Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/5314
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 2009
Autor(es): PINTO, Rafael Falcão Silva
Primer Orientador: PARACAMPO, Carla Cristina Paiva
Título : Efeitos da variação no grau de correspondência regras/contingências sobre o comportamento de seguir regras
Otros títulos : Effects of the variation in the degree of rule/contingency correspondence on rule-following behavior
Citación : PINTO, Rafael Falcão Silva. Efeitos da variação no grau de correspondência regras/contingências sobre o comportamento de seguir regras. 2009. 34 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Belém, 2009. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
Resumen: A literatura tem sugerido que regras podem gerar padrões de respostas mais resistentes a mudanças ocorridas nas contingências de reforço, e que o grau de resistência à mudança depende da força da relação estabelecida entre o estímulo antecedente e a conseqüência por ele produzida. O presente estudo testou se uma história experimental de enfraquecimento ou fortalecimento da relação regra / conseqüências programadas, diminuiria a resistência a mudança do operante seguir regras quando este fosse posto em extinção. Dez estudantes universitários foram expostos a um procedimento de escolha segundo o modelo. Em cada tentativa, um estímulo modelo e três de comparação (arranjo de estímulos) eram apresentados ao participante, que deveria apontar para os três de comparação, em seqüência. Cada estímulo de comparação possuía apenas uma dimensão (cor, espessura ou forma) em comum com o modelo e diferia nas demais. O experimento foi constituído de duas condições compostas de seis fases que diferiam quanto a ordem de apresentação dos graus de correspondência regras/contingências. A Fase 1 de ambas as condições era iniciada com instruções mínimas e objetivou identificar preferências do participante por alguma seqüência em particular. A Fase 2 de ambas as condições era iniciada com a apresentação de instruções discrepantes das contingências. Na Condição 1 as Fases 3, 4 e 5 eram iniciadas com instruções que variaram os graus de correspondência com as contingências programadas em 100%, 50%, e 0%, respectivamente. Na condição 2 as Fases 3, 4 e 5 variaram os graus de correspondência com as contingências programadas em 0%, 50%, e 100%, respectivamente. A Fase 6 de ambas as condições era iniciada com a apresentação de instruções discrepantes das contingências. As respostas dos participantes eram reforçadas com pontos trocáveis por dinheiro em esquema de reforçamento contínuo. Todos os participantes seguiram instruções em todas as fases experimentais das duas condições. Estes resultados sugerem que a manipulação nos graus de correspondência regras/contingências programadas não foi condição suficiente para produzir mudanças comportamentais, ou seja, não foi suficiente para tornar a discrepância regras/contingências mais discriminável, levando ao abandono do seguir regra.
Resumen : Literature has suggested that rules may generate responding patterns that are more resistant to changes in the reinforcement contingencies, and that the degree of resistance to change depends on the strength of the established relation between antecedent and consequent stimului. The present study investigated if an experimental history of weakening of the rule/programmed consequences relation would diminish the resistance to change of the rule-following operant when it was subjected to extinction. Ten undergraduate students were exposed to a matching-to-sample procedure. In each trial the participant was presented with a stimulus arrangement of a sample stimulus and tree comparison stimuli, and he/she should point the three comparison stimuli in a given sequence. Each comparison stimulus had one dimension (color, thickness or shape) in common with the sample stimulus and differed in the other two. The experiment consisted of two conditions, each having six phases differing in the order of presentation of the degrees of rule/contingency correspondence. In both conditions Phase 1 was initiated with minimal instructions and aimed at identifying if the participants had eventual preferences for any particular sequence. Phase 2 was initiated in both conditions with the presentation of instructions that were inconsistent with the prevailing contingencies. In Condition 1 Phases 3, 4 and 5 were initiated with instructions varying in their degree of correspondence with the programmed contingencies by 100%, 50% and 0% respectively. In Condition 2 the degree of correspondence with the contingencies for Phases 3, 4 and 5 were 0%, 50% and 100% respectively. In both conditions Phase 6 were initiated with inconsistent instructions. The participants‟ responses were reinforced with points which were exchanged by money in a continuous reinforcement schedule. All participants followed instructions in all phases of both conditions. These results suggested that manipulating the degrees of rule/programmed consequences correspondence was not a sufficient to produce behavioral change, i.e. it was not sufficient to make the rule/contingencies discrepancy more salient, thus leading to abandonment of rule-following behavior.
Palabras clave : Resistência à mudança
Resistência (Psicologia)
Sensibilidade comportamental
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
Programa: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Aparece en las colecciones: Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_EfeitosVariacaoGrau.pdf526,61 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons