Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5584
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2006
metadata.dc.creator: TOBIAS, Gracy Kelly da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: CARVALHO NETO, Marcus Bentes de
Title: É possível gerar “insight” através do ensino dos pré-requisitos por contingências de reforçamento positivo em Rattus norvegicus?
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: TOBIAS, Gracy Kelly da Silva. É possível gerar “insight” através do ensino dos pré-requisitos por contingências de reforçamento positivo em Rattus norvegicus?. 2006. 179 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2006. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
metadata.dc.description.resumo: As discussões sobre criatividade indicam uma dificuldade tanto na definição do que seria um padrão “original” ou “criativo” quanto de identificar que variáveis o controlariam. Dentre as interpretações deste fenômeno encontra-se a chamada “interconexão espontânea de repertórios”, quando dois ou mais repertórios diferentes, aprendidos em separado, podem se juntar em novas situações produzindo sequências originais de comportamento. A resolução de um problema de forma súbita através desta interconexão foi denominada de “Insight”. Um dos processos que participariam dessa interconexão seria a “Generalização Funcional”. O presente estudo replicou com algumas mudanças, utilizando três ratos (Rattus norvegicus) como sujeitos (S1, S2 e S3), o trabalho original de Epstein (1985b) e investigou o papel da “Generalização Funcional” na interconexão dos repertórios. Ao S1 e ao S2 foram ensinados separadamente três repertórios distintos. O S1 aprendeu a (1) empurrar um cubo de maneira direcionada, (2) a subir e se erguer sobre cubo e (3) a puxar uma corrente. O S2 aprendeu a (1) empurrar um cubo de maneira não direcionada, (2) a subir e se erguer sobre cubo e a (3) puxar uma corrente. O S3 aprendeu apenas a (1) subir e se erguer sobre cubo e (2) a puxar uma corrente. Após o treino foram colocados numa situaçãoproblema que exigiria a interconexão das habilidades aprendidas para que a resolução ocorresse. O S1 e o S2 resolveram o problema de maneiras distintas: o S1 resolveu de forma aleatória e o S2 resolveu após um treino adicional de subir e puxar a corrente que estabeleceu elos importantes para a resolução. O S3 não resolveu o problema. Os dados indicaram que a generalização funcional poderia ser explicada como generalização simples e que esta não seria um requisito fundamental para a resolução súbita do problema.
Abstract: The discussions about creativity indicate difficulties in the definition of what would be an "original" or "creative" pattern and in identifying what variables would control it. Among the interpretations of this phenomenon there is one which is called spontaneous "interconnection of repertoires", when two or more different repertoires, learned in separate, join in new situations producing original sequences of behavior. The problem solving in a sudden way through this interconnection was called "Insight". One process participating in that interconnection would be "Functional Generalization". The present study replicated with some changes, using three rats (Rattus norvegicus) as subjects (S1, S2 and S3), the original work of Epstein (1985b) and investigated the role of "Functional Generalization" in the interconnection of repertoires. The subjects S1 and S2 were taught three different repertoires separately. The S1 learned (1) to push a cube toward a goal, (2) to climb and to rise on the cube and (3) to pull a string. The S2 learned (1) to push the cube with no goal, (2) to climb and to rise on the cube and the (3) to pull a string. The S3 just learned (1) to climb and to rise on cube and (2) to pull a current. After the training they were put into a problem-situation-problem that would demand the interconnection of the learned abilities to arrive to the final step which was to pull a string. The S1 and S2 solved the problem in different ways: one solved in a random way and the other solved after additional training to climb and to pull a string which established important links for the resolution. The S3 didn't solve the problem. The data indicated that functional generalization could be explained as simple generalization and that this would not be a fundamental requirement for the sudden resolution of the problem.
Keywords: Psicologia experimental
Insight
Criatividade
Resolução de problemas
Generalização (Psicologia)
Generalização informal
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PossivelGerarInsight.pdf3,79 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons