Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5836
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 30-Jun-2014
metadata.dc.creator: SOUZA NETO, Osvaldo Rodrigues de
metadata.dc.contributor.advisor1: PINHEIRO, João de Jesus Viana
Title: Análise imunohistoquímica da ADAMTS-1 e proteoglicanos no ameloblastoma e no tumor odontogênico cístico calcificante
Other Titles: Immunohistochemistry analysis of ADAMTS-1 and proteoglycans in ameloblastoma and calcifying odontogenic tumor
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: SOUZA NETO, Osvaldo Rodrigues de. Análise imunohistoquímica da ADAMTS-1 e proteoglicanos no ameloblastoma e no tumor odontogênico cístico calcificante. 2014. 61 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Saúde, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Oncologia e Ciências Médicas.
metadata.dc.description.resumo: O ameloblastoma e o tumor odontogênico cístico calcificante (TOCC) são tumores odontogênicos que tem origem do epitélio odontogênico, porém ainda não é conhecido o estímulo ou gatilho que leva à transformação neoplásica desses tumores. O comportamento biológico das lesões é distinto, pois o ameloblastoma é um tumor mais agressivo e com taxa de recorrência significativa. Já o TOCC é um tumor menos agressivo e raramente há recorrência e por esse motivo foi utilizado como controle no estudo. Portanto, a elucidação completa dos mecanismos pelos quais esses tumores odontogênicos apresentam tais comportamentos biológicos continua sendo um desafio para os pesquisadores. As c (A Disintegrin and Metalloproteinase with ThromboSpondin) são metaloendopeptidases que são dependentes de zinco em seu domínio catalítico. Essas enzimas possuem ampla atividade catalítica contra uma variedade de substratos como os proteoglicanos (agrecan, brevican e versican), que são proteínas presente na matriz extracelular (MEC). As ADAMTS exibem características estruturais que lhes conferem um grande potencial para exibir múltiplas funções. Exibem função crucial em vários processos como proliferação, adesão, invasão e sinalização celular. As alterações nessas enzimas estão presentes em diversos tumores, o que sugere que estas proteínas podem estar envolvidas no processo carcinogênico em diferentes caminhos. Especificamente a ADAMTS-1 tem sido correlacionada com a tumorigênese de algumas neoplasias como no câncer de mama, pulmão e pâncreas. Assim como a ADAMTS, agrecan, brevican e versican são expressos em vários tumores e a regulação alterada desses proteoglicanos pode contribuir para o desenvolvimento da carcinogênese. Neste trabalho foram estudadas ADAMTS-1, agrecan, brevican e versican no ameloblastoma e TOCC. Foram incluídos 20 casos de ameloblastoma e 6 casos de TOCC, utilizados como controle. A expressão de ADAMTS-1, agrecan, brevican e versican foi avaliada por imunohistoquímica e as áreas de marcação foram mensuradas e analisadas. Para análise de correlação entre as proteínas estudadas utilizou-se o teste de Spearman. Todas as amostras de ameloblastoma expressaram ADAMTS-1, agrecan, brevican e versican. Todas as amostras de TOCC também expressaram as mesmas proteínas, porém numa quantidade significativamente menor que no ameloblastoma. A diferença de expressão de ADAMTS-1 e brevican no epitélio do ameloblastoma e do TOCC foi significante estatisticamente (p<0,0105). Assim como a expressão de agrecan e versican, no epitélio do ameloblastoma e do TOCC, também foi estatisticamente significante (p<0,0067) e (p<0,0148), respectivamente. Não houve correlação entre as proteínas estudadas.
Abstract: Ameloblastoma and calcifying cystic odontogenic tumor (CCOT) are odontogenic tumors with origin odontogenic epithelium, but it is not yet known stimulus or trigger that lead to neoplastic transformation of tumors. The biological behavior of the lesions is distinct because the ameloblastoma is more aggressive and significant rate of tumor recurrence. CCOT is a less aggressive tumor and recurrence rarely there and therefore was used as a control in the study. Therefore, the complete elucidation of the mechanisms by which these odontogenic tumors show such biological behavior remains a challenge for researchers. The ADAMTS (A Disintegrin and Metalloproteinase with thrombospondin) are metalloendopeptidases who are dependent on zinc in its catalytic domain. These enzymes have catalytic activity against a broad range of substrates including proteoglycans (aggrecan, brevican and versican), which are proteins present in the extracellular matrix (ECM). The ADAMTS exhibit structural features that confer great potential to display multiple functions. Exhibit crucial role in various processes such as proliferation, adhesion, invasion and cell signaling. Changes to these enzymes are present in various tumors, suggesting that these proteins may be involved in the carcinogenic process in different ways. Specifically, ADAMTS-1 has been correlated with tumorigenesis of some cancers such as in breast, lung and pancreatic cancer. Like ADAMTS, aggrecan, versican and brevican are expressed in various tumors and altered regulation of proteoglycans may contribute to the development of carcinogenesis. In this work ADAMTS-1, aggrecan, brevican and versican in ameloblastoma and CCOT were studied, 20 cases of ameloblastoma and 6 cases of TOCC, used as controls were included. We evaluated the expression of ADAMTS-1, aggrecan, brevican and versican by immunohistochemical study and the marking areas were measured and analyzed. To correlation analysis between the studied proteins used the Spearman test. All samples of ameloblastoma expressed ADAMTS-1, aggrecan, brevican and versican. All samples TOCC also expressed the same proteins, but in significantly less than the amount ameloblastoma. The difference in expression of ADAMTS-1 and brevican in the epithelium of ameloblastoma and of TOCC was statistically significant (p<0.0105). As the expression of aggrecan and versican, between ameloblastoma and TOCC, in the epithelium was also statistically significant (p<0.0067) and (p<0.0148), respectively. There was no correlation between the proteins studied.
Keywords: Ameloblastoma
Tumor odontogênico cístico calcificante
Proteoglicanas
ADAMTS
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::CANCEROLOGIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA::QUIMICA DE MACROMOLECULAS::PROTEINAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Pesquisas em Oncologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Oncologia e Ciências Médicas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Oncologia e Ciências Médicas (Mestrado) - PPGOCM/NPO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AnaliseImunohistoquímicaAdamts.pdf2,13 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons