Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6701
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 24-Feb-2015
metadata.dc.creator: SOUZA, Martha Costa de
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Anderson Manoel Herculano Oliveira da
Title: O tratamento com ácido ascórbico acelera o processo de reparo do tendão calcâneo em modelo de lesão tendínea em ratos
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
FAPESPA - Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas
Citation: SOUZA, Martha Costa de. O tratamento com ácido ascórbico acelera o processo de reparo do tendão calcâneo em modelo de lesão tendínea em ratos. 2015. 62 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular.
metadata.dc.description.resumo: O tratamento com ácido ascórbico acelera o processo de reparo do tendão calcâneo em modelo de lesão tendínea em ratos SOUZA, Martha Costa de SILVA, Anderson Manoel Herculano Oliveira da Tendinopatia Ácido ascórbico Estresse oxidativo Terapêutica A ruptura do tendão calcâneo acomete uma grande parte da população, principalmente atletas e idosos e seu processo de reparo ainda necessita de maiores esclarecimentos, possibilitando novos tratamentos. O ácido ascórbico (AA) é uma substância conhecida pela participação na hidroxilação de prolina e lisina, importante para síntese da matriz extracelular, bem como eficiência comprovada em diversos tratamentos por suas propriedades antioxidantes. Dessa forma, o presente estudo tem como objetivo avaliar o efeito do tratamento local com AA nos parâmetros de reparo tecidual e funcional no tendão calcâneo de ratos. O trabalho foi aprovado pelo comitê de ética da instituição (CEPAE-UFPA) sob o parecer 161-13. Os animais foram submetidos à ruptura do tendão calcâneo, em três grupos (n=18): Controle; Injúria+AA (30mM); Injúria+veículo (NaCl 0,9%). Todos os tratamentos foram realizados por injeção local, a partir do segundo dia pós-lesão e a cada dois dias até o 14º dia ou 21º dia. Foi avaliado a marcha dos animais pelo Índice funcional de Aquiles (IFA) nos dias 7(n=6), 14(n=6) e 21(n=3) dias pós-lesão, o número de células por marcação com DAPI no 14º(n=9) e 21º(n=9) dia pós –lesão e a estrutura do tecido por marcação com HE, nos mesmos dias. Os animais não diferiram no ganho de massa corporal. O grupo Injúria+AA(-39.51±15.3) apresentou melhora funcional principalmente no 14º dia, se comparado ao grupo Injúria+veículo(-89.22±16.57, p<0,01). A análise histológica demonstrou sob contagem do número de células, que o grupo Injúria+AA(762±29.6) apresentou um menor número de células no 21º dia em relação ao grupo Injúria+veículo(916±57.0, p<0,01). A análise da autofluorescência do colágeno e HE demostrou que o grupo tratado com AA apresentou uma estrutura tecidual mais conservada em 14 e 21 dias pós-lesão em relação ao grupo veículo que, por sua vez, difere bastante do grupo controle. Nossos resultados sugerem que o ácido ascórbico acelera o processo de reparo da lesão tendínea, apresentando melhoras teciduais e funcionais 21 dias após a lesão.
Abstract: Tendon rupture affects a large part of the population in special seniors and athletes.The repair process requires more studies which can indicate the possibility of new treatments. The ascorbic acid (AA) is a well known substance by its requirement for proline and lysine hydroxylase activity during the collagen synthesisis and the efficiency of this vitamin for various treatments, because of its antioxidant properties. So, the aim of the present study is to evaluate the local treatments effects with this substance on tissue and functional repair the Achilles tendon from rats. The study was approved by the ethics committee of the institution (CEPAE-UFPA) according to the license 161-13. The animals were submitted to rupture of Achilles tendon, divided into three groups (n=27): control, injury+AA (30 mM), injury+vehicle (0.9% NaCl). All treatments were performed by local injection, from the second day after injury and every other day until day 14 or 21. The walk of the animals was assessed by functional index of Achilles (IFA) on days 7(n=6), 14(n=6) e 21(n=3), cells number was assessed by staining with DAPI and tissue organization by staining with HE and autofluorescence, at 14(n=9) and 21(n=9) days of injury. The animals did not differ in body mass gain. The injury+AA group (-39.51±15.3) showed functional improvement especially at day 14 when compared to the injury+vehicle (-89.22±16.57, p<0.01). The histological examination demonstrated in counting the number of cells that the injury+AA group (762±29.6) showed a smaller number of cells on day 21 (762±29.6) in relation to the groups injury+vehicle (916±57.0, p<0.01). The analysis of autofluorescence of collagen and HE showed that the injury+AA group achieved better ECM organization on day 14 and 21 in relation to the groups injury+vehicle, in turn, differs significantly from the control group. Our results suggest that AA accelerates the healing process of tendon injury, presenting tissue and functional improvements 21 days after injury.
Keywords: Tendinopatia
Ácido ascórbico
Estresse oxidativo
Terapêutica
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MORFOLOGIA::HISTOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Neurociências e Biologia Celular (Mestrado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_TratamentoAcidoAscorbico.pdf1,82 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons