Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6274
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 13-Sep-2012
Authors: SARAIVA, Maria Elinete Veras
First Advisor: SANTOS, Lourivaldo da Silva
First Co-Advisor: DOLABELA, Maria Fâni
Title: Atividades antimicrobiana e antipromastigota de extratos e frações de Virola surinamensis (Rol ex Rottb.) Warb (Myristicaceae)
Other Titles: Antimicrobial activities of extracts and fractions antipromastigota of Virola surinamensis (ex Rol. Rottb.) Warb (Myristicaceae)
Citation: SARAIVA, Maria Elinete Veras. Atividades antimicrobiana e antipromastigota de extratos e frações de Virola surinamensis (Rol ex Rottb.) Warb (Myristicaceae). 2012. 73 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Saúde, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.
Resumo: O presente estudo teve como objetivo avaliar as atividades antimicrobiana e antipromastigota de extratos de V. surinamensis e suas frações. Na obtenção dos extratos foram utilizados solventes de polaridade crescente (hexano, acetato de etila e metanol) e o extrato acetato de etila foi fracionado em coluna cromatográfica aberta, empregando como fase estacionária gel de sílica e como eluentes misturas de hexano e acetato de etila em gradiente de polaridade crescente. Para avaliação da atividade antimicrobiana utilizou-se o teste de difusão em Agar, sendo utilizados os seguintes microorganismos: Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa e Candida albicans. A fração ativa foi submetida à microdiluição, onde se determinou a concentração inibitória mínima (CIM). Na avaliação da atividade antipromastigota utilizou-se a Leishmania amazonensis e L. chagasi, sendo determinadas as concentrações inibitórias mínimas e Concentração Inibitória 50% (CI50). Os extratos hexânico, acetato de etila e metanólico foram submetidos ao ensaio de difusão em Agar, não sendo observadas inibições do crescimento bacteriano e fúngico. Apenas a fração acetato de etila FA3, obtida do extrato acetato de etila, inibiu o crescimento do S. aureus no teste de difusão em Agar. Porém na microdiluição esta fração mostrou-se inativa (CIM>1000μg/mL). Apenas o extrato hexânico mostrou-se ativo em formas promastigota de L. amazonensis e L.chagasi. Em síntese, apenas o extrato hexânico mostrou-se ativo em formas promastigota de leishmanias.
Abstract: The present study aimed to evaluate the antimicrobial activity of extracts and antipromastigota V. surinamensis and its fractions. To obtain the extracts have been used increasingly polar solvents (hexane, ethyl acetate and methanol) and the ethyl acetate extract was fractionated into open column chromatography, using as stationary phase silica gel and eluents such as mixtures of hexane and ethyl acetate gradient increasing polarity. To evaluate the antimicrobial activity was used in agar diffusion test being used the following microorganisms: Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa and Candida albicans. The active fraction was subjected to microdilution, which determined the minimum inhibitory concentration (MIC). In assessing the activity antipromastigota used the Leishmania amazonensis and L. chagasi, being determined the minimum inhibitory concentrations and 50% inhibitory concentration (IC50). Extracts hexane, ethyl acetate and methanol were subjected to agar diffusion test, and there were no inhibitions of bacterial and fungal growth. Just FA3 ethyl acetate fraction obtained from the ethyl acetate extract inhibited the growth of S. aureus in the agar diffusion test. But in this fraction microdilution proved inactive (MIC> 1000μg / mL). Only the hexane extract was active in promastigote forms of L. amazonensis and L.chagasi. In short, only the hexane extract was active in promastigote forms of Leishmania.
Keywords: Plantas medicinais
Virola surinamensis
Atividade antimicrobiana
Leishmania
Atividade antipromastigota
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA::ANALISE E CONTROLE E MEDICAMENTOS
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA::FARMACOGNOSIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Farmacêuticas (Mestrado) - PPGCF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AtividadesAntimicrobianaAntipromastigota.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons