Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5700
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 25-May-2010
metadata.dc.creator: SARDINHA, Ana Paula de Andrade
metadata.dc.contributor.advisor1: FERREIRA, Eleonora Arnaud Pereira
Title: Habilidades sociais em portadores de anomalia da diferenciação sexual
Citation: SARDINHA, Ana Paula de Andrade. Habilidades sociais em portadores de anomalia da diferenciação sexual. 2010. 116 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Belém, 2010. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
metadata.dc.description.resumo: O termo Habilidades Sociais (HS) é usado para designar um conjunto de repertórios comportamentais que envolvem interações sociais satisfatórias. A maioria dos estudos publicados sobre essa temática inclui a participação de crianças e adolescentes, abordando situações em ambiente escolar. Poucos são os estudos voltados para a área de saúde, e, até o momento, não foram localizadas pesquisas sobre HS realizadas com indivíduos portadores de Anomalia da Diferenciação Sexual (ADS). Esta anomalia se caracteriza pela malformação na genitália e/ou pela disfunção das gônadas, ocasionando características sexuais secundárias não correspondentes ao sexo de criação. Estudos clínicos realizados com indivíduos portadores de ADS têm destacado a ocorrência de déficits em habilidades sociais nesses indivíduos, caracterizados pela fuga-esquiva de situações sociais aversivas. Neste trabalho, pretendeu-se caracterizar o repertório comportamental correspondente a HS em indivíduos com ADS atendidos no ambulatório de um programa especializado de um hospital da rede pública de Belém, por meio de dois estudos complementares. No primeiro, foi realizado um estudo com delineamento transversal, com o objetivo de caracterizar comportamentos correspondentes a HS em indivíduos com ADS. Participaram 9 adultos com mais de seis meses em tratamento. Foram utilizados: Roteiro de Entrevista, Protocolo para análise de prontuário e Inventário de Habilidades Sociais - IHS. Os resultados sugerem que os participantes apresentam déficit de habilidades sociais em todos os fatores do IHS em menor ou maior grau, de maneira que poderiam se beneficiar com um treinamento de habilidades sociais como parte do tratamento, por se tratar de uma técnica que visa à superação e/ou redução dos déficits por eles apresentados. No segundo, foi realizado um estudo com delineamento de sujeito único, com o objetivo de verificar os efeitos do uso de treino em automonitoramento na instalação de comportamentos correspondentes a HS. Participou uma adulta com diagnóstico de ADS selecionada dentre os que participaram do Estudo 1. O procedimento de intervenção ocorreu por meio de entrevistas semanais, de acordo com as seguintes etapas: (1) Contrato: assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e agendamento de entrevista; (2) Avaliação: levantamento da linha de base dos comportamentos correspondentes à HS, elaboração da hierarquia dos comportamentos que indicaram déficit segundo as normas de análise do IHS e treino em registro de automonitoração; (3) Intervenção: leitura de um texto sobre habilidades sociais, apresentação da lista de direitos humanos básicos, aplicação do Questionário Construcional de Goldiamond adaptado e treino em registro de automonitoramento; (4) Re-avaliação das HS: reaplicação do IHS; (5) Follow-up: avaliação da manutenção dos ganhos obtidos com o estudo; e (6) Encerramento: entrevista devolutiva para explanação dos resultados do estudo ao participante. Os resultados sugerem que a intervenção promoveu o desenvolvimento de HS na participante, haja vista a interpretação da evolução da participante apresentada de acordo com a variação do Escore Z e da representação gráfica de significância clínica e mudança confiável.
Abstract: The term Social Skills (SS) is used to describe a set of behavioral repertoires that involve social interactions satisfactory. Most published studies on this topic include the participation of children and adolescents by addressing situations in the school environment. Few studies have focused on the health area, and, so far, it has not been found surveys on SS conducted with individuals with the Anomaly of Sex Differentiation (ASD). This anomaly is characterized by malformations in the genitals and/or dysfunction of the gonads, causing secondary sexual characteristics which do not correspond to the sex of rearing. Clinical studies with individuals with ASD have highlighted the occurrence of deficits in social skills in these individuals, characterized by the escape-avoidance of aversive social situations. In this study, we sought to characterize the behavioral repertoire corresponding to SS in individuals with ASD treated at an outpatient clinic of a specialized program developed in a public hospital in Belém, through two complementary studies. At first, we performed a cross-sectional study, with the aim of characterizing the behaviors corresponding to SS in individuals with ASD. The participants were 9 adults in treatment for more than six months. Were used: Interview Script, Protocol for review of medical records and Social Skills Inventory - SSI. The results suggest that the participants have social skills deficits in all the factors of the SSI to a lesser or greater degree, so that could benefit from a social skills training as part of the treatment because it is a technique that aims at overcoming and/or reducing the deficits produced by them. In the second part, a study with a single subject design was performed seeking for evaluating the effects of using self-monitoring training in the installation of behaviors corresponding to SS. Attended an adult woman diagnosed with ASD selected among those who participated in Study 1. The intervention procedure was conducted through weekly interviews, according to the following steps: (1) Agreement: signing the consent form and scheduling an appointment, (2) Evaluation: Baseline survey of behaviors corresponding to SS, preparation of the hierarchy of behaviors that indicate a deficit, under the analysis rules of the SSI, and training in self-monitoring record, (3) Intervention: reading a text on social skills, presentation of the list of basic human rights, application of the adapted Goldiamond’s Constructional Questionnaire, and training in self-monitoring record, (4) Re-evaluation of the SS: reapplication of the SSI; (5) Follow-up: assessing the maintenance of the gains to the study, and (6) Closing: return interview in order to explain the results of the study to the participant. The results suggest that the intervention promoted the development of SS in the participant, given the interpretation of the participant’s evolution presented in accordance with the variation of Z score and the graphical representation of reliable change and clinical significance.
Keywords: Interação social
Anomalia da diferenciação sexual
Automonitoramento
Habilidades sociais
Belém - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_HabilidadesSociaisPortadores.pdf1,68 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons