Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5579
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 19-Apr-2012
metadata.dc.creator: MARTINS, Lana Cristina Cardoso de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: FERREIRA, Eleonora Arnaud Pereira
Title: Efeitos de instruções, treino de relato verbal e treino de automonitoração sobre o seguimento de regras nutricionais em crianças com obesidade ou sobrepeso
Other Titles: Effects of instructions, verbal report training and selfmonitoring training on following nutritional rules in obese or overweight children
Citation: MARTINS, Lana Cristina Cardoso de Oliveira. Efeitos de instruções, treino de relato verbal e treino de automonitoração sobre o seguimento de regras nutricionais em crianças com obesidade ou sobrepeso. 2012. 133 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
metadata.dc.description.resumo: A obesidade é uma doença crônica definida como o acúmulo de gordura anormal ou excessiva que pode prejudicar a saúde. Torna-se necessário intervir no seu combate e prevenção, especialmente entre as crianças. A literatura da área indica que, em geral, intervenções apenas com crianças ou com cuidadores, ou com ambos, apresentam resultados favoráveis. Neste estudo foram avaliados os efeitos de instruções, do treino de relato verbal (TRV) e do treino de automonitoração (TA), aplicados com e sem a participação do cuidador principal, sobre o seguimento de regras nutricionais em crianças com obesidade ou sobrepeso. Participaram duas crianças (9 e 11 anos) e suas cuidadoras primárias. O ambiente foi um consultório do ambulatório de psicologia de um hospital universitário. Foram utilizados: Prontuário dos pacientes, Roteiro de entrevista inicial, Inventário de estilos parentais (IEP), Roteiro de entrevista 2, Recordatório 24 horas, Manual informativo sobre obesidade e alimentação saudável, Teste de conhecimentos, Protocolo de orientação nutricional para crianças, Protocolo de automonitoração, Roteiro para análise do protocolo de automonitoração, jogos e brinquedos e Roteiro de entrevista final. O procedimento de coleta ocorreu em 10 sessões distribuídas em aproximadamente 15 semanas e consistiu de análise dos prontuários; entrevista no ambulatório com o cuidador e com a criança para assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, aplicação do roteiro de entrevista inicial e do IEP; inserção dos participantes em uma de duas condições (Condição 1, apenas a criança [P1] presente; Condição 2, tanto a criança [P2] quanto seu cuidador primário [C2] estavam presentes); aplicação do Roteiro de entrevista 2 seguido da aplicação do Recordatório 24 horas (Linha de Base 1 [LB1]); aplicação do Manual informativo sobre obesidade e alimentação saudável e do Teste de conhecimentos; TRV (Linha de Base 2 [LB2]); TA; entrevista de acompanhamento e entrevista de encerramento. Quanto aos efeitos das instruções, os resultados indicam que P1 manteve a mesma classificação em todos os itens, enquanto P2 melhorou seu desempenho nos itens conhecimento e seguimento das orientações nutricionais e C2 apresentou melhora no conhecimento sobre obesidade ao final do estudo. Os Índices de adesão à dieta obtidos por P2 foram mais elevados do que os obtidos por P1 em todas as fases da pesquisa. Comparando-se a média obtida pelos dois participantes em LB1 e LB2, observou-se aumento de 39,77% indicando mudança com significância clínica após intervenção. A combinação de variáveis nesta pesquisa mostrou-se favorável a ampliação do repertório dos participantes em relação ao comportamento alimentar, tendo como referência o próprio sujeito ao longo do estudo. Os resultados sugerem que há maior eficácia quando crianças e cuidadores são alvo de intervenção.
Abstract: Obesity is a chronic illness defined as the accumulation of abnormal or excessive fat that can cause harm to people’s health. It has become necessary to fight it and intervene in favour of its prevention, especially among children. The literature in this field indicates that, in general, interventions only with children or caregivers, or both, show favorable results. This study assessed the effects of instructions, verbal report training (VRT) and self-monitoring training (ST), applied with and without the participation of the primary caregiver, on following nutritional rules in obese or overweight children. The participants were two children (9 and 11 years old) and their primary caregivers. The setting was an outpatient clinic in the Psychology department of a university hospital. The patients’ medical records, an initial interview form, the Parenting Style Inventory (PSI), a second interview form, dietary recall, an informative manual on obesity and healthy eating habits, a knowledge test, a nutritional counseling protocol for children, a self-monitoring protocol, a guide for analysis of the self-monitoring protocol, toys and games and a final interview form were used. The collection procedure occurred in 10 sessions distributed in approximately 15 weeks and consisted of medical records analysis; interview at the outpatient clinic with the caregiver and the child for signing the Free and Informed Consent Form, application of the initial interview form and the PSI; participants’ inclusion in one of two conditions (Condition 1, only the child present [P1]; Condition 2, both the child [P2] and his/her primary caregiver [C2] were present); application of the second interview form followed by the dietary recall use (Baseline 1 [BL1]); application of the informative manual on obesity and healthy eating habits and the knowledge test; VRT (Baseline 2 [BL2]); ST; follow-up interview and final interview. As for the effects of instructions, the results indicate that P1 maintained the same classification on all items, while P2 improved his/her performance in the items knowledge and nutritional orientation follow and C2 showed improvement in the knowledge about obesity at the end of the study. Adherence to diet scores obtained by P2 were higher than those obtained by P1 in all phases of the study. Comparing the mean obtained by both participants in BL1 and BL2, an increase of 39.77 % was observed indicating clinically significant change after intervention. The combination of variables in this study was favorable on the participants’ repertoire extension in relation to eating behavior, having the subject himself as reference throughout the study. The results suggest that there is higher effectiveness when children and caregivers are the target of intervention.
Keywords: Obesidade em crianças
Sobrepeso
Instruções
Cuidadores de crianças
Automonitoração
Crianças - Nutrição - Aspectos psicológicos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EfeitosInstrucoesTreino.pdf8,19 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons