Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/6236
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 9-Jan-2015
metadata.dc.creator: VIEIRA, David Durval Jesus
metadata.dc.contributor.advisor1: MOURÃO, Leila
Title: A cidade e os “bichos”: poder público, sociedade e animais em Belém (1892-1917)
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: VIEIRA, David Durval Jesus. A cidade e os “bichos”: poder público, sociedade e animais em Belém (1892-1917). 2015. 130 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em História Social da Amazônia.
metadata.dc.description.resumo: Ao longo do século XIX, os governos municipais proibiram determinados usos, tais como a permanência e circulação de animais em Belém por meio de “Códigos de Posturas”. Mesmo após a Intendência de Antonio Lemos (1897-1911), período de apogeu da economia gomífera e consolidação do regime republicano, as proibições permaneceram, e a elas foram adicionadas medidas e ações práticas como a criação de uma Guarda Municipal. A presente dissertação investiga como o poder público queria disciplinar os moradores da capital paraense no uso de animais e resultados práticos disso, focando a análise em três tipos de proibições: maltratar os animais de carga, soltar animais de gado de qualquer espécie pelas ruas e praças, e ter cães sem licença municipal. Para tanto, eu investiguei fontes como os “Códigos de Posturas”, “Relatórios dos Intendentes Municipais”, jornais, literatura e imagens. Analisei esta documentação utilizando conceitos como o de natureza e de civilização, na perspectiva da História Ambiental.
Abstract: Throughout the nineteenth century, municipal governments banned certain uses, as permanence and circulation of animals in Belém through the “Códigos de Posturas”. Even after Antonio Lemos Stewardship (1897-1911), during the peak of rubber economy and the consolidation of the republican regime, the bans remained, and to it were added measures and practical actions as the creation of a Municipal Guard. This dissertation investigates how the government wanted to discipline the residents of the state capital in the use of animals and results of this, focusing the analysis on three types of bans: mistreating pack animals, letting livestock animals of any kind loose on the streets and squares, and owning dogs without the municipal license. To this end, we investigated sources as “Códigos de Posturas”, “Relatórios dos Intendentes Municipais”, newspapers, literature and images. I analyzed this documentation using concepts such as nature and civilization, in the perspective of the environmental history.
Keywords: História, 1897-1911
Poder público
Administração municipal
História ambiental
Animal
Natureza
Belém - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DO BRASIL::HISTORIA REGIONAL DO BRASIL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em História Social da Amazônia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em História (Mestrado) - PPHIST/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_CidadeBichosPoder.pdf3,44 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons