Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5324
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 25-Oct-2011
Authors: REIS, Silvia Helena Oliveira dos
First Advisor: QUEIROZ, Helder Lima de
First Co-Advisor: MELO, Nuno Filipe Alves Correia de
Title: Variação espaço-temporal do zooplâncton no estuário do rio Quatipuru-Pará
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
FAPESPA - Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas
Citation: REIS, Silvia Helena Oliveira dos. Variação espaço-temporal do zooplâncton no estuário do rio Quatipuru-Pará. 2011. 130 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Estudos em Ciência Animal, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2011. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.
Resumo: A partir da hipótese de que a salinidade influencia fortemente a comunidade zooplanctônica, o objetivo deste trabalho é analisar a influência deste fator sobre essa comunidade no estuário do rio Quatipuru, Estado do Pará. Foram realizadas amostragens zooplanctônicas e de variáveis físicas e químicas da água ao longo do estuário, contemplando diferentes faixas de salinidade. As coletas foram realizadas em marés vazantes e enchentes. Os resultados mostraram que este estuário possui uma variação temporal de características física, química e biológica. A salinidade, em especial, sofreu variações decorrentes das mudanças de marés, bem como da variação sazonal da pluviosidade. A salinidade variou de 1,4 a 33,5 ups no período seco e de 0 a 17,9 ups no período chuvoso. Esta amplitude de salinidade possibilitou determinar para área diferentes condições hidrológicas (limnética, oligohalina, meso-polihalina e euhalina). Foram identificados 48 taxa, destacando os Copepoda como o grupo mais importante em termos quali-quantitativos, sendo adultos de Parvocalanus crassirostris, Pseudodiaptomus richardi, Acartia tonsa, Acartia lilljeborgi, Paracalanus quasimodo, Euterpina acutifrons e copepoditos os principais responsáveis pela sua dominância. Mollusca foi o segundo grupo dominante, onde véligeres de gastrópodes representaram 95% do total. A densidade total do zooplancton variou entre 993, 9 e 13254,7 Ind. m-3 no verão e entre 944, 3 e 35908,8 Ind. m-3 no inverno. As maiores abundância em maio e novembro foram em ocasião de maré vazante e enchente, respectivamente. Os baixos valores de diversidade e equitabilidade encontrados na faixa zero na condição de enchente mostram o predomínio de determinado grupo sobre os demais (larvas de Gastropoda). A maior diversidade e uniformidade da comunidade zooplanctônica ocorreram no verão. A comunidade zooplanctônica respondeu as variações de salinidade com espécies adaptadas aos maiores valores de salinidade na porção inferior do estuário, no verão, assim como espécies adaptadas as condições de mixohalinização na porção mais a montante, em maio. A maior abundância de copepoditos esteve associada negativamente com a salinidade, demonstrando que as espécies que estão recrutando os copepoditos são mais estuarinas verdadeiras do que costeiras. As análises de agrupamento e de componentes principais revelou grupos definidos, distribuídos em diferentes faixas de salinidade, este parâmetro sozinho explicou 56% (p=0,028) da variação da fauna no estuário do rio Quatipuru. A distribuição dos organismos, de uma maneira geral, esteve de acordo com a hipótese de que a salinidade influencia fortemente a comunidade zooplanctônica no sistema estuarino de Quatipuru - Pará.
Abstract: From the hypothesis that salinity strongly influences the zooplankton community, the objective of this work is to analyze the influence of this factor on this community in the of the River Quatipuru Estuary, Pará State. Were samplings of zooplankton and physical and chemical variables of water along the estuary, covering different zone of salinity. Samples were collected at low and flood tides. The results showed that this estuary has a temporal variation of physical, chemical and biological. Salinity, in particular, suffered variations due to changes in tidal and seasonal variations in rainfall. The salinity ranged from 1, 4 to 33, 5 ups in the dry season and from 0 to 17,9 ups in the rainy season. In may the range of salinity, which allowed the area to determine different hydrological conditions (limnetic, oligohaline, meso- polyhaline and euhaline). A total of 48 taxa were identified in the spatial variation, highlighting the Copepoda as the most important qualitative and quantitative terms, and adults Parvocalanus crassirostris, Pseudodiaptomus richardi, Acartia tonsa, Acartia lilljeborgi, Paracalanus quasimodo, Euterpina acutifrons and immature forms for its dominance . Mollusca was the second dominant group of gastropod veliger which represented 95% of the total. The total density of zooplankton ranged between 993,9 and 13254,7 Ind m-3 in summer and between 944,3 and 35908,8 Ind m-3 in winter. The greatest abundance in May and November were in time of low and flood tide, respectively. The low values of diversity and evenness in the range found in the condition of zero flood show the dominance of certain groups over others (Gastropoda larvae). The greatest diversity and uniformity of the zooplankton community occurred in the summer. The zooplankton community responded to salinity variations with species adapted to higher salinity values in the lower estuary, in the summer, as well as species adapted to the conditions mixo-haline in the upstream portion in May. The greater abundance of copepodids was negatively associated with salinity, showing that species that are recruiting the copepodids are more true than coastal estuarine. Cluster analysis and principal components showed defined groups, distributed in different ranges of salinity, this parameter alone explained 56% (p = 0.028) of the variation of the fauna in the river Quatipuru estuary.
Keywords: Zooplâncton
Variação sazonal
Salinidade
Estuários
Rio Quatipurú - PA
Quatipuru - PA
Pará - Estado
Amazônia Brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Universidade Federal Rural da Amazônia
Institution Acronym: UFPA
EMBRAPA
UFRA
Department: Campus Universitário de Castanhal
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Appears in Collections:Dissertações em Ciência Animal (Mestrado) - PPGCAN/Castanhal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_VariacaoEspacoTemporal.pdf2,95 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Admin Tools