Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/5703
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorISHAK, Ricardo-
dc.creatorLINHARES, Alexandre da Costa-
dc.creatorGABBAY, Yvone Benchimol-
dc.creatorISHAK, Marluísa de Oliveira Guimarães-
dc.creatorCARDOSO, Divina das Dôres de Paula-
dc.date.accessioned2014-09-12T13:49:44Z-
dc.date.available2014-09-12T13:49:44Z-
dc.date.issued1984-10-
dc.identifier.citationISHAK, Ricardo et al. Soroepidemiologia de rotavírus em uma população infantil, Goinia, Goiás, Brasil. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, São Paulo, v. 26, n. 5, p. 280-284, set./out. 1984. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rimtsp/v26n5/10.pdf>. Acesso em: 16 jun. 2014. <http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651984000500010>.pt_BR
dc.identifier.issn0036-4665-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5703-
dc.description.abstractA sample of 125 sera from children aged 0-10 years old from Goiânia, Goiás, Brazil, yielded an 82.4% prevalence rate of antibodies to rotavirus (through an enzyme immunoassay). In this study, the 1-3 year old group shows the highest risk of infection with rotavirus. No sex difference was evident. Regional seroepidemiological data is of the utmost importance in order to identify the behaviour of the virus in the population at risk, specially with the advent of a vaccine for the agent. The enzyme imu- noassay test was compared to counterimmuno-electro-osmophoresis and was shown to be more sensitive for the detection of antibodies.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectDoenças transmissíveis em criançaspt_BR
dc.subjectRotavíruspt_BR
dc.subjectInfecções por rotavíruspt_BR
dc.subjectInfecção em criançaspt_BR
dc.subjectEstudos soroepidemiológicospt_BR
dc.subjectGoiânia - GOpt_BR
dc.subjectGoiás - Estadopt_BR
dc.subjectBrasil - Paíspt_BR
dc.titleSoroepidemiologia de rotavírus em uma população infantil, Goinia, Goiás, Brasilpt_BR
dc.title.alternativeSeroepidemiology of rotavirus in a children population, Goiânia, Goiás, Brazilpt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.resumoAmostras de soro de 125 crianças, com idades entre 0 e 10 anos, da população de Goiânia, Goiás, Brasil, geraram um índice de prevalência de anticorpos para rotavirus (ensaio imunoenzimático) de 82,4%. Aparentemente, o maior risco de infecção pelo vírus se dá no grupo de 1 a 3 anos. Não existe diferença de infecção de acordo com o sexo. Informações soroepidemlológicas a nível nacional, são de grande importância para o melhor conhecimento do comportamento do vírus na população em risco, principalmente quando existe a possibilidade de uma futura imuno-profilaxia. O teste imuno-enzimático em comparação com a contraimuno-eletro-osmoforese, mostrou-se mais sensível para a detecção de anticorpos para rotavirus.pt_BR
Appears in Collections:Artigos Científicos - ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_SoroepidemiologiaRotavirusPopulacao.pdf470,83 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons