Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6221
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 8-Oct-2013
Authors: FERREIRA, Natalie Chaves
First Advisor: DINIZ JUNIOR, José Antônio Picanço
Title: Estudo morfológico e imunológico da encefalite induzida pelo vírus juruaçá em modelo murino
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: FERREIRA, Natalie Chaves. Estudo morfológico e imunológico da encefalite induzida pelo vírus juruaçá em modelo murino. 2013. 134 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2013. Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular.
Resumo: Muitos estudos têm sido realizados para o entendimento da neuropatogênese das encefalites virais a partir de trabalhos experimentais, porém, nenhum estudo experimental foi dedicado à compreensão da neuropatogênese de membros da família Picornaviridae isolados de morcegos na região amazônica. O vírus Juruaçá, um desses agentes, parcialmente caracterizado como membro da família Picornaviridae por Araújo e colaboradores (2006), causou lesões no encéfalo de camundongos neonatos com presença de gliose reativa, apesar de não provocar efeito citopático (ECP) em cultivos primários de células do sistema nervoso central (SNC), sugerindo que este agente viral seja responsável pela morte dos animais devido a uma intensa resposta imune. O objetivo desse trabalho foi investigar a resposta imune no SNC e alterações celulares causadas pelo vírus Juruaçá em camundongos albinos da linhagem BALB/c neonatos a partir de análises histopatológicas, de ativação microglial e da expressão de citocinas, óxido nítrico (NO) e espécies reativas de oxigênio (ROS). Para tanto, foram realizados processamento de amostras para histopatologia, ensaios imunoenzimáticos, imunohistoquímicos e de imunofluorescência, além de testes para quantificação de NO e ROS e análises estatísticas. Nossos resultados demonstraram que o vírus Juruaçá induz lesões por todo o encéfalo, com maior intensidade no parênquima cortical. Os testes imunohistoquímicos demonstraram a presença de antígenos virais e de micróglias reativas distribuídos por todo o encéfalo e região anterior da medula espinhal. Micróglias com aspecto ameboide, demonstrando intensa ativação, foram observadas principalmente no córtex cerebral, bulbo olfatório, núcleo olfatório anterior, prosencéfalo e diencéfalo próximo ao ventrículo lateral. A produção das citocinas anti-inflamatórias (IL-10, IL-4) diminuiu ao longo do tempo, enquanto que as pró-inflamatórias (IL-12, IL-6, IL-1β, TNF-α, IFN-γ) aumentaram significativamente a partir do 8º dia. Os ensaios para detecção de ROS demonstraram grande produção de radicais superóxido desde o 4º dia, já a produção de NO foi sempre menor nos animais infectados. Provavelmente, a ativação das células gliais, principalmente micróglias, e consequente produção de citocinas pró-inflamatórias e ROS promoveram uma ação devastadora sobre as células do SNC, que coincide com a intensificação dos sinais clínicos. Diante do exposto, ficou evidente que os nossos resultados indicam que o vírus Juruaçá é responsável por uma doença de cunho inflamatório que leva a óbito 100% de camundongos neonatos infectados.
Abstract: Many studies have been conducted to understand the neuropathogenesis of viral encephalitis from experimental work, however, no experimental studies have been devoted to understanding the neuropathogenesis of members of the Picornaviridae family isolated from bats in the Amazon region. The Juruaçá virus, one of these agents, partially characterized as a member of the Picornaviridae family by Araujo et al. (2006), caused lesions in the brain of neonatal mice with reactive gliosis presence, although not cause cytopathic effect (CPE) in primary cultures of central nervous system (CNS) cells, suggesting that this viral agent is responsible for the death of animals due to an intense immune response. The aim of this study was to investigate the immune response in the CNS and cellular changes caused by Juruaçá virus in newborn albino mice of strain BALB/c from histopathological analysis, microglial activation, and expression of cytokines, nitric oxide (NO) and reactive oxygen species (ROS). Thus, we performed sample processing for histopathology, immunosorbent assay, immunohistochemical and immunofluorescence assays, tests to quantify NO and superoxide radicals, and statistical analysis. Our results demonstrated that the Juruaçá virus induces lesions throughout the brain, with greater intensity in the cortical parenchyma. Immunohistochemical tests showed the presence of viral antigens and reactive microglias distributed throughout the brain and anterior spinal cord. Microglias with amoeboid shape, demonstrating intense activation, were observed in the cerebral cortex, olfactory bulb, anterior olfactory nucleus, midbrain and forebrain near the lateral ventricle. The production of anti-inflammatory cytokines (IL-10 and IL-4) decreased over time, whereas pro-inflammatory cytokines (IL -12, IL- 6, IL- 1β, TNF-α and IFN-γ) increased significantly from the 8th day. Assays for ROS detection showed great superoxide radicals production from the 4th day, as NO production was always lower in the infected animals. Probably, activation of glial cells, especially microglias, and subsequent production of proinflammatory cytokines and ROS promoted a devastating action on the cells of the CNS, which coincides with the intensification of clinical signs. In accordance with what has been explained above, became evident that our results indicate that the Juruaçá virus is responsible for a imprint inflammatory disease that leads to death 100% of infected neonates mice.
Keywords: Citocinas
Vírus Juruaçá
Picornaviridae
Óxido nítrico
Resposta imune
Sistema nervoso central
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MORFOLOGIA::CITOLOGIA E BIOLOGIA CELULAR
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
Appears in Collections:Dissertações em Neurociências e Biologia Celular (Mestrado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EstudoMorfologicoImunologico.pdf6,26 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons