Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6390
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 20-Sep-2013
Authors: SILVA, Carolina Melo da
First Advisor: VASCONCELOS, Steel Silva
Title: Variação temporal do efluxo de dióxido de carbono CO² do solo em sistemas agroflorestais com palma de óleo (Elaeis guineensis) na Amazônia Oriental
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Natura Inovação e Tecnologia Ltda
CAMTA - Cooperativa Mista de Tomé-Açu
EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Citation: SILVA, Carolina Melo da. Variação temporal do efluxo de dióxido de carbono CO² do solo em sistemas agroflorestais com palma de óleo (Elaeis guineensis) na Amazônia Oriental. 2014. 61 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2013. Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais.
Resumo: A região amazônica tem sido submetida a contínuo desflorestamento e expansão do uso da terra, para a implantação de atividades como pecuária, exploração madeireira, agricultura, mineração e urbanização. A queima e a decomposição da biomassa da floresta liberam gases que contribuem para o efeito estufa, como o dióxido de carbono (CO2). Nesse contexto, surge o interesse em avaliar a dinâmica do efluxo de CO2 do solo na Amazônia, em especial em sistemas agroflorestais de palma de óleo (Elaeis guineensis), visto o destaque da produção dessa cultura no estado do Pará, que teve uma razoável expansão, transformando o estado do Pará em um dos maiores plantadores e produtores do país. Este trabalho teve como objetivo investigar a dinâmica do efluxo de CO2 do solo em sistemas agroflorestais onde a palma de óleo é a cultura principal, na escala temporal e os fatores bióticos e abióticos que influenciam diretamente neste processo. Foram quantificados os carbono da biomassa microbiana do solo, carbono total do solo, respiração microbiana do solo, raízes finas do solo e zona de influência das espécies; e os fatores abióticos: umidade e temperatura do solo, em dois sistemas agroflorestais de cultivo de palma de óleo, o sistema adubadeiras e o sistema biodiverso. As medições foram feitas nos períodos seco e no chuvoso. Os resultados mostraram que o maior efluxo de CO2 do solo ocorreu no período chuvoso, provavelmente devido à maior atividade microbiana nesse período influenciada por fatores climáticos aliados a fatores bióticos. O sistema biodiverso apresentou maior efluxo de CO2 do solo do que o sistema adubadeiras, provavelmente devido à maior atividade biológica no solo nesse sistema. O efluxo de CO2 do solo não mostrou correlação forte com as variáveis testadas. Pôde-se concluir que o efluxo de CO2 do solo sofreu influencia apenas da sazonalidade climática. O fato da área de plantio ser muito jovem pode ser um fator determinante para que não tenha sido encontrada relação mais forte da respiração do solo com as variáveis analisadas.
Abstract: The Amazon region has been subjected to continuous deforestation and expansion of land use for the implementation of activities such as cattle ranching, logging, agriculture, mining and urbanization. The burning and decomposition of forest biomass releases gases that contribute to global warming, such as carbon dioxide (CO2). In this context, there is interest in assessing the dynamics of soil CO2 efflux in the Amazon, especially in oil palm (Elaeis guineensis) agroforestry systems, due to the current large expansion of this crop in the state of Pará, which has become one of the largest producers of the country. This study aimed to investigate the dynamics of soil CO2 efflux in palm oil cultivation in agroforestry systems in the Amazon considering temporal and biotic and abiotic factors that directly influence this process. We quantified biotic factors: microbial biomass, total soil carbon, soil basal respiration, fine root and soil zone of influence of planted species, and abiotic factors: moisture and soil temperature, in two oil palm-based agroforestry systems (adubadeiras and biodiverso systems), during the dry and rainy periods. The results showed that the highest soil CO2 efflux occurred during the rainy season, probably due to increased microbial activity during this period influenced by climatic factors coupled with biotic factors. The biodiverso system showed higher soil efflux than the fertilizer adubadeiras system, probably due to increase biological activity in former system. The soil CO2 efflux showed no strong correlation with the tested variables. It was concluded that the soil CO2 efflux was influenced by rainfall seasonality only. The fact that the systems were be too young (~3 yr-old) may represent the main factor for a lack of stronger relationship of soil CO2 efflux and the variables analyzed.
Keywords: Sistema agroflorestal
Palma de óleo
Elaeis guineensis
Uso do solo
Efeito estufa (Atmosfera)
Umidade do solo
Temperatura do solo
Pará - Estado
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO::MANEJO E CONSERVACAO DO SOLO
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Institution Acronym: UFPA
MPEG
EMBRAPA
Department: Instituto de Geociências
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_VariacaoTemporalEfluxo.pdf959.65 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons