Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6415
Compartilhar:
Type: Artigo de Periódico
Issue Date: Mar-2013
Authors: NALON, Patrícia Alves
SOUSA, Maria Zélia Aguiar de
RUIZ, Amarildo Salina
MACAMBIRA, Moacir José Buenano
Title: Batólito Guaporeí: uma extensão do Complexo Granitoide Pensamiento em Mato Grosso, SW do Cráton Amazônico
Other Titles: The Guaporeí Batholith: an extension of the Pensamiento Granitoid Complex in Mato Grosso, SW Amazonian Craton
Citation: NALON, Patrícia Alves et al. Batólito Guaporeí: uma extensão do Complexo Granitoide Pensamiento em Mato Grosso, SW do Cráton Amazônico. Brazilian Journal of Geology, São Paulo, v. 43, n. 1, p. 85-100, mar. 2013. Disponível em: <http://ppegeo.igc.usp.br/pdf/bjg/v43n1/a08v43n1.pdf>. Acesso em: 10 mar. 2015. <http:/dx.doi.org/10.5327/Z2317-48892013000100008>.
Resumo: O Batólito Guaporeí é um corpo de aproximadamente 240 km2 alongado segundo a direção NW, localizado na região de Vila Bela da Santíssima Trindade, estado de Mato Grosso. Situa-se nos domínios da Província Rondoniana-San Ignácio, no Terreno Paraguá, na porção meridional do Cráton Amazônico. É formado por monzogranitos e, subordinadamente, granodioritos, quartzo-monzonitos e sienogranitos, caracterizados por granulação grossa e textura, em geral, porfirítica a porfiroclástica. Possui biotita como mineral máfico primário, por vezes, associada a anfibólio, e encontra-se metamorfizado na fácies xisto verde, exibindo estrutura milonítica, em estreitas zonas de cisalhamento. Evidências geoquímicas indicam que essas rochas derivam de um magma cálcio-alcalino de alto potássio a shoshonítico, metaluminoso a levemente peraluminoso evoluído por cristalização fracionada associada à assimilação crustal, possivelmente gerado em ambiente de arco continental. Duas fases de deformação relacionadas à Orogenia San Ignácio, caracterizadas pelo estiramento e alinhamento mineral evidenciadas pelas foliações S1 e S2, foram identificadas nestas rochas. Foi obtida pelo método de evaporação de Pb em zircão uma idade de 1.314 ± 3 Ma, interpretada como idade de cristalização do corpo granítico. Dados Sm-Nd em rocha total indicam idade modelo TDM em torno de 1,7 Ga e valor negativo para εNd (t = 1,3) (-14), corroborando a hipótese de envolvimento crustal na gênese do magma. Os resultados obtidos apontam semelhanças entre essas rochas e aquelas de região adjacente em território boliviano, sugerindo que o Granito Guaporeí representa uma extensão do Complexo Granitoide Pensamiento.
Abstract: The Guaporeí Batholith is located in the Vila Bela da Santíssima Trindade region, at Mato Grosso State (Brazil), and crops out over 240 km2 along the NW direction. It is situated in the Paraguá Terrane, included in the Rondonian-San Ignacio Province, in the southwestern portion of the Amazonian Craton. The batholith is made up of monzogranite, with subordinate granodiorite, quartz monzonite and syenogranite, shows coarse porphyritic/porphyroclastic texture, is metamorphosed in the greenschist facies and mylonitized along shear zones. The biotite is the main primary mafic mineral, sometimes associated with amphibole. Geochemical data indicated high-potassium calc-alkaline and metaluminous to peraluminous character, probably generated in continental arc environment, and evolved by fractional crystallization associated to crustal assimilation. Two stages of deformation related to the evolution of San Ignacio compressional orogeny were identified and are characterized by stretching and lineation, and development of S1 and S2 foliations. Dating by single zircon Pb-evaporation method yields a crystallization age of 1,314 ± 3 Ma, whereas Sm-Nd whole rock isotope data indicate a TDM model age of ca. 1.7 Ga and a negative value for εNd (t = 1,3) of -14, suggesting crustal contribution in the magma genesis. The obtained data indicate similarities between these rocks and those of the Pensamiento Granitoid Complex, in the Bolivian counterpart, and put in evidence that the Guaporeí Batholith is an extension of this complex.
Keywords: Petrografia
Granito Guaporeí
Cráton Amazônico
Vila Bela da Santíssima Trindade - MT
Mato Grosso - Estado
Amazônia Brasileira
ISSN: 2317-4889
Appears in Collections:Artigos Científicos - IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_BatolitoGuaporeiExtensao.pdf8,32 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons