Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6440
Compartilhar:
Type: Artigo de Periódico
Issue Date: Dec-2012
Authors: FERNANDES FILHO, Lucindo Antunes
PINHEIRO, Roberto Vizeu Lima
TRUCKENBRODT, Werner Hermann Walter
NOGUEIRA, Afonso César Rodrigues
Title: Deformação das rochas siliciclásticas paleoproterozoicas do Grupo Araí como exemplo das reativações de falhas do embasamento, Serra do Tepequém, Roraima, norte do Brasil
Other Titles: Deformation of paleoproterozoic siliciclastic rocks of the Araí Group as an example of basement fault reactivations, Serra do Tepequém, Roraima, Northern Brazil
Citation: FERNANDES FILHO, Lucindo Antunes et al. Deformação das rochas siliciclásticas paleoproterozoicas do Grupo Araí como exemplo das reativações de falhas do embasamento, Serra do Tepequém, Roraima, norte do Brasil. Revista Brasileira de Geociências, São Paulo, v. 42, n. 4, p. 785-798, dez. 2012. Disponível em: <http://ppegeo.igc.usp.br/pdf/rbg/v42n4/10.pdf>. Acesso em: 16 mar. 2015. <http://dx.doi.org/http://dx.doi.org/10.5327/Z0375-75362012000400010>.
Resumo: As rochas siliciclásticas da Serra do Tepequém são correlacionadas aos Grupos Araí e Suapi, pertencentes ao Supergrupo Roraima de idade paleoproterozoica. A análise estrutural destas rochas revelou que o acamamento exibe arranjos com mergulhos preferencialmente para SE e NW, individualizados em domínios limitados por zonas de falhas oblíquas sinistrais com rejeitos normais e inversos, com direção NE-SW. Essa estruturação é formada por dobras forçadas quilométricas do tipo kink bands e chevrons. O novo arcabouço geométrico observado é característico de um ambiente de deformação de nível crustal raso a médio. A história tectônica é controlada por reativações dos planos de fraqueza preexistentes nas tramas antigas, dúcteis, do embasamento. Esse modelo diverge dos regionais prévios para a região, os quais consideram as dobras existentes como produtos de ambiente dúctil sob tectônica colisional. Os resultados evidenciam a importância da presença de estruturas antigas do embasamento, relacionado ao Escudo das Guianas, como controladoras da geometria das rochas da Serra do Tepequém, em ambiente rúptil.
Abstract: Serra do Tepequém region comprises paleoproterozoic siliciclastic rocks from Araí and Suapi Groups, which are part of Roraima Super-group. Field data indicate that bedding is dipping towards SE and NW in different domains limited by NE-SW sinistral oblique faults with both normal and also reverse displacements. The structural setting is formed by regional scale forced folds represented by kilometre scale kink bands and chevron folds. The proposed framework is compatible with upper-to-middle crustal level. The studied faults were controlled by reactivation of early ductile basement fabric. These findings differ from previous regional models, based on folding under ductile conditions related to colisional tectonics. Results evidence the importance of Guiana Shield early basement structures in controlling the geometry of the brittle structures, which were seen on the cover rocks of Serra do Tepequém.
Keywords: Paleoproterozóico
Análise estrutural
Grupo Arai
Dobras kink bands
Serra do Tepequém - RR
Roraima - Estado
Amazônia Brasileira
ISSN: 0375-7536
Appears in Collections:Artigos Científicos - IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_DeformacaoRochasSiliciclasticas.pdf4.81 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons