Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5346
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 11-Apr-2011
metadata.dc.creator: CORRÊA, Hellen Vivianni Veloso
metadata.dc.contributor.advisor1: BRITO, Regina Célia Souza
Title: Critérios utilizados na seleção de parceiras amorosas em relacionamentos de curto e longo prazo entre mulheres de orientação homossexual em idade reprodutiva
Other Titles: Criteria used in selecting partner loving in relationships of short and long term between homosexual women in reproductive age
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: CORRÊA, Hellen Vivianni Veloso. Critérios utilizados na seleção de parceiras amorosas em relacionamentos de curto e longo prazo entre mulheres de orientação homossexual em idade reprodutiva. 2011. 108 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Belém, 2011. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
metadata.dc.description.resumo: Diferentes critérios utilizados para a escolha de parceiros entre homens e mulheres têm sido identificados. Essa diferença, provavelmente, origina-se pelos diferentes graus de investimento parental entre gêneros. Mulheres parecem ter predisposição a selecionar parceiros com características de investimento emocional, material e com bons indicativos de saúde. Já homens podem utilizar os mesmos critérios que as mulheres, porém dão mais importância que estas à aparência física e juventude. Em relacionamentos de curto e longo prazo a literatura indica que há uma diferença nas escolhas entre mulheres. No primeiro caso, elas têm demonstrando preferir características relacionadas à saúde física, comparado ao segundo tipo de relacionamento, no qual a ênfase tem sido voltada à parceiros bons provedores de recursos e com alto nível de investimento emocional. Há poucas pesquisas que investigaram os critérios que mulheres homossexuais utilizam na escolha de suas parceiras amorosas. Estudos que investigaram a origem da homossexualidade apontaram a possibilidade de influências biológicas. Em termos evolutivos, a homossexualidade poderia ter surgido, em parte, como subproduto da evolução do prazer característico das atividades sexuais. Se esta hipótese estiver correta, o potencial para o desenvolvimento de uma orientação homo, hetero ou bissexual pode ser potencializado por ambientes característicos dos indivíduos em particular. Tal hipótese pode sugerir que os mecanismos psicológicos para escolha de parceiros sejam semelhantes entre as mulheres de variadas orientações sexuais. Para testar esta hipótese, investigou-se as preferências na escolha de parceiras de 100 mulheres em período reprodutivo, entre 18 e 40 anos, que se auto-classificaram como “homossexual exclusivo” ou “homossexual, e às vezes heterossexual”. Para a coleta de dados foram utilizados dois instrumentos, um para seleção das participantes e outro para a coleta de informações. O instrumento de coleta de dados foi dividido em: 1) Dados Demográficos; 2) Dados da parceira; 3) Critérios valorizados na escolha de uma parceira; 4) Critérios valorizados na escolha de uma parceira de curto e longo prazo; 5) Variáveis relacionadas ao desempenho sexual. As participantes foram contatadas pelo método a) “snow ball”, b) bares frequentados por grupos homossexuais e c) associações GLBT. Especificamente, investigou-se as variáveis envolvidas na escolha de parceiras de curto e longo prazo e comparou-se os resultados com os dados coletados por Cruz (2009), com mulheres heterossexuais em período reprodutivo. Os resultados indicaram que há maior preferência por atributos físicos em relacionamentos de curto prazo entre mulheres homo e heterossexuais. Atributos referentes à formação de vínculo foram mais solicitados em relacionamentos de longo prazo, possivelmente porque 75,6% dessas mulheres têm renda e não dependem do parceiro(a) para o provimento na relação, diminuindo a necessidade de parceiro(a)s que invistam recursos materiais. Mulheres homossexuais parecem ter os mesmos padrões de escolha de parceiros que heterossexuais.
Abstract: Different criteria used for partner choice among men and women have been identified. This difference probably stems from the different degrees of parental investment of each gender. Women seem to be predisposed to select partners with characteristics of emotional and material investment, as well as good indications of health. Men, on the other hand, may use the same criteria as women, however, they give more importance to physical appearance and youth. In short and long term relationships the literature indicates that there is a difference in the choices among women. In the first case they have demonstrated to prefer characteristics related to physical health compared to the second type of relationship, in which the emphasis has been focused on partners who are good at providing resources and who have high level of emotional investment. There are few studies that investigated the criteria that homosexual women use in their partner choice. Data from studies investigating the origin of homosexuality suggested the possibility of biological influences. In evolutionary terms, homosexuality could have evolved in part as a byproduct of pleasure evolution, typical from sexual activities. If this hypothesis is correct, the potential for developing a homosexual, heterosexual or bisexual orientation can be enhanced by characteristic environments of particular individuals. This assumption may suggest that the psychological mechanisms for mate choice are similar among women of different sexual orientations. To test this hypothesis, we investigated the preferences in partner choice of 100 women in reproductive period, from 18 to 40 years, who classified themselves as “exclusive homosexual” or “homosexual, and sometimes heterosexual.” For data collection we used two instruments, one for the selection of participants and another for data collection. The instrument of data collection was divided in: 1) Demographic Data, 2) Data from partners, 3) Criteria valued in choosing a partner, 4) Criteria valued in choosing a short and long term partner, 5) Variables related to sexual performance. Participants were contacted by the method a) “snow ball”, b) in bars attended by gay groups and c) in GLBT associations. We specifically investigated the variables involved in choosing short and long term partners and compared the results with data collected by Cruz (2009) with heterosexual women in reproductive period. The results indicated that there is greater preference for physical attributes in short-term relationships among both homosexual and heterosexual women. Attributes related to bonding were more demanded in long-term relationship; possibly because 75.6% of these women have an income and do not depend on their partners to survive, reducing the need for partners who invest in material resources. Homosexual women seem to have the same standards of partner choice as heterosexual ones do.
Keywords: Psicologia evolucionista
Seleção de parceiro
Homossexualidade feminina
Mulheres
Relações conjugais e afetivas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_CriteriosUtilizadosSelecao.pdf1,11 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons