Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5492
Tipo: masterThesis
Título: Hidrogeologia da área piloto Ponta de Pedras - Ilha do Marajó
Autor(es): PIUCI, Jacyro
Abstract: Constatou-se um aquífero pouco profundo, substancial para o desenvolvimento da região em estudo: sistema aquífero Ponta de Pedras. Esse aquífero é livre em alguns locais e semi-confinado em sua maior parte. Sua profundidade de topo máxima encontrada foi de 14,0 m, porém, em várias sondagens no ocidente da área e na sondagem em Igarapé Vilar, seu topo não foi atingido, podendo estar a mais de 16,0 m de profundidade. As profundidades de sua base e as espessuras desse aquífero são maiores que 34,0 m e 17,0 m, respectivamente, na sondagem de Mangabeira. Sua alimentação é feita principalmente por águas meteóricas. Taxas de infiltração entre 10<sup>6</sup> a 10<sup>7</sup> m<sup>3</sup> por dia em 1 Km<sup>2</sup>, foram estimadas para o mês de fevereiro de 1977. Suas porosidades efetivas, estimadas entre 25% e 37%, permitiu calcular um volume de água subterrânea próximo de 250x10<sup>6</sup>m<sup>3</sup>. O coeficiente de Darcy (K) médio é de aproximadamente 200 litros por dia por centímetro quadrado do sistema aquífero. As águas subterrâneas estudadas têm as seguintes características físico-químicas: pH sempre ácido entre 2,4 e 6,7; condutividade elétrica entre 13 a 2.000 micromhos por centímetro, sendo que as mais condutivas são as da região da bacia do Rio Tijucaquara; sílica com teor médio de 10,4 mg/l; ferro total com teor máximo de 4,0 mg/l; cálcio e magnésio com teores bastante baixos implicando em águas moles na maioria das vezes; manganês com teor máximo de 0,15 mg/l; nitrogênio e fosforo com concentrações bastante baixas. O sódio e potássio são os elementos químicos que visualizam com facilidade a variação sazonal do quimismo dessas éguas. Nos finais dos períodos chuvosos essas águas subterrâneas são menos salinizadas, por outro lado, nos períodos de pequenas precipitações até início da estação chuvosa, o excesso de sais impede a potabilidade de várias dessas águas. O uso doméstico dessas águas está limitado normalmente pelas seguintes características: pH ácido; ferro total acima de 0,3 mg/l com máximo de 4,0 mg/l em várias delas; isentas de fluoretos; excesso de manganês em algumas delas (0,15 mg/l); excesso de cloreto em um piezômetro. O uso dessas águas subterrâneas na agricultura pode estar limitado em alguns locais da área onde: pH menor que 5,0; condutividades altas durante os períodos de menor precipitação; altas porcentagens de sódio (83% a 97%).
ABSTRACT: A shallow aquifer which is very important for the development of the Ponta de Pedras region has been found and studied. Most of this aquifer is semiconfined, excepted in some areas where he can be considered as beeing free. In various wells drilled in the western part of the area and also near Igarapé-Vilar, the aquifer could not be detected. The maximum depth of the top of the aquifer reaches 14m. The depth of the base of the aquifer and its thickness exceeds respectively 34m and 17m in the well at Mangabeira. Its recharge is principally by means of meteoric water and the infiltration rate was estimated to be 10<sup>6</sup> to 10<sup>7</sup> m<sup>3</sup>/day/km<sup>2</sup> for the month of February 1977. The effective porosity was estimated to be between 25% and 37% permiting the calculation of a volume of stored ground-water of 250x10<sup>9</sup> liters. The average Darcy coefficient (K) of the aquifer system is approximately 200/l/day/cm<sup>2</sup>. The studied ground water has the following physical and chemical characteristics: pH always acid, between 2,4 and 6,7; electrical conductivity between 13 and 2000 μmhos/cm, the most conductive waters being from the region of the basin of the Tijucaquara River; silica with average concentration of 10,4 mg/l; total iron with very low concentration implying soft water in most of the samples; manganese with a mean concentration of 0,15 mg/l; nitrogen and phosphorous with low concentrations. Sodium and potassium showed the best correlation with seasonal precipitation. At the end of the rainy season the ground water shows extremely low concentrations of nearly all elements. During the period of infrequent rainfall and until the beginning of the rainy season, the salinity increases in some areas and this causes the water to be non-potable. The domestic use of these waters is normally limited by the following characteristics: pH too acid; total iron much over 0,3 mg/l with a maximum of 4,0 mg/l; lack of fluorides; excess of chloride in one well but generally very low contents of most chemical elements. The use of these ground waters in agriculture may be limited in some parts of the area where the pH is less than 5; the conductivity too high during the dry season and when the sodium content reaches 83% to 97% (SAR).
Agência de fomento: FINEP - Financiadora de Estudos e Projetos
Palavras-chave: Aquíferos
Águas subterrâneas
Ponta de Pedras - PA
Ilha de Marajó - PA
Pará - Estado
Amazônia Brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA::GEOFISICA APLICADA
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Centro de Geociências
Programa: Curso de Pós-Graduação em Ciências Geofísicas e Geológicas
Citação: PIUCI, Jacyro. Hidrogeologia da área piloto Ponta de Pedras - Ilha do Marajó. 1979. 143 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Geociências, Belém, 1979. Curso de Pós-Graduação em Ciências Geofísicas e Geológicas.
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5492
Data do documento: 1979
Aparece nas coleções:Dissertações em Geofísica (Mestrado) – CPGF/IG

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_HidrogeologiaAreaPiloto.pdf22,19 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons