Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5946
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 14-Aug-2014
metadata.dc.creator: MORAES, Lienne Silveira de
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Edilene Oliveira da
Title: Ação do alcaloide (+)-filantidina sobre o protozoário Leishmania (Leishmania) amazonensis e a célula hospedeira
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
INCT/BEB - Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Biologia Estrutural e Bioimagem
PROCAD - Programa Nacional de Cooperação Acadêmica
Citation: MORAES, Lienne Silveira de. Ação do alcaloide (+)-filantidina sobre o protozoário Leishmania (Leishmania) amazonensis e a célula hospedeira. 2014. 63 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular.
metadata.dc.description.resumo: A leishmaniose é uma doença de caráter antropozoonótico causada por parasitas do gênero Leishmania. Estes parasitas proliferam principalmente dentro de macrófagos de mamíferos e são responsáveis por promover uma diversidade de manifestações clínicas como Leishmaniose Cutânea (LC) e Leishmaniose Mucocutânea (LMC). O único tratamento utilizado para a leishmaniose é a quimioterapia, onde geralmente são utilizadas drogas tóxicas e com longo período de tratamento. O estudo de produtos naturais obtidos de plantas como agente leishmanicida desempenha um papel importante na busca de novas drogas para o tratamento da leishmaniose. A (+)-filantidina é um alcaloide extraído do caule da planta Margaritaria nobilis, pertencente a família Phyllanthaceae. Desta forma, objetivo deste estudo é avaliar os efeitos da (+)-filantidina sobre formas promastigotas de Leishmania (Leishmania) amazonensis e a célula hospedeira. A atividade antiproliferativa de formas promastigotas foi avaliada quando os parasitas foram tratados com 50, 100 e 200 μg/ml do alcaloide por 96 horas, com redução de 73,75%, 82,50% e 88,75% no número de parasitas respectivamente, quando comparados ao grupo controle sem tratamento. No período de 96 horas, foi observado um valor IC50 de 56,34 μg/ml. A anfotericina B foi utilizada como droga de referência na concentração de 0,1 μg/ml, sendo observada redução de 100% dos parasitas durante as 96 horas de tratamento. O tratamento com o alcaloide promoveu alterações importantes nas promastigotas, mostradas através de microscopia eletrônica de transmissão e varredura. Foram observadas alterações no corpo celular, flagelo, cinetoplasto, mitocôndria, indução na formação de rosetas, presença de vesículas eletrodensas sugestivas de corpúsculos lipídicos e aumento no número de estruturas semelhantes a acidocalcisssomos. Com relação à célula hospedeira, não foi observado efeito citotóxico nos macrófagos tratados com alcaloide e análise por microscopia eletrônica de varredura mostrou que o alcaloide promoveu aumento no número de projeções citoplasmáticas, aumento do volume celular e espraiamento. Assim, estes resultados demonstram que a (+)-filantidina foi eficaz na redução do crescimento de formas promastigotas do protozoário, sendo eficaz na ativação de macrófagos sem causar efeito citotóxico para o mesmo, o que pode representar uma fonte alternativa para o tratamento da leishmaniose.
Abstract: Leishmaniasis is an antropozoonotic disease caused by parasites of the genus Leishmania. These parasites proliferate primarily within macrophages of mammals and are responsible for promoting a variety of clinical manifestations, such as cutaneous leishmaniasis (CL) and mucocutaneous leishmaniasis (MCL). The treatment available is chemotherapy, but is limited by toxicity and requires a long term treatment. The study of natural products from plants such as antileishmanial agent currently plays an important role in the search for new drugs for the treatment of leishmaniasis. (+)-phylantidine, is an alkaloid extracted from stem of Margaritaria nobilis of the family Phyllanthaceae. The aim of this study is evaluated the effects of (+)-phylantidine on promastigotes forms of Leishmania (Leishmania) amazonensis and host cell. Antiproliferative activity of promastigotes forms was observed when parasites were treated with 50, 100 e 200 μg/mL of alkaloid for 96 hours, with reduction of 73.75%, 82.50% and 88.75%, respectively when compared with non-treated parasites. In the period of 96 hours it was observed an IC50 of 56.34 μg/mL. Amphotericin B was used as reference drug and reduction of 100% in parasites treated with 0.1 μg/mL was observed after 96 hours. Treatment with the alkaloid promoted important changes in promastigotes that were observed by scanning and transmission electron microscopy. Alterations in cell body, flagellum, kinetoplast, mitochondria, rosette formation, presence of electrodense vesicles suggestive of lipid body and increase in structures like acidocalcisssomes were observed. In the host cell no cytotoxic effect was observed in the macrophages treated with the alkaloid and analysis by scanning electron microscopy showed that the alkaloid promoted an increase in the number of cytoplasmic projections, increased cell volume and spreading. Thus, these results demonstrate that (+)-phylantidine was effective in reducing the growth of the protozoa, without citotoxy effect which may represent a promising natural alternative source for the treatment of leishmaniasis.
Keywords: Leishmania amazonensis
Alcalóides
Leishmaniose
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MORFOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Neurociências e Biologia Celular (Mestrado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AcaoAlcaloideFilantidina.pdf2,12 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons