total de 10 textos sobre Guimarães Rosa. Esses recortes de jornais foram escritos em 1963. Por fim, nesta dissertação abordará sobre os posicionamentos dos jornalistas americanos diante da publicação da tradução rosiana de 1963 e a recepção crítica atual da tradução americana segundo Perrone (2000), Armstrong (2001), e Krause (2013).
Abstract: This dissertation aims to study the critical reception of the American translation of Grande sertão: veredas (1956), soon after the publication of this, in 1963, and read the first translational options of Harriet de Onís (1869-1968) and James Taylor (1892-1982), and excerpts from the latest American translation, Grand sertão: veredas (2013), Philip W. Martinez. As a method used to analyze the American critical reception, highlight the studies of literary hermeneutics of Hans Robert Jauss (1921-1997). Thus, priority is given to a discussion with the American translation of Grande sertão: veredas, because the punctuates are some excerpts from the American translation which serve as corpus of translation, with the criteria for the selection of passages relating to the hinterland (Backlands) and to meet of Riobaldo with Diadorim in O-de-janeiro. The parameters will be analyzed in the fisrt translation: the loss of poetic, deletions, switching names and words, and finally, some neologisms. After the comparisons between Grande sertão: veredas and The devil to pay in the backlands, it aims to realize the distancity of projectřs translators with the poetic project of João Guimarães Rosa. Thus, we based on translation studies of Antoine Berman (1942- 1991), Lawrence Venuti (1953) and André Lefevere (1945-1996). Berman believes that translation is a relationship, a dialogue and an openness to the stranger. Besides the parameters to check that stretches from the American translation is ethnocentric, we use some clippings serial ceded by the Instituto de Estudos Brasileiros (IEB), in University of São Paulo, a total of 10 texts about Guimarães Rosa. These texts were written in 1963. Finally, in this dissertation the placements of U.S.A. journalists will treat yourself before the publication of Guimarães Rosařs 1963 translation and the current critical reception of American translation according Perrone (2000), Armstrong (2001) and Krause (2013).
Keywords: Rosa, João Guimarães, 1908-1967 - Crítica e interpretação
Tradução
Jornalismo e literatura
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Letras e Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Letras (Mestrado) - PPGL/ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_SertaoBacklandsTraducao.pdf3,51 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons