Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/6431
Tipo: Artigo de Periódico
Data do documento: Mar-2014
Autor(es): DUTRA, Alessandra de Cássia dos Santos
GORAYEB, Paulo Sérgio de Sousa
NOGUEIRA, Afonso César Rodrigues
Título: Depósitos sedimentares neoproterozoicos do Grupo Tucuruí - Cinturão Araguaia, Nordeste do Pará
Título(s) alternativo(s): Neoproterozoic sedimentary deposits of the Tucuruí Group - Araguaia Belt, Northestern of Pará state
Citar como: DUTRA, Alessandra de Cássia dos Santos; GORAYEB, Paulo Sergio de Sousa; NOGUEIRA, Afonso César Rodrigues. Depósitos sedimentares neoproterozoicos do Grupo Tucuruí - Cinturão Araguaia, Nordeste do Pará. Geologia USP. Série Científica, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 21-36, mar. 2014. Disponível em: <http://ppegeo.igc.usp.br/pdf/guspsc/v14n1/a02v14n1.pdf>. Acesso em: 12 mar. 2015. <http://dx.doi.org/10.5327/Z1519-874X201400010002>.
Resumo: O Grupo Tucuruí de idade do final do Neoproterozoico aflora na região de Tucuruí, nordeste do Pará, ao longo da zona de transição entre o Cráton Amazônico e o Cinturão Araguaia, e constitui uma sucessão vulcanossedimentar contendo derrames basálticos e sills de diabásio intercalados com depósitos siliciclásticos. A Falha de Tucuruí, por cavalgamento, projetou estes conjuntos rochosos para oeste, resultando em cisalhamento e percolação de fluidos. Os depósitos siliciclásticos são constituídos por subarcóseos e siltitos amalgamados, cujas camadas orientam-se na direção NNE-SSW com mergulho baixo para SE, além de apresentar granocrescência e espessamento ascendente. Foram reconhecidas duas associações de fácies sedimentares: depósitos de antepraia e tempestitos de face litorânea. Estas associações de fáceis sugerem processos de transporte e sedimentação ligados a um ambiente marinho raso, seguindo da zona de foreshore até a zona de shoreface, sob influência de onda de tempestade. A análise petrográfica revelou a imaturidade textural e composicional dos arenitos e siltitos arcosianos, indicando, sobretudo, área fonte com proveniência próxima, predominantemente constituída de rochas ígneas de composição máfica a intermediária que estiveram sujeitas a condições mesodiagenéticas. Assim, os depósitos siliciclásticos do Grupo Tucuruí representam a porção preservada de um segmento costeiro influenciado por ondas de tempestade em uma bacia do tipo rifte ou antepaís, com área fonte próxima, forte gradiente de relevo e deposição rápida, marcada predominantemente por intemperismo físico, e que foi atingida durante sua formação por vulcanismo efusivo.
Abstract: The Tucuruí Group of Neoproterozoic age outcrops in Tucuruí region, northeastern of Pará state, along with the transition between the Amazonian Craton and Araguaia Belt. The group is defined by a volcano-sedimentary sequence containing basaltic flows and diabase sill intrusions interbedded with siliciclastics deposits. The Tucuruí thrust fault override these sets rocky westward resulting in shearing, fracturing and fluid percolation in these rocks. The siliciclastic deposits consist of amalgamated subarkoses and siltstones, whose layers are oriented NNE-SSW direction with low dip to SE. In addition presenting coarsening and thickening upward. In this investigation were recognized two sedimentary facies associations: Deposits of Shoreface and Coastal Tempestites Face. This association suggests easy transport processes and sedimentation linked to a shallow marine environment, following the foreshore zone to zone shoreface under influence of wave storm. The petrographic analysis revealed the compositional and textural immaturity of arkosean sandstone and siltstone indicating nearby source area of provenance of mafic to intermediate igneous rocks. The sequence was subject to the mesodiagenetic sedimentary conditions. Thus, the siliciclastic deposits of Tucuruí Group represent the portion of a preserved segment influenced by coastal storm waves in a rift basin or foreland with nearby source area, composed of igneous rocks with strong relief, and marked predominantly by physical weathering. Basaltic volcanic flows occurred during the evolution of this basin.
Palavras-chave: Sedimentologia
Ambiente de sedimentação
Grupo Tucuruí
Neoproterozóico
Cinturão Araguaia
Tucuruí - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
ISSN: 1519-874X
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Aparece nas coleções:Artigos Científicos - IG

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo_DepositosSedimentaresNeoproterozoicos.pdf15,64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons