Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5903
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Issue Date: Mar-2012
metadata.dc.creator: SOUZA, Maurício Rodrigues de
Title: Psicanálise, antropologia e alteridade: apontamentos para um debate
Other Titles: Psychoanalysis, anthropology and alterity: notes for a debate
Psicoanálisis, antropología y alteridad: apuntamientos para un debate
Citation: SOUZA, Maurício Rodrigues de. Psicanálise, antropologia e alteridade: apontamentos para um debate. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 17, n. 1, p. 131-140, jan./mar. 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pe/v17n1/v17n1a14.pdf>. Acesso em: 25 jun. 2014. <http://dx.doi.org/10.1590/S1413-73722012000100015>.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho trata da temática da alteridade, tomando-a como mote para um diálogo entre a psicanálise e a antropologia. Neste sentido, a partir de uma incursão pela noção de estrangeiro na obra de Freud, enfatiza a ideia de que a diferença imposta pelo inconsciente é dona de uma narrativa e de uma temporalidade particulares que se recusam a obedecer aos ditames do pensamento representacional. Em decorrência disto, a estranheza e a negatividade do encontro analítico aparecem como lugares do possível, ampliando o conceito de alteridade e as capacidades da interpretação, agora um meio-termo entre a produção de sentido e a experiência do vazio. Eis a lição da não lição proposta por este inquietante outro do inconsciente à antropologia e, em maior escala, às ciências sociais: admitir a possibilidade do sentido, mas não necessariamente o seu encerramento, fornecendo assim uma expressão menos comprometida a um estrangeiro agora irredutível a códigos preestabelecidos.
Abstract: This work privileges the subject of otherness, taking it as a theme for a dialogue between psychoanalysis and anthropology. Therefore, after some considerations about the notion of strangeness in the work of Freud, it emphasizes the idea that the difference imposed by the unconscious owns a narrative and an individual temporality that refuse to obey the principles of representational thought. Because of that the strangeness and the negativeness of the analytic encounter become places of possibility, amplifying the concept of otherness and the capacities of interpretation, now placed in a mid-point between the production of sense and the experience of emptiness. That's the lesson of non-lesson proposed by this uncanny other of the unconscious to anthropology and, in a larger scale, to the social sciences: to admit the possibility of sense, but not necessarily its ending, offering a less compromised expression to a stranger that is now irreducible to pre-established set codes.
Keywords: Alteridade
Psicanálise
Antropologia
Psicanálise e antropologia
Freud, Sigmund, 1856-1939
ISSN: 1413-7372
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Artigos Científicos - FAPSI/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_PsicanaliseAntropologiaAlteridade.pdf121,05 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons