Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6594
Compartilhar:
Type: Artigo de Periódico
Issue Date: Dec-2010
Authors: NEVES, Alice Cristina Medeiros das
GONZAGA, Lidyane Andrea Amaral
MARTENS, Irland Barroncas Gonzaga
MOURA, Erly Catarina de
Title: Validação de indicadores do consumo de alimentos e bebidas obtidos por inquérito telefônico em Belém, Pará, Brasil
Other Titles: Validation of food and beverage indicators obtained by telephone survey in Belém, Pará State, Brazil
Citation: NEVES, Alice Cristina Medeiros das et al. Validação de indicadores do consumo de alimentos e bebidas obtidos por inquérito telefônico em Belém, Pará, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 26, n. 12, p. 2379-2388, dez. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/csp/v26n12/16.pdf>. Acesso em: 27 abr. 2015. <http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010001200016>.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a validade relativa dos indicadores de consumo de alimentos e bebidas obtidos pelo sistema de vigilância por entrevista telefônica (VIGITEL). Foi avaliada uma amostra aleatória (n = 100) da amostra total de aproximadamente dois mil adultos, estudada pelo sistema, em 2009, em Belém, Pará, Brasil. Os indicadores avaliados foram fatores de proteção (consumo adequado de frutas, legumes e verduras) e de risco (consumo de gordura saturada, refrigerante e bebidas alcoólicas) para doenças crônicas não transmissíveis. Compararam-se os resultados obtidos a partir de entrevista telefônica e de três recordatórios de 24 horas (padrão de referência). O padrão de referência evidenciou subestimação na frequência dos indicadores, à exceção de refrigerantes e bebidas alcoólicas. As médias das frequências do consumo foram, em geral, maiores no grupo exposto (entrevistados pelo VIGITEL). Não se pode concluir que o VIGITEL não seja um bom indicador de consumo, pois o padrão de referência também apresenta limitações, portanto o uso daquele como instrumento de monitoramento é justificável.
Abstract: The aim of this study was to evaluate the relative validity of indicators of food and beverage intake obtained from the telephone interview surveillance system (VIGITEL). A random sample (n = 100) was evaluated from the total sample of approximately two thousand adults studied by the system in 2009 in Belém, Pará State, Brazil. The indicators were protective factors (adequate consumption of fruit, vegetables, and leafy vegetables) and risk factors (consumption of saturated fat, soft drinks, and alcoholic beverages) for chronic non-communicable diseases. The telephone interview results were compared with those of three 24-hour recalls (reference standard). The reference standard showed underestimation in the indicators' frequency, except for soft drinks and alcoholic beverages. The mean consumption frequencies were generally higher in the exposed group interviewed by the VIGITEL system. We cannot conclude that the VIGITEL system is not a good indicator of consumption, since the reference standard also shows limitations. Nevertheless, its use as a surveillance tool in Brazil is justifiable.
Keywords: Consumo de alimentos
Consumo de bebidas alcoólicas
Dieta
Vigilância epidemiológica
Indicadores
Belém - PA
Pará - Estado
Amazônia Brasileira
ISSN: 0102-311X
Appears in Collections:Artigos Científicos - FANUT/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_ValidacaoIndicadoresConsumo.pdf94,19 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons