Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5740
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 3-Dec-2009
Authors: ALBUQUERQUE, Raphaella Duarte Lopes de
First Advisor: GAROTTI, Marilice Fernandes
Title: Investimento parental de mãe surda e mãe ouvinte e seus bebês ouvintes
Other Titles: Parental investment of deaf mother and hearing mother in related to their hearing infants
Citation: ALBUQUERQUE, Raphaella Duarte Lopes de. Investimento parental de mãe surda e mãe ouvinte e seus bebês ouvintes. 2009. 64 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Belém, 2009. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
Resumo: O bebê humano nasce prematuramente para o padrão dos primatas e essa imaturidade física gera um maior tempo de dependência dos adultos e uma intensificação dos cuidados parentais. Este estudo teve como referencial teórico o Modelo de Investimento Parental proposto por Heidi Keller, o qual indica seis sistemas parentais, evoluídos em resposta a problemas adaptativos enfrentados por nossos ancestrais e que representam investimentos parentais que diferem com relação à energia, tempo, atenção e tom emocional direcionados ao bebê. Os sistemas parentais propostos são: sistemas de cuidados, sistema de contato corporal, sistema de estimulação corporal, sistema de estimulação por objeto, sistema face-a-face e envelope narrativo. A predominância de um ou outro sistema dependerá da cultura. No entanto, as investigações realizadas até o momento contemplam díades típicas e, adicionalmente, não foram encontrados estudos longitudinais focalizando as características dos sistemas parentais desenvolvidos entre díades cujos canais sensoriais utilizados para trocas iniciais diferem, como no caso de mães surdas e seus bebês ouvintes. Este estudo investigou os sistemas parentais priorizados por uma mãe surda e uma mãe ouvinte com seus bebês ouvintes, bem como as características das instâncias de interação da díade mãe surda – bebê ouvinte. As mães eram primíparas, com nível educacional superior e suas idades eram 34 e 36 anos, residiam em Belém e seus bebês do sexo masculino. Foram realizadas filmagens nas residências maternas semanalmente até os três meses e quinzenalmente até os seis meses, nas situações de banho, troca, alimentação e, a partir dos três meses, brincadeira livre. Os sistemas parentais foram registrados por intervalo de dez segundos e, posteriormente, registrados os comportamentos gerais da mãe e do bebê por segundo nas instâncias de interação. Os resultados indicaram que a mãe surda priorizou a estimulação por objeto e o contato corporal. A mãe ouvinte priorizou a estimulação corporal, contato corporal e face-a-face. Além da diferença no tipo de estimulação priorizada por cada mãe, o contato corporal foi qualitativamente diferente entre elas. Os resultados sugerem o modelo autônomo-relacional para as díades. A análise das interações mãe surda – bebê ouvinte indicou que a mãe inicia a maioria das interações no período estudado e sugere que a díade apresentou modificações nas interações ao longo do desenvolvimento do bebê. No entanto, ressalta-se a necessidade de mais estudos para o conhecimento das peculiaridades em outras díades atípicas, como por exemplo, com a redefinição de categorias e a busca por novos sistemas parentais.
Abstract: The human baby is prematurely born compared to the primate pattern, and this physical immaturity creates a longer duration of dependence and intensification of parental adult care. This study was based on Heidi Keller’s theoretical framework of Parental Investment Model, which assumes six parental systems, evolved in response to adaptive problems faced by our ancestors. The parental systems represent investments that differ in respect of energy, time, attention and tone emotional targeted to the baby. The proposed parental systems are systems of primary care, system of body contact, system of body stimulation, system of object stimulation, face-to-face and narrative envelope. The predominance of one of these systems will depend on the culture. However, investigations conducted up to now included only typical dyads. In addition, there are no longitudinal studies focusing on the characteristics of parental systems developed between dyads whose sensory channels used to initial interchange differ, for instance deaf mothers and their hearing infants. This study investigated the parental systems prioritized by a deaf mother and a hearing mother in relation to their hearing babies, as well as the characteristics of instancies of interaction between a deaf mother - hearing infant. The mothers were primiparous, with higher educational level, and their ages were 34 and 36 years old, resident in Belém, and their infants were male. Footage was shot, weekly until three months, and from two to two weeks until six months in bath situations, changing clothes, feeding and free play from the three months, at mothers’ home. The parental systems were recorded at an interval of ten seconds, and then recorded the mother and infant general behaviors by second instancies of interaction. The results indicated that the deaf mother prioritized object stimulation, and body contact. Hearing mother prioritized body stimulation, body contact, and face-to-face. Besides the differences in stimulation type prioritized by each mother, the body contact was qualitatively different between them. The results suggest a model autonomous-relational for dyads. The analysis of interactions deaf mother - hearing infant indicated that mother begins the most interactions during the study period, and suggests that the dyad showed changes in interactions throughout the baby development. However, it emphasizes the necessity for more studies to increase the knowledge of atypical dyads peculiarities, such as re-defining the categories and searching for new parental systems.
Keywords: Investimento parental
Mãe e filhos
Interação mãe surda-bebê ouvinte
Sistemas parentais
Surdez
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
Program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_InvestimentoParentalMae.pdf1.05 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons