Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/5923
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCASTILLO LOPEZ, Luis Antonio-
dc.date.accessioned2014-10-22T13:48:24Z-
dc.date.available2014-10-22T13:48:24Z-
dc.date.issued2000-05-16-
dc.identifier.citationCASTILLO LOPEZ, Luis Antonio. Migração com amplitude verdadeira em meios com gradiente constante de velocidade. 2000. 56 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Geociências, Belém, 2000. Curso de Pós-Graduação em Geofísica.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5923-
dc.description.abstractOne of the most important steps in seismic processing data concerns to migration the seismic reflector. In the last years, we have seen several approaches used to build the migrated section and, simultaneously, to recover reflection coefficient values corrected for geometrical spreading loss, the so-called amplitude preserve migration or true-amplitude migration methods. This work aims at applying a true-amplitude depth migration algorithm in acoustic inhomogeneous media, with a constant gradient velocity function and considering a 2.5-D situation. The 2.5-D migration process is based on the Kirchhoff integral operator and the ray theory. It is performed essencially by a weighted diffraction stacking, with the diffraction traveltime curve given by the ray tracing equations tailored to constant gradient velocity. By choosing appropriate weight function used to stack the data, the result of the migration process is a measure of the reflection coefficient at the searched-for reflection point, that is function of the incidence angle. This is very usefull in other important process as amplitude-versus-offset (AVO) and amplitude-versus-angle (AVA) analysis. As any other depth migration process, it is necessary an accurated macro-velocity model, what means to know the velocity gradient. The algorithm was applied to synthetic seismic data generated by the ray software SEIS88 for two kinds of geophysical models. The results pointed out the precision and stability of the presented 2.5-D migration algorithm. It is available for recovering reflection coefficient measures and gives informations about lithological properties of the seismic reflectors. It is also important to note that this algorithm is not able to migrate in singular ray situations, as for example caustics or diffraction zones.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectMétodo de reflexão sísmicapt_BR
dc.subjectImageamento sísmicopt_BR
dc.subjectMigração em profundidadept_BR
dc.subjectTeoria do raiopt_BR
dc.subjectDifraçãopt_BR
dc.titleMigração com amplitude verdadeira em meios com gradiente constante de velocidadept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentInstituto de Geociências-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA::GEOFISICA APLICADA-
dc.contributor.advisor1CRUZ, João Carlos Ribeiro-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8498743497664023-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0927730603263967-
dc.description.resumoEste trabalho tem por objetivo a aplicação de um método de migração com amplitudes verdadeiras, considerando-se um meio acústico onde a velocidade de propagação varia linearmente com a profundidade. O método de migração é baseado na teoria dos raios e na integral de migração de Kirchhoff, procurando posicionar de forma correta os refletores e recuperar os respetivos coeficientes de reflexão. No processo de recuperação dos coeficientes de reflexão, busca-se corrigir o fator de espalhamento geométrico de reflexões sísmicas primárias, sem o conhecimento a priori dos refletores procurados. Ao considerar-se configurações fonte-receptor arbitrárias, as reflexões primárias podem ser imageadas no tempo ou profundidade, sendo as amplitudes do campo de ondas migrado uma medida dos coeficientes de reflexão (função do ângulo de incidência). Anteriormente têm sido propostos alguns algoritmos baseados na aproximação de Born ou Kirchhoff. Todos são dados em forma de um operador integral de empilhamento de difrações, que são aplicados à entrada dos dados sísmicos. O resultado é uma seção sísmica migrada, onde cada ponto de reflexão é imageado com uma amplitude proporcional ao coeficiente de reflexão no ponto. No presente caso, o processo de migração faz uso de um modelo com velocidade que apresenta uma distribuição que varia linearmente com a profundidade, conhecido também como gradiente constante de velocidade. O esquema de migração corresponde a uma versão modificada da migração de empilhamento por difração e faz uso explícito da teoria do raio, por exemplo, na descrição de tempos de trânsito e amplitudes das reflexões primárias, com as quais a operação de empilhamento e suas propriedades podem ser entendidas geometricamente. Efeitos como o espalhamento geométrico devido à trajetória do raio levam a distorção das amplitudes. Estes efeitos têm que ser corregidos durante o processamento dos dados sísmicos. Baseados na integral de migração de Kirchhoff e na teoria paraxial dos raios, foi derivada a função peso e o operador da integral por empilhamento de difrações para um modelo sísmico 2,5-D, e aplicado a uma serie de dados sintéticos em ambientes com ruído e livre de ruído. O resultado mostra a precisão e estabilidade do método de migração em um meio 2,5-D como ferramenta para obter informação sobre as propriedades de refletividade da subsuperfície da terra. Neste método não são levados em consideração a existência de caústicas nem a atenuação devido a fricção interna.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Geofísica-
Appears in Collections:Dissertações em Geofísica (Mestrado) - CPGF/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MigracaoAmplitudeVerdadeiraMeios.pdf14,78 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons