Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5545
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2010
metadata.dc.creator: SILVA, Thiago Velasco Guimarães
metadata.dc.contributor.advisor1: OHASHI, Otávio Mitio
Title: Uso da L-arginina nos processos de capacitação espermática e fecundação in vitro de oócitos bovinos
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: SILVA, Thiago Velasco Guimarães. Uso da L-arginina nos processos de capacitação espermática e fecundação in vitro de oócitos bovinos. 2010. 52 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2010. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.
metadata.dc.description.resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar o uso da L-arginina nos processos de capacitação espermática e fecundação in vitro (FIV), analisando sua influência no desenvolvimento embrionário, utilizando o sêmen de dois touros (Bos taurus e Bos indicus). No experimento 1, os espermatozóides foram incubados, sem a presença de oócitos, durante 0, 1, 2 e 3 h em meio de FIV adicionado de 0, 1, 10 e 50 mM de L-arginina, sendo analisada a taxa de reação acrossômica. No experimento 2, espermatozóides e oócitos foram incubados em meio de FIV acrescido com as concentrações de L-arginina citadas anteriormente, durante aproximadamente 30 h. Os oócitos bovinos foram maturados in vitro (MIV) e o subsequente cultivo embrionário (CIV) foi realizado sobre monocamada de células da granulosa, em meio SOF, sendo avaliadas as taxas de fecundação (18 hpi), clivagem e blastocisto (2º e 7º dia de cultivo, respectivamente). A dosagem de NO3-/NO2- produzido durante a FIV foi realizada através do método colorimétrico de Griess. Para análise estatística dos dados, foi utilizado a ANOVA, com nível de significância de 5%. A Larginina (1 mM), quando adicionada ao meio de capacitação espermática, durante duas horas, aumentou a taxa de reação acrossômica em relação ao controle (31,1±2,78 vs 23,4±2,65) em Bos taurus. A adição de L-arginina (50 mM) ao meio de FIV (experimento 2), tanto em Bos taurus quanto em Bos indicus, diminuiu as taxas de clivagem (78,7±2,17 vs 65,7±9,32; 72,7±3,36 vs 45±7,12; respectivamente) e blastocisto (39,4±3,78 vs 15,2±6,12; 39,4±4,39 vs 16±8,54; respectivamente) em relação ao controle. Sendo assim, observou-se que a L-arginina aumentou a taxa de reação acrossômica em Bos taurus, porém reduziu as taxas de clivagem e blastocistos em ambos os touros, sem influenciar na qualidade do embrião.
Abstract: The aim of this work was to evaluate the use of the L-arginine in sperm capacitation and in vitro fertilization (IVF), analyzing its influence on the embryonic development, using semen from two bulls (Bos taurus and Bos indicus). In experiment 1, the spermatozoa had been incubated without oocytes, during 0, 1, 2 and 3 hour in IVF medium added of 0, 1, 10 and 50 mM L-arginine. In experiment 2, spermatozoa and oocytes had been incubated in IVF medium added with the L-arginine concentrations previously cited, during approximately 30 hour. The bovine oocytes had been matured in vitro (IVM) and embryonic culture (IVC) was supported by a monolayer of granulosa cells in SOF medium. It was evaluated fertilization (18 hpi), clivage and blastocyst rates (2º and 7º culture day, respectively). The Griess colorimetric method was applied to mensurement of the NO3 -/NO2 - produced during the IVF. For statistics analysis, values were considered significantly different if P<0.05 following the ANOVA test. The results had shown that L-arginine (1 mM), when added during sperm capacitation for two hours, increased the acrosome reaction rate as compared to Bos taurus control group (31,1±2,78 versus 23,4±2,65). The addition of L-arginine (50 mM) to IVF medium (experiment 2), in both Bos taurus and Bos indicus spermatozoa, decreased clivage rate (78,7±2,17 versus 65,7±9,32; 72,7±3,36 versus 45±7,12; respectively) and blastocyst rate (39,4±3,78 versus 15,2±6,12; 39,4±4,39 versus 16±8,54; respectively) as compared to control group. These results provide that L-arginine increased the acrosome reaction rate in Bos taurus, however reduced the clivage and blastocyst rates in both the bulls, but had not influenced the embryo quality.
Keywords: Bubalinos
Búfalo
L-arginina
Óxido nítrico
Fertilização in vitro
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL::INSEMINACAO ARTIFICIAL ANIMAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Universidade Federal Rural da Amazônia
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
EMBRAPA
UFRA
metadata.dc.publisher.department: Campus Universitário de Castanhal
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Ciência Animal (Mestrado) - PPGCAN/Castanhal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_UsoLargininaProcessos.pdf903,96 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons