Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6741
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 27-Feb-2015
metadata.dc.creator: SOUZA, Gisele Braga
metadata.dc.contributor.advisor1: CRUZ, Regina Célia Fernandes
Title: Caracterização acústica das vogais médias pretônicas do porguês falado em Barcarena/PA
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: SOUZA, Gisele Braga. Caracterização acústica das vogais médias pretônicas do porguês falado em Barcarena/PA. 2015. 63 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Letras.
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo visa caracterizar acusticamente o português falado na Amazônia Paraense, tendo como foco as vogais médias pretônicas da variedade linguística falada no município de Barcarena/PA. Esta pesquisa é vinculada ao projeto Norte Vogais, integrante do PROBRAVO, que tem como um de seus objetivos analisar acusticamente o sistema vocálico átono do Português Brasileiro (PB) falado no estado do Pará. O corpus total é composto por amostras de fala de 18 (dezoito) informantes nativos de Barcarena/PA, estratificados socialmente em sexo (masculino e feminino), faixa etária (15 a 25 anos; 26 a 45 anos e acima de 45 anos) e nível de escolaridade (fundamental, médio e superior). Ao todo, 818 realizações das vogais médias pretônicas orais foram analisadas, sendo 411 anteriores e 407 posteriores. Os dados foram obtidos a partir da leitura de um texto sobre futebol, por meio do qual os informantes selecionados produziram 53 vocábulos contendo as vogais médias em posição pretônica. No tratamento dos dados, foram tomadas medidas de F1 e F2 (Hz) das vogais alvo. Constatou-se, a partir da análise empreendida, que os falantes da variedade estudada dão preferência à manutenção das vogais médias, resultado que corrobora com a hipótese apresentada nos estudos variacionistas realizados pela equipe do projeto Norte Vogais. Além disso, verificou-se que, na fala feminina, em relação às anteriores, a variante alta ocupa quase o mesmo espaço acústico da variante média fechada e as duas mantém uma grande distância da variante média aberta. No caso das posteriores, as mesmas ocupam espaços acústicos bem diferenciados. Em contrapartida, na fala masculina, as variantes anteriores estão bem discriminadas e a variante alta e a média fechada posteriores estão muito próximas, distanciando-se significativamente na variante média aberta posterior. Uma tendência à centralização das vogais também foi observada.
Abstract: This study aims to acoustically characterize the Portuguese spoken in the Amazon/Pará, focusing unstressed medium vowels of language variety spoken in Barcarena/PA. This research is linked to the Norte Vogais project, part of PROBRAVO, which has as one of its goals acoustically analyze the unstressed vowel system of Brazilian Portuguese (BP) spoken in the state of Pará. Total corpus is formed by 18 (eighteen) speech samples of native informants from Barcarena/PA, socially stratified for sex (male and female), age group (15-25 years, 26-45 years and above 45 years) and level of education (elementary, middle, and upper). In the whole, 818 occurrences were analyzed, being 411 front vowels and 407 back vowels. Data were obtained from the reading of a text about football, whereby the selected informants produced 53 words containing the vowels in pretonic position. In data processing, measures of F1 and F2 (Hz) of the target vowels were taken. Thus, we present preliminary aspects of the behavior of middle unstressed vowels in the language variety spoken in Barcarena/PA. It was found, from the analysis undertaken, that speakers of the studied range give preference to the maintenance of middle vowels, similar to that found in variationists researches made by the members of Norte Vogais project. In addition, it was found that, in case of front vowels, the high variant occupies almost the same acoustic space occupied by the medium closed and the two variant maintains a large distance from the medium open in the female speech. In the case of the back vowels, they occupy very different acoustic spaces in female speech. In contrast, in the male speech, the variants of front vowels occupy very different acoustic spaces and the high variant and the closed of front vowels are very similar and significantly distant from the medium open variant. A tendency to centralization of vowels was also observed.
Keywords: Sociolinguística
Variação linguística
Projeto Norte Vogais
Língua portuguesa
Vogais médias pretônicas
Barcarena - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::SOCIOLINGUISTICA E DIALETOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Letras e Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Letras (Mestrado) - PPGL/ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_CaracterizacaoAcusticaVogais.pdf1,04 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons