Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5338
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Issue Date: Feb-2010
metadata.dc.creator: GOMES, Guilherme Augusto Canella
PAIVA, Renato
HERRERA, Raírys Cravo
PAIVA, Patrícia Duarte de Oliveira
Title: Micropropagation of Maclura tinctoria L.: an endangered woody species
Other Titles: Micropropagação de Maclura Tinctoria L.: uma espécie lenhosa em extinção
Citation: GOMES, Guilherme Augusto Canella et al. Micropropagation of Maclura tinctoria L.: an endangered woody species. Revista Árvore, Viçosa, v. 34, n. 1, p. 25-30, jan./fev. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rarv/v34n1/v34n1a03.pdf>. Acesso em: 16 jul. 2014. <http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622010000100003>.
metadata.dc.description.resumo: Algumas espécies nativas produzem sementes com baixa porcentagem de germinação e, na maioria dos casos, dormência que pode dificultar o aparecimento de novos indivíduos, por meio da propagação sexuada. A Maclura tinctoria tem sido considerada como ameaçada de extinção devido ao uso indiscriminado de sua madeira e à baixa taxa de germinação de suas sementes. Nesse contexto, o objetivo deste estudo foi estabelecer uma metodologia de propagação in vitro para a espécie. Combinações de ANA + BAP, diferentes concentrações de GA3 e combinações de AIB + carvão ativado foram avaliadas na indução de brotações, alongamento caulinar e indução de enraizamento, respectivamente. Os resultados indicaram que a máxima formação de brotações foi obtida quando 5,37 mM NAA + 4,45 mM BAP foram utilizados. O crescimento das brotações foi observado com 5,48 mM GA3. Para a formação de raízes, foi indicado o uso do meio WPM, com pH ajustado para 7,0, suplementado com 23,62 mM AIB e 4,7 g L-1 de carvão ativado. O uso de sombrite 70% por sete dias, seguido da utilização de sombrite 50 e 30%, também por sete dias cada, promoveu 97% de sobrevivência de plantas.
Abstract: Some native species produce seeds with low germination percentage and in most cases with dormancy, which makes the appearance of new individuals by sexual propagation difficult. The Maclura tinctoria has been considered an endangered species due to the indiscriminate use of its wood and low rate of seed germination. In this context, the objective of the present study was to establish an in vitropropagation methodology for this species. Combinations of NAA + BAP, different concentrations of GA3 and combinations IBA + activated charcoal were evaluated for shoot induction, shoot growth and root formation, respectively. The results indicated that the maximum shoot formation was obtained when 5.37 µM NAA + 4.45 µM BAP was used. The use of >5.48 µM GA3 promoted shoot growth. Root formation was observed on explants inoculated in WPM with a pH adjusted to 7.0 and supplemented with 23.62 µM IBA + 4.7 g L-1 activated charcoal. The use of a 70% light screen for 7 days followed by the use of 50 and 30% light screens also for 7 days each provided 97% plantlet survival.
Keywords: Maclura tinctoria
Propagação in vitro
ISSN: 0100-6762
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Artigos Científicos - CALTA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_MicropropagationMacluraTinctoria.pdf1,83 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons