Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6224
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 22-Aug-2014
metadata.dc.creator: MELO, Ermelinda Nóbrega de Magalhães
metadata.dc.contributor.advisor1: NASCIMENTO, Ivany Pinto
Title: O instituido e o vivido na formação docente para educação inclusiva: representações sociais de professores egressos do Curso de Licenciatura em Biologia do IFPA
Citation: MELO, Ermelinda Nóbrega de Magalhães. O instituido e o vivido na formação docente para educação inclusiva: representações sociais de professores egressos do Curso de Licenciatura em Biologia do IFPA. 2014. 185 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Educação, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Educação.
metadata.dc.description.resumo: Este estudo tem por objeto as Representações Sociais de egressos do curso de Licenciatura em Biologia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará – IFPA acerca de sua formação docente na perspectiva da inclusão escolar de alunos com deficiências. A problemática se orientou com foco nas representações sociais anunciadas pelos professores sobre sua formação para a inclusão. O Objetivo principal do estudo foi Analisar o processo de construção das Representações Sociais de egressos de licenciaturas do IFPA sobre sua formação docente com vistas à inclusão. A Metodologia seguiu a abordagem qualitativa – descritiva – interpretativa – analítica com a intenção de ouvir o que esses professores têm a dizer sobre a inclusão de alunos especiais, assim como essas representações se constroem e qual o reflexo delas na ação do indivíduo. Trata-se de uma pesquisa de campo e teve como finalidade aprofundar nosso conhecimento sobre o assunto estudado. Os sujeitos da pesquisa foram 10 professores egressos oriundos do campo das ciências naturais que aceitaram participar desse estudo. Os dados da pesquisa foram coletados por meio do questionário para a realização do levantamento socioeconômico, da entrevista na modalidade semi-estruturada com a intenção de apreender os discursos verbais dos professores que foram tomados como a fonte reveladora das representações sociais; e Técnica da Associação Livre de Palavras que teve como objetivo destacar imagens relevantes das possíveis representações dos docentes. Para a compreensão dos dados foi utilizada a técnica de análise de conteúdo categorial na perspectiva de Bardin. Ao analisarmos os dados que os sujeitos entrevistados apresentaram considerando as unidades de sentido sobre determinados aspectos que permeiam a Formação Docente e Educação Inclusiva, destacamos questões dialéticas como as relações entre inclusão e exclusão, afetividade e conhecimento, teoria e prática, assim como apontamentos conflitantes que sinalizam determinadas angústias profissionais. Desta forma os resultados mostram que as representações dos professores acerca do objeto de estudo apresentam-se de forma variada, revelando a necessidade de redimensionamento de ações pedagógicas, profissionais e estruturais e estão aliadas às crenças, às convenções e à tradição que ao longo da história e da cultura educacional vem reforçando a imagem do aluno com necessidades educacionais especiais, associada à concepção de deficiência e de aluno que foge ao modelo estabelecido pela sociedade. A pesquisa ainda revela representações sociais que permeiam as construções psicossociais sobre formação e Educação Inclusiva, indicando que entre os valores e os conhecimentos priorizados para pensar e, conseqüentemente agir estão fortemente vinculados aceitação das diferenças a partir de ações solitárias, ou seja, de um protagonismo individual.
Abstract: This study's purpose is the social representations of graduates of the Bachelor's Degree in Biology from the Federal Institute of Education, Science and Technology of Pará - IFPA about their teacher training in the perspective of school inclusion of students with disabilities. The issue was oriented with a focus on social representations announced by teachers about their training for inclusion. The main objective of the study was to analyze the process of construction of social representations of graduates of degrees of IFPA about her teacher training with a view to inclusion. The methodology followed a qualitative approach - descriptive - interpretative - Analytical with the intention of hearing what these teachers have to say about the inclusion of special students, as these representations are constructed and what their reflection in the action of the individual. It is a field research and aimed to deepen our knowledge of the subject studied. The research subjects were 10 teachers coming graduates from the field of natural sciences who agreed to participate in this study. The research data were collected through the questionnaire for the realization of socio-economic survey, the interview mode semi-structured with the intention of seizing the verbal discourse of teachers that were taken as a revealing source of social representations; Technique and Free Word Association aimed to highlight relevant images of possible representations of teachers. To understand the data analysis technique in categorical content perspective Bardin was used. Analyzing the data showed that the interviewees considering the units of meaning on certain aspects that permeate the Inclusive Education and Teacher Training, highlight issues such as dialectical relations between inclusion and exclusion, affection and knowledge, theory and practice, as well as conflicting notes that indicate certain professional anxieties. Thus the results show that teachers' representations about the object of study are presented in different ways, revealing the need for resizing educational, professional and structural actions and beliefs are allied to the conventions and traditions that throughout history and educational culture has reinforced the image of the pupil with special educational needs, disabilities associated with designing and student who flees the model established by society. The survey also reveals social representations that permeate the psychosocial constructs on Inclusive Education and training, indicating that among the prioritized values and knowledge to think and consequently act are strongly linked acceptance of differences from solitary actions, ie, a role individual.
Keywords: Representação social
Formação de professores
Curso de Licenciatura em Biologia
Inclusão escolar
Educação especial
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO ESPECIAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências da Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Educação (Mestrado) - PPGED/ICED

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_InstituidoVividoFormacao.pdf1,68 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons