Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/5251
Tipo: Artigo de Periódico
Data do documento: Mar-2011
Autor(es): COSTA, Marcondes Lima da
RIOS, Heli Gaspar Morcote
SILVA, Mônia Maria Carvalho da
SILVA, Glayce Jholy Souza da
MOLANO-VALDES, Uliana
Título: Mineralogy and chemistry of archaeological ceramic fragments from archaeological Dark Earth site in Colombian Amazon
Título(s) alternativo(s): Mineralogia e química de fragmentos cerâmicos arqueológicos em sítio com Terra Preta da Amazônia Colombiana
Citar como: COSTA, Marcondes Lima da et al. Mineralogy and chemistry of archaeological ceramic fragments from archaeological Dark Earth site in Colombian Amazon. Rem: Revista Escola de Minas, Ouro Preto, v. 64, n. 1, p. 17-23, jan./mar. 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rem/v64n1/a02v64n1.pdf>. Acesso em: 27 fev. 2014. <http://dx.doi.org/10.1590/S0370-44672011000100002>.
Resumo: Vários sítios arqueológicos de Terra Preta Arqueológica (TPA) encontrados na floresta Amazônica Colombiana também contêm alto conteúdo de fragmentos cerâmicos semelhantes aqueles da Amazônia Brasileira, como mostra o sítio Quebrada Tacana. Seus fragmentos cerâmicos são amarelo a cinza, exibem matriz argilosa calcinada envolvendo fragmentos de cariapé, carvão e partículas de cinza, grãos de quartzo e micas. A matriz é composta de metacaulinita a material amorfo, quartzo, folhas de micas, clorita e sepiolita. Cariapé e cauixi são constituídos de cristobalita, da mesma forma o carvão e as cinzas. Embora não detectados pela difração de raios x, os fosfatos devem estar presentes, pois foram detectados teores de P2O5 de até 2,90 %, possivelmente como fosfatos de alumínio, já que o conteúdo de Ca está abaixo 0,1 %, o que elimina a possibilidade da presença de apatita. Estas características mineralógicas e químicas permitem relacionar estes fragmentos cerâmicos com aqueles encontrados nos sítios de TPA no Brasil e reforça o fósforo como um importante componente químico, originado pelo contato dos vasos cerâmicos com os alimentos do cotidiano dos povos amazônicos pré-históricos.
Abstract: Several Archaeological Dark Earth (ADE) sites have been already found in the Colombian Amazon forest showing high content of archaeological ceramic fragments similarly to those in the Brazilian Amazon represented by Quebrada Tacana site. Their fragments are yellow to grey colour, display a burned clayey matrix which involves fragments of cariapé and coal and ash particles, besides grains of quartz and micas. The clay matrix is made of metakaolinite, quartz, and some mica flakes, chlorite and sepiolite. Cariapé and cauixi spicules are constituted of cristobalite, which is also the main mineral component of the coal and ashes. Although not detected by X-ray diffraction, the phosphate minerals should be present, since the contents of phosphor reach up to 2.90 Wt.% P2O5. Possibly it occurs as aluminium-phosphate, since Ca contents fall below 0.1 Wt.%. These mineralogical and chemical characteristics allow to correlate these ceramic fragments with those found in the ADE in Brazil and reinforce phosphor as an important chemical component, which indicates human activity by the daily use of pottery all over the Amazon region.
Palavras-chave: Fragmentos cerâmicos
Sítio arqueológico
Terra preta arqueológica
Quebrada Tacana
Difração de raio X
Fosfatos
Amazônia colombiana
Mineralogia
Minérios
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Aparece nas coleções:Artigos Científicos - IG

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo_MineralogyChemistryArchaeological.pdf900,93 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons