Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5657
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 16-Mar-1997
Authors: ROZAL, Edilberto Oliveira
First Advisor: VERMA, Om Prakash
Title: Efeitos do manto de intemperismo sobre anomalias “VLF” dos corpos tabulares inclinados
Sponsor: UFPA - Universidade Federal do Pará
PETROBRAS - Petróleo Brasileiro S.A.
FADESP - Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa
Citation: ROZAL, Edilberto Oliveira. Efeitos do manto de intemperismo sobre anomalias “VLF” dos corpos tabulares inclinados. 1997. 101 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Geociências, Belém, 1997. Curso de Pós-Graduação em Geofísica.
Resumo: A utilização dos métodos indutivos de propagação E.M. na exploração mineral em regiões tropicais, apresenta grandes dificuldades devido a presença de uma camada superficial condutiva (manto de intemperismo) comumente encontrada nestas regiões. Na região Amazônica, o manto apresenta-se bastante desenvolvido e condutivo, e em regiões semi-áridas, pode-se formar uma fina crosta superficial de sal. Em conseqüência disto, a interpretação dos dados E.M. obtidos para modelos que não consideram uma cobertura condutiva levam a erros consideráveis. Objetivando-se estudar os efeitos do manto sobre anomalias VLF devidas a corpos tabulares inclinados em contato com o manto (manto ohmico), foi realizada uma série de experimentos através do modelamento analógico, considerando-se diferentes parâmetros de resposta para o manto e o corpo. O manto de intemperismo foi simulado por soluções de cloreto de amônia (NH4Cl) dispostas horizontalmente e o corpo condutor por chapas de grafite colocadas em posições inclinadas verticalmente. Utilizou-se quatro corpos condutores e três mantos com diferentes espessuras e condutividades, simulando, desta forma, diversas situações geológicas. Os resultados são dados por simples situações dos corpos localizados em um meio não condutor (ar), onde os parâmetros variados são: profundidade do topo, condutividade e mergulho do corpo. Os efeitos da condutividade da cobertura são amplamente ilustrados e avaliados. Para a análise dos resultados, foi plotado um conjunto de curvas considerando-se os valores pico-a-pico das anomalias de "tilt angle" e de elipsidade. Os resultados foram sintetizados em um outro conjunto de curvas reunidas em diagramas de Argand. Estando ou não o manto presente, observou-se, tanto para o tilt angle quanto para a elipsidade, o efeito do aumento da profundidade é o de reduzir a magnitude pico-a-pico e a forma do pico da anomalia, fazendo com que este afaste-se do ponto de "cross-over". Para um condutor de mesma espessura, o aumento da condutividade causa um ligeiro aumento nas anomalias de tilt angle, e uma atenuação nas anomalias de elipsidade. O efeito geral na variação do mergulho do condutor é o de causar uma assimetria nos perfis de tilt angle e de elipsidade. O aumento da condutância do manto de intemperismo causa um acréscimo nas anomalias de elipsidade e uma ligeira diminuição nas anomalias de tilt angle; porém, a partir de um certo valor de condutância do manto (mantos mais condutivos) tanto as anomalias de tilt angle quanto as anomalias de elipsidade começam a atenuar. Há rotação de fase no sentido anti-horário, sendo mais intensa para grandes valores de número de indução do corpo. Na presença do manto, o corpo parece estar a uma profundidade inferior à verdadeira e a ser menos condutivo.
Abstract: Application of eletromagnetic methods for mineral exploration in tropical regions is complicated due to a presence of a conducting overburden encountered in these regions. In the Amazon region, overburden is well developed and conductive; while in semi-arid regions there may be a fine layer containing salts. Consequently, considerable error is introduced in the interpretation of EM data if the presence of the conducting overburden is ignored. In order to study the overburden effects, on VLF anomalies due inclined tabular bodies in contact with the former (Ohmic - overburden), a number of analog model experiments were conducted for varying response parameters of the overburden and the ore body. Overburden is simulated by an amonium chloride solution (NH4Cl) and the ore body by inclined grafite sheets of different thicknesses. Three overburdens of varying conductance were used to simulate diverse geological situations. Both, tilt-angle and elipsity anomalies decrease in amplitude with the increase in depth of the ore body and the position of the peak in the profile is removed further away from the crossover irrespective of the presence of the overburden or not. There is some increase and tilt-angle anomaly profiles. Eliptisity anomaly increases with the increase in the condutance of the overburden while tilt-angle anomaly decreases a little bit. However, at higher overburden condutances both of then are attenuated. Phase angle are rotated anti-clockwise with the overburden. This rotation is more intense at higher induction number of the conductor. In the presence of the ohmic-overburden and at moderate values of their condutance, the conductor appears (i) at lower depth than the real, due to the increase in the anomaly amplitude, and ii) less conducting due to the anti-clockwise rotation of the Argand diagram.
Keywords: Prospecção - Métodos geofísicos
Método eletromagnético
Intemperismo
Modelagem
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA::GEOFISICA APLICADA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Geociências
Program: Programa de Pós-Graduação em Geofísica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Geofísica (Mestrado) - CPGF/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EfeitosMantoIntemperismo.pdf8,41 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons